Início » Brasil » A crise política brasileira está retendo toda a economia
Crise

A crise política brasileira está retendo toda a economia

Não são só as grandes empresas que estão sofrendo com a crise, as pequenas também

A crise política brasileira está retendo toda a economia
Para piorar, a inflação está acima do esperado pelo Banco Central (Foto: Pixabay)

No Brasil, a General Motors está parando fábricas e despedindo milhares de funcionários. A Latam Airlines, a maior da região, por sua vez, está cortando voos. E no meio da mais profunda crise política e econômica, vários mercados estão sendo congelados ou encolhidos, enquanto pequenas empresas reduzem os preços e mudam de foco.

“A instabilidade política é enorme e está paralisando o Brasil”, disse Eduardo Fischer, diretor presidente regional da construtora MRV. Em Brasília, “decisões e ações que precisam ser tomadas estão sendo atrasadas, questionadas ou derrotadas e nada acontece”.

Até lanchonetes estão sendo prejudicadas, a loja de sucos e sanduíches Carambola’s, em São Paulo, observou uma queda de 30% durante o almoço desde alguns meses atrás.

Políticos da oposição e uma parcela da população estão pedindo pela renúncia da presidente Dilma Rousseff. Sua popularidade afundou em um nível recorde. Enquanto isso, os presidentes do Senado e da Câmara dos Deputados estão sendo investigados num esquema de propina que canalizou o dinheiro da Petrobras para partidos políticos.

Para piorar, a inflação está acima do esperado pelo Banco Central. O real brasileiro é a moeda de pior desempenho no mundo este ano. A crise lembra os anos 1990, quando funcionários mudavam os valores das etiquetas dos produtos de supermercados durante todo o dia por causa da hiperinflação. Para outros, é uma experiência nova e assustadora.

“As gerações mais jovens não viveram nenhuma volatilidade”, disse Fernando Perlatto, professor de sociologia da Universidade Federal de Juiz de Fora. “Isso contribui para a incerteza. As pessoas estão cortando custos, não estão se casando, e tal. Na universidade, nós não estamos mais marcando conferências, viagens ou eventos acadêmicos. ”

A MRV, a segunda maior construtora do Brasil, não está avançando com muitos projetos novos, uma vez que aguarda a aprovação de um financiamento adicional para as habitações de baixa renda, um pilar do Partido dos Trabalhadores de Dilma. Em maio, o governo anunciou que estava congelando bilhões de reais em gastos, inclusive R$ 5,6 bilhões do programa habitacional.

 

 

Fontes:
Bloomberg-Brazil’s Political Crisis Puts the Entire Economy on Hold

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *