Início » Brasil » Apagão atinge 3 milhões de pessoas em quatro regiões do país
energia

Apagão atinge 3 milhões de pessoas em quatro regiões do país

Falta de energia aconteceu nesta terça graças a uma sobrecarga, um dia depois da ONS registrar consumo recorde no país

Apagão atinge 3 milhões de pessoas em quatro regiões do país
Conta de luz deveria estar mais cara, mas está sendo subsidiada pelo governo (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Um apagão atingiu as regiões Centro-Oeste, Sul, Sudeste e Norte do país nesta terça-feira, 4. Todos os estados do Sul ficaram sem luz, assim como localidades em São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Tocantins, Goiás e Espírito Santo. Segundo autoridades, houve superaquecimento e o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) automaticamente desligou estações para aliviar a carga, afetando 3 milhões de pessoas.

Foram atingidas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, no Sudeste; Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, no Sul do país; Mato Grosso, no Centro-Oeste; e Tocantins, no Norte. Há ainda relatos não confirmados em Goiás e Espírito Santo.

Segundo o ONS, a energia foi restabelecida às 16h em todas as localidades. O incidente ocorreu um dia após o registro de um recorde do consumo de energia, devido ao intenso calor. Nesta segunda-feira, 3, às 16h32m, o consumo nacional atingiu 84.331 MW. O último grande apagão aconteceu ano passado, em agosto, devido a uma queimada no Piauí, e deixou boa parte do Nordeste sem energia.

Desta vez, São Paulo foi o estado mais atingido, com 1,2 milhão de unidades sem energia. O problema também atingiu a linha 4 do metrô. A concessionária ViaQuatro informou que houve falha no sistema elétrico de tração, o que provocou a parada de estações, e trens circularam em velocidade reduzida em outras.

Na última segunda-feira, 3, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, declarou que o risco de faltar energia no Brasil é zero, apesar da falta de chuva e do baixo nível dos reservatórios. De acordo com a ONS, os reservatórios estão com menos de 40% da sua capacidade total de preenchimento.

Conta mais alta

Em situações de pouca chuva no verão, as usinas termelétricas são acionadas para poupar água nos reservatórios e evitar apagões no inverno.

A geração de energia pelas  termelétricas é mais cara, e a conta seria repassada aos consumidores. Para evitar um aumento brusco, o governo está usando dinheiro do Tesouro para bancar essa alta. Até agosto de 2013, o valor que deveria ser repassado aos consumidores era de R$ 8,6 bilhões, o que levaria a uma alta de até 8% nas contas de luz.

Fontes:
g1-Risco de faltar energia elétrica no Brasil é ‘zero’, diz ministro
O Globo-Apagão nas regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste atingiu 3 milhões de clientes
O Globo-Pane em transformador teria causado apagão que afetou três regiões do país

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *