Início » Brasil » A corrida da filiação
Coluna Esplanada

A corrida da filiação

Partidos correm para filiar candidatos a vereadores e a prefeitos até 2 de outubro

A corrida da filiação
Ninguém confia na Dilma e ninguém quer o PT (Foto: ABr)

Com a eleição municipal ‘na porta’, e o calendário eleitoral apertado – apesar da esperança da ‘janela’ para troca de partido, na mesa de Dilma – partidos correm para filiar candidatos a vereadores e a prefeitos até 2 de Outubro. Ninguém confia na Dilma. Outra descoberta dos envolvidos na campanha de filiação é que ninguém quer o PT. ‘O voto de 2016 será o anti-PT’, sentencia um experiente senador da base governista.

Risco petista

Um grupo de deputados cita o mesmo risco: num governo instável, a presidente Dilma pode segurar a sanção da reforma eleitoral com medo de o PT perder filiados.

PT & Petrobras

Outro parlamentar compara o PT com a Petrobras: o partido é uma grande ‘empresa’, pelo tamanho da máquina, mas ninguém investe numa empresa com ações em baixa.

Voz da experiência

Circula no Congresso a história de uma senhorinha do alto de seus 80 anos, na foto de um protesto recente em Brasília, segurando um cartaz: ‘Dilma, fica! Mas melhora!’.

Recado do PR

O burburinho na Esplanada de que o senador baiano César Borges é um dos cotados para assumir a Casa Civil do Planalto foi rebatido de pronto pelo deputado federal conterrâneo João Carlos Bacelar, presidente do diretório do PR na Bahia. ‘Se ele entrar no Governo por uma porta o PR sai da base por outra’.

Caso estivesse lá

Ex-vice de José Serra na disputa em 2010, o federal Índio da Costa (PSD-RJ) dá sua receita caso tivesse que anunciar cortes, a exemplo de Dilma: ‘cortar o próprio salário, voos, só comerciais para toda a equipe; extinguir pagamentos de jetons nos conselhos das estatais; definir cargos por processos gerenciais e não por interesses políticos.

Novela do delegado

Afastado da Polícia Federal e com direitos políticos cassados, Protógenes Queiroz, que se afamou na Operação Satiagraha e depois foi eleito deputado, conseguiu apoio oficial da Associação dos Delegados de PF que pede sua anistia junto à corporação.  

Será?

Protógenes e seus pares acreditam que há setor poderoso da sociedade civil ligado a políticos e em parte do Governo visando intimidar os investigadores da Lava Jato.

Fala, chefe!

Líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE) tem conversado muito com Lula. Muito pouco ou quase nada com a ex-presidente Dilma, não disposta a ouvir.

No ar.. resistência

A Associação dos Empregados da Infraero enviou email aos servidores se prontificando a pagar laudo técnico para verificação da salubridade do prédio da Transbrasil, alugado pela estatal por R$ 380 mil/mês e para onde a direção quer transferir a maioria.

Boa noite, Thaís

Virou piada nas redes sociais um atendimento não completado da assessoria do GDF no Facebook para uma cidadã que reclamou do aumento das passagens de ônibus. Apenas um ‘Thaís, Boa noite’ ficou registrado, para piada geral nos comentários.

O mestrando..

‘Mais grave do que saber quem paga a conta é saber o tamanho da conta’. A frase é do deputado federal Rubens Pereira (PCdoB-MA), cuja tese de mestrado no Instituto de Direito Público é ‘financiamento público de campanhas’.

..e o professor

Em tempo, seu orientador é o professor Gilmar Mendes, ministro do STF. O deputado acompanhou o voto do ministro no plenário do Supremo semana passada.

Falta muito

O PDT não está totalmente envolvido no projeto de Carlos Lupi para se aliar ao PT em 2018. Há resistências na bancada na Câmara.

Ponto Final

“O que fundamentalmente nos une, Hélio Bicudo e eu, é que somos lutadores antigos em prol dos direitos humanos. Lutamos contra a ditadura dos fuzis e agora estamos juntos para lutar contra a ditadura da propina”

Miguel Reale Junior, jurista brasileiro, autor do pedido de impeachment de Dilma

 

Com Equipe DF, SP e Nordeste

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *