Início » Brasil » Atraso no pagamento das despesas básicas dispara com alta das tarifas
Inadimplência

Atraso no pagamento das despesas básicas dispara com alta das tarifas

Em maio, o atraso no pagamento das contas de luz e de telefone cresceu o dobro da variação média da inadimplência na comparação com o mesmo período no ano passado

Atraso no pagamento das despesas básicas dispara com alta das tarifas
Em maio, o calote nas contas de energia elétrica aumentou 13,94% em número de pessoas em comparação com igual período do ano passado (Foto: Pixabay)

As famílias estão com menos dinheiro para pagar as despesas básicas, como luz, telefone e água, devido à alta das tarifas e da inflação em geral, além da retração da economia e do aumento do desemprego. No mês passado, o atraso no pagamento das contas de energia elétrica e de telefone cresceu o dobro da variação média da inadimplência em geral do consumidor na comparação com o mesmo período no ano passado.

Em maio, o calote nas contas de energia elétrica aumentou 13,94% em número de pessoas em comparação com igual período do ano passado, enquanto a inadimplência média do consumidor avançou 6,7% no mesmo período e foi a maior marca desde dezembro de 2012, segundo dados do SPC Brasil. Especializada em informações financeiras em todo país, a empresa constatou que a região Centro-Oeste registrou a maior alta na inadimplência das contas de luz, com 34,4%.

De acordo com um estudo feito pela Serasa Experian, outra empresa especializada em informações financeiras, entre janeiro e abril, a inadimplência das contas de luz foi 11% maior em relação ao primeiro quadrimestre de 2014 e quase três pontos porcentuais acima da atingida em dezembro do ano passado.

O aumento do calote também acontece nos serviços de comunicação, que envolvem principalmente telefonia fixa e móvel, e que registra alta no atraso de pagamento de 12,02% em maio comparado ao mesmo mês do ano passado, de acordo com o SPC Brasil. Já na conta de água, a inadimplência nacional cresceu 10,43% no período, com destaque para o Sudeste (16,03%), afetado pela crise hídrica.

Fontes:
O Estado de S. Paulo-Calote na conta de luz dispara com aumento nas tarifas

1 Opinião

  1. Joma Bastos disse:

    E a crise ainda está no começo!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *