Início » Brasil » Ajuda de R$ 1 mi do Brasil contra vírus ebola recebe críticas
Surto de ebola

Ajuda de R$ 1 mi do Brasil contra vírus ebola recebe críticas

O Grupo Especial Interministerial, que discute a doença no Brasil, constatou que a ajuda brasileira é inferior ao que seria razoável

Ajuda de R$ 1 mi do Brasil contra vírus ebola recebe críticas
O Brasil ajudou com o envio de 14 kits médicos para a Libéria, Serra Leoa e Guiné (Reprodução/Ministério da Saúde)

Enquanto Índia, Estados Unidos e até mesmo a Venezuela mobilizaram altos montantes para ajudar a crise do ebola na África, o Brasil desembolsou apenas R$ 1 milhão (US$ 400 mil) para as nações afetadas. O dinheiro ainda não havia sido depositado nesta quinta-feira, 2.

A Índia doou US$ 12 milhões; a África do Sul, US$ 3 milhões; a China, US$ 36 milhões; e os Estados Unidos, liderando os esforços, já desembolsaram US$ 175 milhões e prometeram mais US$ 750 milhões ao longo dos próximos seis meses. Na última Assembleia da ONU, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou que o país vai doar US$ 5 milhões.

O Brasil ajudou com o envio de 14 kits médicos para a Libéria, Serra Leoa e Guiné. Cada kit brasileiro é composto de medicamentos e itens de primeiros socorros, e tem capacidade de atender 500 pessoas durante três meses.

“O Brasil é um dos países com mais embaixadas na África e grande política de aproximação com o continente, este é um momento importantíssimo para ajudar esses países. O Brasil poderia mostrar sua solidariedade de forma mais substancial, à altura do país”, diz Susana de Deus, diretora geral da ONG Médicos sem Fronteiras no Brasil.

O Grupo Especial Interministerial (GEI), que discute a doença no Brasil, constatou que a ajuda brasileira é inferior ao que seria razoável. O grupo pediu um “crédito extraordinário” para ajudar os países afetados e aguarda resposta.

Parte do dinheiro pedido pelo GEI seria usado no transporte de alimentos para a África. A presidente Dilma Rousseff aprovou a doação de 32 mil toneladas de arroz (cerca de R$ 23 milhões) e 23 mil toneladas de feijão (R$ 34 milhões) para populações afetadas por cinco crises humanitárias: a do ebola e os conflitos na Síria, em Gaza, no Iraque e no Sudão do Sul. Mas não há dinheiro para transportar esses alimentos.

Fontes:
Folha-Ajuda de R$ 1 mi do Brasil contra vírus ebola é alvo de críticas

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *