Início » Brasil » Alta do desemprego pode ser duradoura, alertam economistas
Economia

Alta do desemprego pode ser duradoura, alertam economistas

Segundo economistas, o país vive um momento sem precedentes

Geralmente, os índices de desemprego caem no início do segundo semestre, mesmo em anos difíceis para a economia. Em 2009, por exemplo, a economia sentia os efeitos da crise financeira global. Em abril, a taxa chegou a 8,9% e começou a cair em maio, encerrando o ano em 6,8%. Porém, em 2015, o desemprego continua subindo neste segundo semestre. Segundo economistas, o país vive um momento sem precedentes.

“A curva [do gráfico] está completamente fora do padrão. O comportamento neste ano já está diferente dos outros e, provavelmente, vai continuar diferente”, afirma João Saboia, professor do Instituto de Economia da UFRJ e especialista em mercado de trabalho.

Em julho, o desemprego foi influenciado pelo aumento das demissões e também por conta da maior procura por emprego. A população economicamente ativa, ou seja, os empregados e os que estão em busca de emprego, aumentou 1,9% em relação a 2014. Enquanto isso, o ínidce daqueles que não estão trabalhando, nem à procura de trabalho se manteve quase estável frente a 2014.

 

Fontes:
O Globo-Desemprego em alta pode ser duradouro, dizem economistas

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *