Início » Opinião » Artigos » Acorda Brasil!
GRITA BRASIL

Acorda Brasil!

Com vários estados falidos e o Brasil em crise, como um juiz pode reclamar que não tem aumento?

Acorda Brasil!
A coluna Grita Brasil é publicada às quintas

Ei, você, é você mesmo! Larga esse celular. Dá pause no Netflix. Aproveita o intervalo da novela. Levanta da poltrona. Acorda!

Você gostaria de receber um auxílio-moradia? Mesmo tendo um apartamento na cidade em que você mora? Não seria legal? Já pensou algo em torno de R$ 4 mil a mais na sua conta de mão beijada?

Então, o desembargador, Manoel de Queiroz Pereira Calças, que tomou posse como presidente do Tribunal de JUSTIÇA de São Paulo na última segunda-feira, disse em entrevista que não acha nada de mais e de errado receber o beneficio mesmo sendo ele dono de vários imóveis (são 60 imóveis que diz ter recebido de herança) em São Paulo. Ainda disse que o valor de R$ 4 mil é muito pouco e justificou que esse auxilio está pautado e previsto na Lei Orgânica de Magistratura.

O salário do desembargador é de R$ 30.471,11 e esse auxílio-moradia seria segundo ele uma forma de compensar a falta de reajuste dos salários dos juízes e outros servidores de grandes salários.

E não pense que é algo exclusivo de São Paulo. Aqui no Rio tem também essa festa e no seu estado com certeza tem também. A festa do auxílio-moradia é nacional.

Com vários estados falidos, o Brasil em crise, apesar de uma propaganda a meu ver enganosa de que está tudo começando a fluir, empresas demitindo ou renegociando salários oferecendo redução ou em alguns casos demissão, como um juiz, um desembargador com um salário desses pode ainda reclamar que não tem aumento?

Reposição salarial é um direito de todos, mas dependendo da ocasião, ela deve ser entendida como um “sacrifício” momentâneo. Ainda mais se tratando de funcionários públicos que recebem altos salários e sabendo que muitos servidores públicos estão sem receber, esses comentários e certos benefícios deveriam ser uma questão moral para eles.

E o trabalhador que ganha um salário mínimo será que não teve também perda salarial? Ou são só os trabalhadores de altos salários? Será que o preço do terno importado aumentou? O preço do salmão, do caviar, da água Perrier?

É vergonhoso ouvir isso de um desembargador. Os gastos com esse auxílio passam do bilhão de reais. E é uma parte do salário isenta de imposto de renda.

Mas para o desembargador o recebimento é ético porque está na lei. Fácil justificar o injustificável à guisa da lei. E a moral desses que recebem auxílio-moradia sem precisar?

A moral disso está camuflada de que está na lei. Na lei feita por pessoas dessa laia. Por pessoas que tem um pensamento mesquinho, idiota e que não pensa no coletivo. Onde está o “o auxílio-moradia é parte incorporada do salário, salvo para aqueles que possuem imóveis na cidade, salvo aqueles, blá, blá.”

Simples resolver isso. Mas para eles é mais simples simplesmente receber por algo que nem é necessário, mas que se institui moral e ético num país sem a menor moral e sem a menor ética, salvo raríssimas exceções.

Esse tipo de artifício para aumentar o salário de quem já ganha bem a um custo incomensurável para a população que deixa de ter esse dinheiro usado em seu próprio benefício.

Enquanto a população não clamar por mudanças radicais em certas regalias, vamos continuar fadados a um país belo de se viver, mas totalmente fracassado no que diz respeito ao respeito com o cidadão.

Na Suíça, por exemplo, o governo pretendia renovar as aeronaves do exército, (com o mesmo modelo que o nosso exército), então o governo perguntou ao povo, aos contribuintes o que eles achavam. A resposta foi que não era necessário naquele momento. E o que fez o governo? Simplesmente não comprou. O dinheiro será usado em algo que a população aprove. Isso é um país, com P maiúsculo, e com um Governo com G maiúsculo. De quem eles deveriam e devem se orgulhar e muito.

Aqui se o nosso governo tivesse a mesma coragem que eles têm de roubar, para perguntar o que nós achamos, acho que a carreira de político no Brasil estaria acabada.

Se liga. Aproveita o carnaval e tente refletir um pouco. As eleições estão vindo. E tudo isso está ligado nessa teia que é o nosso mundo político.

Salve as baleias. Não jogue lixo no chão. E bom carnaval.

 

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

5 Opiniões

  1. Ronald disse:

    É uma aberração. Por outro lado devemos considerar que o aumento salarial baseado em índices, como o utilizado no Brasil e NUNCA questionado pelos defensores dos trabalhadores, é uma das causas da disparidade salarial existente no Brasil. Quero ver uma lei ou um governo que tenha a coragem de propor um aumento fixo para todo mundo de forma igual. O litro da gasolina é o mesmo, seja para pobre ou milionário então, façamos o seguinte. Em 2019 o aumento será de R$ 300,00 para todo mundo. Dinheiro de pinga para os magistrados e felizardos do serviço público (de péssima qualidade, diga-se de passagem) mas por outro lado, uma quantia significativa para os mais pobres e tem mais, a diferença em reais de quem mais ao que menos ganha permanece a mesma, diferente de quando usamos um aumento definidos em índices.

  2. Markut disse:

    Esta é a tragédia. Formar um eleitorado capaz de escolher adequadamente os seus representantes supõe uma capacidade de discernimento que só várias gerações de escolaridade básica competente é capaz de ter. Visto por esse lado, as eleições de 2018 estão aí, nas portas, e nada indica que tenhamos um eleitorado suficientemente esclarecido para separar o joio do trigo.
    Salvo algum milagre inesperado, continuaremos a ter a predominância do joio, que continuará a afirmar que basta ser legal, para ser ético.

  3. Carlos Valoir Simões disse:

    Eu não me perfilo com aqueles que acham que alguns tenham que perder para que outros possam ganhar, isso é pensamento de comunista, invejoso ou medíocre. Se há coisa boa eu também quero, e quero que todos tenham, na medida de seu esforço pessoal.
    – Ahhh!, mas não tem para todo mundo, dizem alguns.

    Isso é pensamento de comunista. Se produzir, tem.

  4. Laércio disse:

    O Brasil está fora de controle.
    Nossas leis, instruções, magistrados, sistema político são ineficazes na correção e ou convocação da sociedade quanto resolução do problema.

    Já está tudo acabado e estamos em meio a uma guerra não declarada.

  5. Beraldo disse:

    Os coxinhas perderam a noção de convicção político-ideológica.

    Como um coxinha tem o atrevimento de fazer uma pergunta desta, no sub-título da matéria.

    K K K K K K K K K K K K K K K K K K K K K K K K K K K K K K K K K

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *