Início » Brasil » Agressor de Bolsonaro teria doença mental, segundo laudo
ATENTADO A BOLSONARO

Agressor de Bolsonaro teria doença mental, segundo laudo

Caso doença mental seja confirmada, Adélio Bispo não poderá ser punido judicialmente

Agressor de Bolsonaro teria doença mental, segundo laudo
Laudo, porém, ainda conta com divergências (Foto: Divulgação/Assessoria de Comunicação Organizacional do 2° BPM)

Responsável pela tentativa de assassinato do presidente Jair Bolsonaro, Adélio Bispo sofre de uma doença mental. A conclusão é de um laudo de peritos indicados pela Justiça Federal. Por ter uma doença mental, Bispo não poderia ser punido criminalmente.

Segundo o laudo, Adélio Bispo tem “transtorno delirante permanente paranoia”, sendo, então, considerado inimputável. Ademais, o documento revela que Bispo, que está preso, disse que, ao sair da cadeia, tentará, mais uma vez, matar Bolsonaro, pois não cumpriu sua missão.

No entanto, o procurador da República Marcelo Medina informou ao portal G1 que existe divergências entre os laudos psiquiátrico e psicológico, ambos pedidos pela Justiça Federal. “Sobre o teor dos laudos, nada posso informar. Divergem quanto a questões relevantes, não posso dizer quais e por que são relevantes, porque o processo de incidente de insanidade mental está em sigilo”, explicou.

Os laudos teriam sido entregues no dia 15 de fevereiro. Na semana seguinte, Medina solicitou maiores esclarecimentos sobre o documento. Segundo o G1, há três possibilidades a surgirem dos laudos: Adélio Bispo ser considerado imputável, podendo responder integralmente; semi-imputável, com redução de pena se condenado; e inimputável, quando são aplicadas apenas medidas cautelares.

 

Leia mais: Moro informa Bolsonaro sobre investigação de atentado
Leia mais: PF pede mais 90 dias para apurar atentado contra Bolsonaro

Fontes:
G1-Laudo aponta que agressor de Bolsonaro tem doença mental

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *