Início » Brasil » Aplicativos ajudam usuários a economizar
TECNOLOGIA

Aplicativos ajudam usuários a economizar

Diferentes plataformas ajudam usuários a poupar dinheiro, seja com supermercado, lazer ou medicamentos

Aplicativos ajudam usuários a economizar
Dependendo de como são utilizados, aplicativos rendem bons descontos para o usuário (Foto: Flickr/Esther Vargas)

Em um mundo pós-moderno, no qual quase todas as pessoas possuem um smartphone – mesmo que básico – na palma da mão, o acesso a informações de todos os tipos ficou bem mais fácil. Tudo está a um clique de distância, seja para ler uma matéria jornalística, pesquisar um tema para um trabalho ou verificar qual o melhor produto, ou mais barato, antes de efetuar uma compra.

Para facilitar ainda mais, diferentes aplicativos foram criados permitindo aos usuários economizar dinheiro através de cupons de desconto, sites de compras coletivas, utilização de pontos de bônus ou comparando preços de diferentes comércios virtuais.

Usuária ativa desse recurso, a economista Eliane Souza conta que faz uso de aplicativos de mercado, como o Meu Carrefour e Clube Extra, aguarda datas específicas para compras, como Aniversário Guanabara e Black Friday, além de utilizar outras plataformas que geram desconto, como o Peixe Urbano e a Cuponeria.

“Mexo nos aplicativos praticamente todos os dias para ver o que tem de melhor. Quando morava em São Paulo, consegui bons descontos através dos aplicativos do Peixe Urbano e do Pão de Açúcar, por exemplo, conseguindo levar minha filha a peças e outros programas culturais”, afirmou Eliane Souza.

CEO da Farmaki – que possibilita a compra de medicamentos, optando pelo mais barato -, Felipe Chaves, revelou que a ideia da criação do negócio surgiu ao ver sua mãe com dificuldades de encontrar remédios com valores mais acessíveis apenas ligando para as farmácias próximas a sua casa. Além da economia financeira, o aplicativo ainda faz com que a compra do medicamento seja mais rápida, visto que o tempo médio de uso da plataforma é de seis minutos.

“Eu era um executivo de uma das maiores indústrias farmacêuticas do mundo (a GSK) e tinha acabado de participar de uma iniciativa interna de inovação. Um dia, após o almoço na casa da minha avó, esperava minha mãe terminar de comprar os medicamentos para tomar café com ela. Ela estava demorando muito e eu falei algo como: ‘Bora Mãe, vem logo tomar café comigo!’ e ela me respondeu com uma aula de vida real. Ela me falou que eu não tinha ideia do quanto ela gastava com os remédios da minha avó, que ela sabia que se não pesquisasse ia pagar caro e que não adiantava usar a internet porque as lojas do bairro só atendiam por telefone. Tive um ‘estalo’. Ficaram claros os problemas dela (e de muitas outras pessoas) na hora de comprar medicamentos, e das farmácias de bairro que não conseguiam vender pela internet. Passado um tempo decidi ajudar minha mãe e donos de farmácias de bairro. Criamos a Farmaki, quase como um ‘Trivago de farmácias’, para que o consumidor, como minha mãe, consiga economizar tempo e dinheiro e o dono da farmacinha tenha chance de competir com as grandes redes.”, explicou em entrevista ao Opinião e Notícia.

Atualmente, de acordo com Felipe Chaves, as famílias conseguem economizar, em média, 34% em cima do que era gasto anteriormente com os medicamentos. Ademais, o empreendedor explicou ainda que a economia varia muito em cada compra, pois depende do local onde moram e o tipo de remédio que estão buscando, por exemplo.

“Os preços variam tanto de cesta para cesta, rede para rede, loja para loja, ao longo do tempo que é praticamente impossível sem usar uma ferramenta como a Farmaki para garantir que você está fazendo a melhor compra. Minha avó tem Mal de Parkinson além de pressão alta e doenças gastro intestinais (ela usa uma daquelas bolsas de coleta e recebe alimentação direta no estômago – dieta enteral). No caso dela, como minha mãe já fazia pesquisas de preço, a economia real não foi das maiores. Quem não pesquisava e começou a usar a Farmaki economiza em média 34% por carrinho (essa é a diferença média entre o preço das grandes redes do Rio e São Paulo) e os menores preços identificados pela Farmaki nas mais de 30 redes que cobrimos; 34% é um número incrível que fica ainda mais impressionante quando vemos gente economizando R$ 600 reais em um único pedido (caso de um cliente que comprou Symbicort – bomba de asma – no Rio de Janeiro). Confesso que meus olhos brilham quando entregamos resultados assim”, destacou Felipe Chaves.

Mercados

No segmento de supermercados, por exemplo, muitos são os aplicativos existentes que permitem que o usuário tenha acesso a descontos, como o caso do Meu Carrefour, no qual, através da plataforma, o cliente consegue se cadastrar, ter acesso a cupons de desconto e ver as ofertas de produtos no mercado mais próximo. O Clube Extra e o Pão de Açúcar Mais funcionam de forma parecida, com o usuário recebendo descontos através do aplicativo.

O aplicativo Meu Carrinho funciona de forma diferente, mas auxilia na hora de economizar fazendo compras. Isso porque a plataforma permite, além de fazer uma lista de compras, comparar o preço de produtos em diferentes redes de supermercados, auxiliando na hora de escolher qual rede é mais vantajosa para efetuar as compras.

Enquanto isso a plataforma IList, exclusivo para IOS, permite que o usuário crie a sua lista de compras e saiba exatamente o quanto vai gastar, permitindo que seja feito um planejamento mensal prévio.

Cupons

Muitos aplicativos, inclusive os de mercados citados acima, disponibilizam cupons de descontos para os seus usuários, através de pagamento na plataforma ou não, para ajudar na economia financeira de cada um. Por exemplo, o Peixe Urbano e o Groupon são aplicativos voltados para compras coletivas, nas quais o usuário compra o cupom através da plataforma e apresenta no estabelecimento escolhido para ter desconto parcial ou completo em cima de determinado serviço.

O Hotel Urbano funciona de maneira similar ao Peixe Urbano, mas é voltado para hotéis e viagens, permitindo que os usuários consigam bons descontos tanto na reserva de hotéis, quanto em passagens de avião ou pacotes completos de viagens.

A Cuponeria é um aplicativo que tem algumas lojas parceiras, disponibilizando, vez ou outra, cupons de descontos nas compras de produtos ou refeições. Por exemplo, através da plataforma você seleciona o cupom, ativa-o e apresenta na loja seleciona – dentro do prazo de validade – para consumir o serviço com desconto.

Já o Pelando, na realidade, reúne os melhores cupons de descontos de diferentes produtos e serviços, desde cursos, até refeições, permitindo que o usuário adquira a oferta através da plataforma e economize dinheiro na hora da aquisição na loja.

Comparativos

Outra forma bastante popular de economizar dinheiro é através dos aplicativos de comparação de preço, que reúnem o valor do produto em diferentes sites de e-commerce em um só lugar, permitindo que o usuário opte por qual local comprar. Entre os mais comuns estão o Buscapé e o Zoom, que, inclusive, permitem que o usuário veja as variações de preço, podendo optar por deixar para comprar o produto quando o valor voltar a ser mais baixo.

Já a plataforma Farmaki tem uma funcionalidade diferente, mas ainda assim muito importante, reunindo os preços de remédios de diferentes farmácias, permitindo que o usuário compre o medicamento com um custo menor, tanto no que diz respeito ao remédio, quanto ao valor do frete.

No caso do Trivago, a plataforma permite que seja feita uma pesquisa sobre os hotéis e pousadas da região onde o usuário pretende se hospedar, permitindo que seja escolhida a estadia que mais se adapte, seja pelo preço, ou pelo conforto.

Também voltado para o segmento de viagens, o aplicativo Decolar.com permite que o usuário verifique os preços de passagens aéreas por diferentes companhias, além de poder fazer alguns pacotes de férias já pré-disponibilizados através da plataforma.

Outros

Não apenas de comparativos, cupons de descontos e aplicativos voltados para os supermercados vivem as economias da população brasileira. Por exemplo, o público cervejeiro pode usar a plataforma Buscacerva para encontrar a cerveja mais barata mais próxima de sua localização, utilizando o GPS do smartphone.

A Méliuz funciona diferente. Na plataforma, em vez de acionar cupons e ter acesso a descontos, o usuário ativa a função “dinheiro de volta”, compra o produto em uma loja parceira do aplicativo e recebe parte do dinheiro de volta, tendo uma pequena quantia “ressarcida” e, assim, economizando dinheiro.

O aplicativo Meu Bolso não dá descontos nem faz comparativo entre preços de produtos, mas permite que o usuário controle suas despesas, fazendo com que, caso necessário, seu planejamento financeiro mensal possa ser readequado e os gastos diminuídos.

Fazer um churrasco pode ser complicado, principalmente quando diz respeito à quantidade de carnes para comprar, a não deixar ninguém com fome nem haver desperdício de alimento ou dinheiro. Porém, para isso, o Churrascômetro diz exatamente a quantidade que deve ser comprada para não haver faltas e nem sobras, levando em conta a quantidade de pessoas que vai ao encontro.

O aplicativo brasileiro Sustentabilizando acerta em cheio na economia financeira ao calcular quanto virá a conta de água e luz de acordo com o consumo da casa, evitando surpresas desagradáveis e sendo um auxiliador para poupar gastos.

Para os estudantes o aplicativo Quero Bolsa é o ideal. A plataforma permite que o futuro aluno de faculdade consiga uma bolsa de estudos parcial ou integral em uma das 1200 faculdades parceiras em todo o Brasil.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *