Início » Brasil » Adversários já centram fogo em Haddad
ELEIÇÕES 2018

Adversários já centram fogo em Haddad

'Perseguidores' de Bolsonaro lutam por vaga em segundo turno

Adversários já centram fogo em Haddad
Haddad tem potencial para 'herdar' votos de Lula (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

As últimas pesquisas do Datafolha e do Ibope mostram empate técnico entre os “perseguidores” de Jair Bolsonaro, aqueles que, segundo os analistas políticos já dão como certo, disputam a vaga que resta no segundo turno da eleição presidencial de outubro. A primeira vaga já seria de Jair Bolsonaro (PSL), que, sem Lula no páreo, lidera com folga as pesquisas de intenção de voto.

São eles: Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (Rede), Geraldo Alckmin (PSDB) e Fernando Haddad, que nesta terça-feira, 11, foi oficializado como substituto do ex-presidente Lula, declarado inelegível pelo TSE, na cabeça de chapa para a corrida ao Planalto da coligação liderada pelo PT.

Atentos ao potencial de transferência de votos de Lula para Haddad, seus adversários diretos na luta para chegar ao segundo turno já centram fogo no novo candidato do PT.

Após a oficialização de Haddad, Ciro Gomes disse que o ex-prefeito de São Paulo seria “presidente por procuração” de Lula. Já Marina Silva afirmou que votar em “indicado” pode levar o Brasil a um “poço sem fundo”.

Alckmin, por sua vez, considerou que a estratégia do PT até aqui consistiu em uma “enganação”, que tinha entre seus objetivos preservar Haddad do debate eleitoral.

“Parou a enganação. É inacreditável o que o PT fez esse tempo todo sabendo que o Lula não seria candidato e com dois objetivos. O primeiro é vitimização e o segundo é proteger o Haddad”, disse o ex-governador de São Paulo.

Fontes:
UOL - Haddad seria 'presidente por procuração' de Lula, afirma Ciro
G1 - Marina diz que Haddad é semelhante a Dilma e que votar em 'indicado' pode levar Brasil ao 'poço sem fundo'
O Globo - 'Parou a enganação', diz Alckmin sobre anúncio da candidatura de Haddad

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *