Início » Brasil » A mensagem de fim de ano dos políticos
GRITA BRASIL

A mensagem de fim de ano dos políticos

Você é um idiota! Ou você só pode ser um

A mensagem de fim de ano dos políticos
A coluna Grita Brasil é publicada às quintas

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Crise nos estados! Crise no Brasil! Caos político! Delações, acusações, incertezas, surpresas nem tanto, Lula é réu pela quinta vez. Presidenciáveis são citados na Lava-Jato: nomes como Lula (PT), Marina Silva (Rede), Aécio Neves (PSDB), José Serra (PSDB), Geraldo Alckmin (PSDB) e Michel Temer (PMDB).

E você então pensa… E agora? Se o Temer não chegar ao fim do seu mandato? Se houver uma nova eleição? Quais dos presidenciáveis você teria confiança e coragem de votar para ser seu presidente? E caso não tivéssemos outros nomes? E pelo andar da carruagem não teremos quase nenhum nome para dar um voto de confiança. Tudo é questão de tempo e do avanço da Lava-Jato. E como fica então o país diante desse dilema e impasse? Alguém tem que governar o país. Mas quem?

As pesquisas de uma possível eleição em vários cenários que aponta Lula como candidato e com uma porcentagem significativa de votos são um atestado incontestável de que ainda existem pessoas idiotas capazes de atos assim. Lula? Não deveria nem passar pela cabeça de ninguém a remota possibilidade dessa coisa ser candidato, mas segundo o presidente nacional do PT, Rui Falcão, Lula é o único candidato que eles têm. Tudo bem que Marina aparece ganhando em segundo turno em vários cenários, mas ela apareceu também na delação de Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, mas que foi suspensa. Mas o fato de ter sido citada já me coloca uma pulga atrás da orelha. Se bem que não consigo ver Marina presidente de nenhuma maneira. Mesmo nem sendo citada.

E isso tudo me incomoda a ponto de desejar cada vez mais conseguir uma maneira de ir embora daqui. Não só do Rio — valeu Sérgio Cabral, Pezão, Eduardo Paes –, mas do Brasil.

Só que enquanto as pessoas não se conscientizarem de que estão sendo feitas de idiotas, eu só lamento, vamos cada vez mais para o fundo do poço que já não deve ter nem fundo. Já passamos do pré-sal.

Quer mais outro exemplo fácil? Como é de praxe em se tratando de ratos, quero dizer, políticos, os vereadores de São Paulo — ATENÇÃO, SÃO PAULO!! — conseguiram a proeza de a 11 dias do fim do mandato aprovar o reajuste de seus próprios salários. O reajuste foi de 26,3%. Dos 55 vereadores, 30 foram a favor, 11 contra e 14 se acovardaram e não votaram. Não mostraram a sua cara. O reajuste não depende da sanção do prefeito. Ou seja, todos se deram bem. É vil. É baixo. É mesquinho. É um tapa na cara de cada um de nós. Eu, mesmo sendo do Rio, me sinto estapeado.

Acho que é até mais que um tapa. É uma cusparada mesmo, daquelas bem dadas.

As pessoas deveriam se revoltar. Mas não adianta só se revoltar e bater panela. Isso não vai fazer o aumento ser suspenso. As pessoas deveriam anotar o nome de cada um deles, e lembrar para o resto da vida que aquele vereador riu delas, cuspiu na cara delas e aumentou o próprio salário em 26,3% no mesmo momento em que o país passa por uma de suas maiores crises. No mesmo momento em que o seu salário mínimo vai continuar mínimo com o aumento em uma casa decimal, e que não fará quase diferença na sua vida. Pois, diante do quadro grave econômico, esse aumento é a mesma coisa que nada.

Eu fico tentando imaginar como é o processo na cabeça de um vereador, que vê o seu eleitor sofrendo, passando por necessidades e lutando pra sobreviver com seu mísero salário. Então ele (vereador) acorda, olha para o lado, olha para o outro lado, e resolve que, já que não está fazendo nada, vai aumentar o próprio salário.

É revoltante. Nessa hora não existe ser carioca, ser paulista, mineiro. É o cidadão que sente. É o cidadão que vê vários estados — inclusive o meu — parcelando em até nove vezes os salários de servidores, pois não têm dinheiro.

Eu só queria que casos assim ganhassem manchetes gigantes, que a foto de cada um que votou sim fosse estampada nos jornais, redes sociais e na televisão.

Mas isso só vai acabar quando as pessoas de verdade tomarem as rédeas das mudanças que têm que ser feitas na política, e que façam valer o seu voto. Mas parece que não adianta esse blá, blá, blá. É como disse um dia o ex-presidente da Câmara Severino Cavalcanti, que renunciou para não ser cassado: amanhã o eleitor esquece e te elege novamente.

Tá na hora de deixar de ser idiota! Aliás, a hora já chegou faz tempo. Cada um no seu tempo, mas vamos nos esforçar?

No mais…se for possível, desejo a todos um FELIZ NATAL!

Salve as baleias. Não jogue lixo no chão. Não fumem em ambientes fechados.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

6 Opiniões

  1. Welbi Maia Brito disse:

    Como os próprios delatores relataram, eles nunca estiveram com Alckmin para tratar de doações ou propinas. Ele nunca participou de nenhuma negociação. Todas as contribuições recebidas em campanhas eleitorais disputadas por Alckmin foram devidamente contabilizadas e informadas à Justiça Eleitoral pelos respectivos comitês financeiros cujos membros eram os únicos autorizados a falar em nome do candidato. E nos demais casos ele não é investigado. Definitivamente, não há nada contra Alckmin.

  2. Ivone disse:

    Welbi

    Seu cargo comissionado deve ser bem alto para defender desta forma o governador Alckmin.

    A listinha de notáveis destacada pelo Claudio no primeiro parágrafo é indefensável!!!

    Por favor, salve as baleias e ACORDE que ainda dá tempo de você se salvar.

  3. Rogerio Faria disse:

    O brasil acabou…

  4. carlos alberto martins disse:

    é uma pena que não tenho como me candidatar a presidente da república porque a minha primeira providencia seria decretar estado de ´sítio e colocar todos os quadrilheiros políticos na penitenciária,apesar de saber que os mesmos fugiriam para paraísos fiscais.póbre povo brasileiro.

  5. Áureo Ramos de Souza disse:

    Como se salvar se estamos com uma quadrilha apoiada por eles mesmos e nós só temos de votar e depois vermos a m que fizemos. Nenhum irá servir, e sim irá para seus filhos netos e sua digníssima senhora esposa.e encher de joias a bem amada. Temos que usar esta frase”DEIXEMOS DE SER IDIOTA”.

  6. Natanael Ferraz disse:

    De todos os problemas verificáveis na matéria, o único cuja solução depende inteiramente de nós é comprar uma boa gramática.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *