Início » Brasil » AGU barra curso-passeio de servidores na Califórnia
Coluna Esplanada

AGU barra curso-passeio de servidores na Califórnia

Curso-passeio com aulas de inglês e direito comparado foi barrado só este ano

AGU barra curso-passeio de servidores na Califórnia
Festa de amigas do curso em uma limusine (Fonte: Reprodução/Coluna Esplanada)

Enquanto a maioria ralava em Brasília, turma seleta da Advocacia Geral da União se esbaldou, com licença remunerada, em aluguel de conversíveis, festas em limusine, passeios nas praias e badalações em bares de San Diego, na Califórnia, revelam fotos nas redes sociais. Foram 18 dias de ‘aula’, em janeiro de 2011 e 2012, para 80 servidores, no ‘Curso de Introdução de Direito Americano’, parceria com Thomas Jefferson School of Law. O curso-passeio com aulas de inglês e direito comparado – disciplinas do currículo de qualquer faculdade de graduação de advogado no Brasil – foi barrado só este ano. (Veja fotos no site da coluna)

Leandro Mazzini é escritor e jornalista

Patotinha

A AGU bancou as passagens de ida e volta de 10 bolsistas, que não pagaram nada. Os outros servidores pagaram seus custos de passagem, alimentação e hospedagem.

Respaldo

Os privilegiados foram tutelados pela Escola da AGU. A ‘manutenção da remuneração’, segundo a assessoria, foi ‘nos termos do art. 95 da Lei 8.112/90’.

Porteira aberta

E não foram só os Advogados da União. O curso ofereceu vagas também para Procuradores Federais, da Fazenda e do Banco Central, além de ‘cargos de direção’.

Vazamento aéreo

O líder do PSDB no Senado, Aloysio Nunes (SP) protocolou requerimento de informação ao Ministério da Defesa. Quer lista completa de voos da FAB e suas autoridades, assim como parentes e caroneiros, entre 2010 e 2012. O senador desconfia de ‘vazamento seletivo’. Ou seja, só políticos do PMDB foram denunciados. Por ora.

Afiado a jato

O assunto ganhou pauta ontem. ‘Ela (Dilma) tem que ser a primeira a dar exemplo. Não estamos tratando de interesse privado. Ministros, senadores e deputados também, e não há que ter lixo debaixo do tapete’, analisa o senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES).

A candidata

A senadora Vanessa Graziotin (PCdoB) não esconde mais que será candidata ao governo do Amazonas, e busca apoio do PT. O maior adversário será o senador e ex-governador Eduardo Braga (PMDB).

Revés

O senador João Claudino (PTB-PI) rejeitou, como relator, PL 29/10, da então deputada Vanessa, que institui 13 de maio como Dia das Religiões Africanas e Ameríndias.

Concorrência

A senadora Maria do Carmo (DEM-SE) quer que o 31 de outubro – o famoso Dia das Bruxas americano – seja por aqui o Dia Nacional da Proclamação ao Evangelho.

Palmadas na pauta

A Comissão de Constituição e Justiça incluiu na pauta de amanhã a votação do relatório sobre a Lei das Palmadas, aquela que prevê prisão para pais que derem ‘castigo pesado’ aos filhos. O projeto divide os deputados.

Povo é contra

Um relatório do Disque Câmara de janeiro a junho do ano passado revelou que 94,6 % dos ouvidos são contra a ‘Lei das Palmadas’. Quarta passada, a apresentadora Xuxa baixaria em Brasília com aquela turma de artistas para fazer lobby pela aprovação.

Tô Fechado

Cena curiosa no Senado. Aloysio Nunes falava sobre a redução do número de suplentes, que ocupa vaga ‘também em caso de morte’. Súbito, correu a uma porta da sala 15 das Comissões e deu três batidas.

Brecou

Deputados da Frente da Educação reclamam das prioridades do governo. Usa-se o FGTS para se financiar de tudo, menos a educação. Está parado há dois anos o PL 7747/10 do deputado Augusto Carvalho que prevê o fundo para pagar ProUni e FIES.

Segurança nacional

O que será que os militares vão dizer quando a Petrobras concretizar a concessão dos oleodutos, como adiantou a coluna? É assunto de soberania nacional, para a caserna.

Mar adentro

Clima tenso nos Correios. O Postalis, fundo de pensão, investiu R$ 130 milhões em ações de empresa de Eike há dois anos. Elas caíram, e sem previsão de alta.

Ponto Final

Se o Anderson Silva no UFC vendeu por US$ 23 milhões o cinturão, como fofoca nas redes, imagine quanto custou aquele beijo no adversário na apresentação.

Com Maurício Nogueira e Adelina Vasconcelos

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

7 Opiniões

  1. Mauricio Fernandez disse:

    Será que vai ter passeata para protestar contra o passeio da “patotinha” da AGU na Califórnia? Muito engraçadinha a patotinha…. muito! Vão para casa minha gente, continua tudo da mesma forma, do mesmo jeito e o circo só aumenta.

  2. sisi disse:

    Bem como dizia a frase Isso é Brasil! e não vai mudar nunca então vamos para casa dormi…

  3. sisi disse:

    Bem como dizia a frase Isso é Brasil! e não vai mudar nunca então vamos para casa dormir…

  4. Carlos U. Pozzobon disse:

    Esse passeio por San Diego não deixa dúvidas de que o Direito Americano é mesmo muito complexo e diferente do nosso. Eu sei que eles não seguem a tradição do direito romano, que não promove passeios e nem prevê limusines, porém seus fundamentos estão radicados no direito anglo-saxão, que é mais expedito e direto, passando do auditório ao bar, e do bar aos aposentos íntimos sem necessidade de nenhum recurso jurídico protelatório. Resta saber até quando a sociedade vai ficar assistindo a estes acintes sem recorrer aos embargos das pedradas.

  5. Áureo Ramos de Souza disse:

    Todo dia se ler novidade e providência nenhuma, também quem está a frente vive do mesmo modo

  6. Elisa disse:

    É por causa desses irresponsáveis e privilegiados/desonestos funcionários que o povo pensa mal de todos os servidores públicos. Entretanto, posso afirmar sem medo de errar: esses vagabundos são exceções e resultam da má administração de determinados órgãos públicos. Temos que continuar vigiando!

  7. Marluizo Pires Cruz disse:

    Essa foto pode ser representativa da genialidade técnica administrativa dos setores público do Brasil retrata a doença crônica que há 513 anos mantém o país subdesenvolvido, principalmente na administração pública de atendimento dos deveres do Estado para com o Povo. O direito a ser aprendido é que devemos repudiar as sanguessugas dos recursos públicos. O péssimo exemplo dessas servidoras foi contestado na belíssima música Brasil do poeta Cazuza.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *