Início » Brasil » Atropelo Olímpico
Coluna Esplanada

Atropelo Olímpico

Marcio Fortes não revelou os motivos pessoais que o fizeram renunciar ao mandato de APO; presidente Dilma soube que ele estava insatisfeito

Atropelo Olímpico
Fortes entregou a carta de demissão dia 1° de agosto (Fonte: Reprodução/ABr)

Leia também: Presidente da Autoridade Pública Olímpica pede demissão dias antes de visita do COI

Embora Marcio Fortes não tenha revelado os motivos pessoais que o fizeram renunciar ao mandato de Autoridade Pública Olímpica, a presidente Dilma soube que ele estava insatisfeito, sem orçamento, e atropelado por outros órgãos sobre decisões, obras e repasses de verbas. Da cota e de confiança de Dilma, Fortes entregou a carta de demissão dia 1° de agosto a Giles Azevedo, chefe de gabinete da presidente, mas até ontem, quando o D.O. publicou a exoneração, não fora chamado pela chefe.

Leandro Mazzini é escritor e jornalista

Atropelo ao quadrado

Ontem, foi a vez de o Planalto atropelar o Congresso. O APO é cargo com mandato de quatro anos, e o Senado, que o aprovou em sabatina, não foi avisado da exoneração.

Baixa

Diplomata de carreira e um o mais longevo ministro do governo Lula, nas Cidades, Fortes é considerado por Lulistas e Dilmistas quadro de primeira linha.

Baixa dupla

Mal nasceu e o PSD de Kassab já teve duas baixas na Câmara. Os deputados Guilherme Mussi (SP) e Liliam Sá (RJ) deixaram o partido. Sem perda de mandato.

Karma paraguaio

Depois do bispo Don Juan cheio de filhos, e o vice-sucessor golpista com mandato tampão, tomou posse o novo presidente do Paraguai. É suspeito de comandar o maior contrabando de cigarros piratas da AL. Horácio Cartes dá tombo de bilhões por ano de impostos no governo brasileiro. E a presidente Dilma compareceu à posse.

Tecla Pause

Se a Durval Vídeos não apertar o Play, eis um cenário previsto para dezembro no DF: O ex-governador preso José Roberto Arruda entra no PR; Paulo Octávio assume o PP e o distrital Benedito Domingos submerge. O federal Ronaldo Fonseca vai para o PEN.

Vaivém

A cúpula do PMDB se desdobra para alocar dois quadros importantes. Articula para fazer ministro do TCU o ex-ministro da Agricultura, o deputado Mendes Ribeiro (RS). Para que o suplente Eliseu Padilha assuma o mandato definitivo na Câmara.

Vaivém 2

Mendes Ribeiro não queria sair, mas Dilma precisava afagar a bancada mineira e o trocou por Antonio Andrade. Padilha é da cota pessoal do vice Michel Temer.

Receita em polvorosa

Disputa acirrada entre duas chapas no Sindireceita, o poderoso sindicato da Receita. Em jogo, orçamento de R$ 1 milhão e 12 mil filiados no país. Eleição será dia 2 de outubro.

Palmadas neles!

O ministro Luiz Fux, do STF, fez despacho do mandado de segurança nº 32257 sobre o impasse na tramitação na Câmara da Lei das Palmadas, parada na CCJ. Consultou a AGU e PGR para opinarem, se de interesse, para então analisar liminar.

Aéreas no chão

Vem tempestade no voo das aéreas que monopolizam os céus. A Comissão de Integração da Câmara, que tem subcomissão de Aviação, aprovou requerimento de Raul Lima (PSD-RR) para questionar os executivos sobre poucas rotas e preços nas alturas.

Só na segunda

Senador Paulo Bauer (PSDB) virou o intermediador da negociação entre a Fecomércio catarinense e o senador Cássio Cunha (PSDB-PB) que relata o projeto. A entidade é contra a transferência para as sextas dos feriados nacionais que ‘caem’ em outros dias.

Usina nuclear

O deputado Vítor Ríos, do Paraguai, avisou à coluna que requereu ao departamento Ñeenmbucu, de Formosa (fronteira com a Argentina), detalhes do projeto de instalação de usina nuclear argentina no local. Não consultado, o Parlamento pode abrir CPI.

Foz nuclear

A usina ficará perto de Assunção e a 300 km de Foz do Iguaçu, numa região com grande bacia hidrográfica que pode ser contaminada em caso de acidente.

Trem de doido

Com esse novo adiamento, o único trem-bala que o brasileiro viu foi o da propaganda da TIM na TV, brincam nos corredores os servidores da ANTT.

Ponto Final

O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) é o novo colunista da Revista VOTO.

Com Equipe DF e SP

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *