Início » Brasil » Associação de procuradores critica buscas contra Janot
BRASIL

Associação de procuradores critica buscas contra Janot

Na última sexta-feira, 27, Janot revelou ter tido intenção de matar o ministro Gilmar Mendes. À tarde, STF ordenou buscas e apreensões contra o ex-procurador

Associação de procuradores critica buscas contra Janot
A ANPR repudiou declarações e ordens do STF (Foto: EBC)

A Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) repudiou os mandados de busca e apreensão na casa e escritório do ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot. O posicionamento da ANPR foi feito através de um comunicado divulgado na noite da última sexta-feira, 27.

Na última sexta-feira, Janot revelou que chegou a ir armado ao Supremo Tribunal Federal (STF) com a intenção de assassinar o ministro Gilmar Mendes. Em seguida, o ministro respondeu às declarações de Janot, orientando o ex-procurador a procurar a ajuda de um psiquiatra.

No período da tarde, a Polícia Federal, cumprindo mandados expedidos pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF, realizou uma ação de busca e apreensão na casa e no escritório de Janot. Moraes é relator de um inquérito que investiga ofensas contra integrantes do STF.

Na mesma decisão, o ministro suspendeu o porte de arma de Janot. Ademais, proibiu o ex-procurador de se aproximar de membros do STF, além de não poder entrar nas dependências do tribunal. A ordem de Moraes também englobava a apreensão da arma de Janot.

Já a noite, a ANPR divulgou um comunicado repudiando as declarações de Janot, a resposta do ministro Gilmar Mendes sobre o mais alto cargo do Ministério Público Federal (MPF) – o de procurador-geral da República -, e a ordem de busca e apreensão na casa e no escritório do ex-procurador.

“Os membros do MPF repudiam qualquer ato de violência que se cogite ou seja praticado em detrimento de qualquer pessoa, seja autoridade pública ou não, como o que foi revelado pelo ex-PGR […] A ANPR lastima, também, que o episódio negativo possa, por oportunismo, servir de pretexto para ações que busquem enfraquecer a instituição. […] Por fim, também é necessário condenar a determinação de busca e apreensão na residência do ex-PGR. O STF não possui jurisdição sobre eventuais atos de Janot, não há contemporaneidade na suposta conduta e, o pior, a ordem foi emitida no âmbito de uma investigação inconstitucional”, destacou a nota da associação.

Fontes:
Agência Brasil-Associação de procuradores contesta buscas contra Janot

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. DINARTE DA COSTA PASSOS disse:

    Essa associação de procuradores pelo amor de Deus! Como vai se colocar a favor das coisas erradas. Se esta barbaridade não for punida de forma exemplar o que vai virar esse país. Representantes do baixo clero da justiça se levanta contra a mais alta corte do país e, ainda, o erro é dos juízes supremos.

    BRINCADEIRA!!!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *