Início » Brasil » A cada dez atos infracionários em SP, sete envolvem menores de 16 a 18 anos
Ministério Público Estadual de São Paulo

A cada dez atos infracionários em SP, sete envolvem menores de 16 a 18 anos

Os dados se baseiam em 4,4 mil casos de execução de medidas socioeducativas, de um total de 22 mil processos na capital

A cada dez atos infracionários em SP, sete envolvem menores de 16 a 18 anos
Metade dos que passaram algum tempo como internos na unidade da Fundação Casa volta a ser pego pela polícia por algum outro delito (Divulgação/ Fundação Casa)

De acordo com um levantamento do Ministério Público Estadual (MPE) de São Paulo, sete em cada dez atos infracionais cometidos por adolescentes na cidade de São Paulo tiveram como autor um menor entre 16 e 18 anos.  Os dados se baseiam em 4,4 mil casos de execução de medidas socioeducativas, de um total de 22 mil processos na capital.

As informações são de processos movimentados entre agosto de 2014 e o fim de maio deste ano.  Em dez meses, o ato infracional mais frequente foi o roubo circustanciado, quando ocorre assalto mediante ameaça com arma de fogo ou participação de duas ou mais pessoas. Esse ato infracional, que não é classificado como hediondo, representou 52,8% dos casos totais. Tráfico de drogas e furto aparecem na sequência da lista dos delitos mais comuns, com 22,8% e 5,9%, respectivamente.

Já na lista de crimes hediondos, o latrocínio (roubo seguido de morte) é o que registra o maior número no universo pesquisado pelos promotores, com 47 casos praticados por adolescentes de 12 a 18 anos. Desses, 78% do total, ou seja, 37 casos foram cometidos pelos menores de pelo menos 16 anos. O segundo tipo de ato infracional mais presente na pesquisa é o descrito como estupro de vulnerável, com 30 casos, seguido pelos homicídios qualificados, com 25 casos.

O relatório ainda destaca que pelo menos três em cada dez menores voltam a ser flagrados em atos infracionais após uma sentença de condenação. Além disso, metade dos que passaram algum tempo como internos na unidade da Fundação Casa volta a ser pego pela polícia por algum outro delito.

Fontes:
O Estado de S. Paulo-7 em cada 10 atos infracionais em SP envolvem adolescentes de 16 a 18 anos

1 Opinião

  1. Ludwig Von Drake disse:

    No Brasil se faz estatística errado, talvez por isso não se solucionam os problemas: do último parágrafo se deduz que no máximo 15 por cento de sete décimos de 4.400 menores são reincidentes no cometimento de atos “infracionários”, que são os delitos de menor poder ofensivo, 462 jovens. No máximo. Um baile funk reúne mais “infracionadores” do que isso.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *