Início » Brasil » A lógica do chuchu
'preço justo'

A lógica do chuchu

Em busca desse tal 'preço justo', o governo Dilma vai conseguir criar a prateleira vazia e o mercado negro

A lógica do chuchu
O monitoramento das diárias de hotel durante a Copa das Confederações é mais um caso que demonstra o viés intervencionista do governo (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O ministro do Turismo, Gastão Vieira, disse nesta quinta-feira que o governo vai monitorar o comportamento das diárias de hotéis para evitar preços abusivos durante a Copa das Confederações, em junho. Trata-se de apenas mais um caso entre tantos que demonstra o viés intervencionista desse governo atual.

O ministro Guido Mantega já declarou que o câmbio pode flutuar, mas perto do seu preço “justo”, assim como o ministro de Minas e Energia, Lobão, afirmou que o preço da gasolina era livre, desde que sem abusos. Na cabeça de todos os ministros de Dilma, pelo visto, a ideia de preço livre existe somente atrelada à convergência para o que eles consideram preço justo. Preço de mercado, nesse caso, seria preço de Estado.

Nenhum governo precisa de tabelamento oficial de preço quando adota essa noção de preço livre. O mais preocupante, naturalmente, é constatar que esse governo não tem o menor conhecimento sobre o funcionamento do mercado, sobre as leis de oferta e demanda. E ainda querem segurar os índices oficiais de inflação com esse tipo de malandragem, postergando ajuste de ônibus e aluguel, travando na marra tarifas de hotéis e preço da gasolina, concedendo desoneração pontual para produtos que subiram muito.

É a “lógica do chuchu”, alusão ao método com que o então ministro Delfim Netto combatia a inflação no passado. Em busca desse tal “preço justo”, o governo Dilma vai conseguir criar a prateleira vazia e o mercado negro. Socorro!

 

* Diretor do Instituto Liberal

Nota: A expressão “inflação do chuchu” ora é atribuída a Delfim Netto [veja aqui e aqui] ora a Mário Henrique Simonsen [veja aqui].

Fontes:
Instituto Liberal-A lógica do chuchu

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. helo disse:

    Governo inchado e que pensa que só ele sabe, se ilude. Tem muito brasileiro que sabe pra chuchú e torce mais e pode mais pelo Brasil que o governo. Devemos a esses milhares deles não termos afundado de vez.

  2. celso disse:

    Oi helo,
    Falar é fácil, fazer é outra coisa. O Brasil já teve muito governante, mas nenhum fez muita coisa. Todos tiveram seus mensalões sob as mais diversas formas. Pois a base aliada não é tão aliada assim. Parece que carecemos de estadistas genuínos.
    Há 50 anos defendo o fato de que ninguém segura esta Nação, mas por incrível que pareça a coisa não acontece.
    Houve um governo que defendia o fato de que nossa balança comercial poderia ser deficitária em 30 bilhões de dólares anualmente, porque seria perfeitamente financiável. Olhando para os EUA temos uma idéia do que nos aconteceria e olha que eles podem emitir dólares à vontade. Mas o ideal está na China, Japão, Alemanha.
    Coisas do tipo referente ferrovias. Um belo dia alguém que tinha muitas ferrovias convence o Brasil de que ele não deveria ter ferrovias, mas investir em rodovias. Inacreditável. Estamos pagando até hoje (haja custo Brasil). Ai vem à informação de que a presidente Dilma quer que o Brasil produza vergalhões, já que produz ferro. Como pode, ainda não produzimos os vergalhões? Óbvio que devemos aplaudir uma decisão destas, independente de partido.
    Nossa produção de energia é a de custo mais baixa que existe. Mas nossos preços são um dos maiores do Mundo. Quem pode explicar isto?(custo Brasil) Aí vem a presidente Dilma é reduz o preço de nossa energia, que continua extremamente alta em relação aos nosso concorrentes diretos. Óbvio que devemos aplaudir uma decisão destas, independente de partido. Observe os dados: Brasil US 34,18/kWh
    China US 7,5 to 10,7 kWh
    Russia US 1,7 to 9,58 kWh
    USA US 8 to 17 KWh
    Nossos juros por duas décadas sufocaram o crescimento desta Nação, aí vem a presidente Dilma e mostra que não é por aí. Óbvio que devemos aplaudir uma avaliação destas, independente de partido.
    Tínhamos uma indústria de armamentos. Um dos maiores mercados do mundo. Foi desmantelada.
    Tínhamos um início de uma indústria naval. Outro mercado enorme. Destruíram.
    Querem nos convencer que nossas indústrias deveriam ser todas (exagero) de capital privado, independente se brasileiro ou não. E a nossa balança de pagamentos que se exploda com a remessa de lucros.
    Poderemos listas muitas coisas boas que o Brasil poderia ter e por razões inexplicáveis, não tem.
    Continuo otimista, espero que algum dia cheguemos lá.

  3. celso disse:

    Ultima da Reuters.
    “A produção industrial brasileira subiu 2,5 por cento em janeiro frente a dezembro, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira.”

    “Na comparação com janeiro de 2012, a produção subiu 5,7 por cento.”
    Creio que isto pode ser eleitoreiro ou sem credibilidade. Deve ser sazonal, sem continuidade. Tomara que não.

  4. celso disse:

    Se não monitorar acontece de tudo.
    “Alemanha multa Nestlé por combinar preços de chocolate com concorrentes”
    “A agência de concorrência da Alemanha multou 11 fabricantes de chocolate e doces em mais de € 60 milhões por combinarem o aumento de preços dos produtos.”
    Se na Alemanha o pessoal arrisca aprontar, imagina em paises como o Brasil.
    Isto é o que denominamos de liberalismo.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *