Início » Brasil » Áudios revelam conversa entre vereador e miliciano
CASO MARIELLE

Áudios revelam conversa entre vereador e miliciano

Marcello Siciliano foi apontado por testemunha como um dos responsáveis pela execução de Marielle Franco

Áudios revelam conversa entre vereador e miliciano
Homenagem a Marielle Franco (Fonte: Reprodução/Reuters)

Gravações divulgadas neste domingo, 13, pelo programa Fantástico, da TV Globo, revelaram conversas telefônicas entre o vereador Marcello Siciliano, que foi apontado por uma testemunha como um dos responsáveis pela execução da vereadora Marielle Franco, e milicianos.

Os áudios foram gravados pela polícia e mostram pelo menos duas conversas entre Siciliano e integrantes de milícias. O vereador nega qualquer participação na morte de Marielle Franco, que foi assassinada a tiros na noite do dia 14 de março no centro do Rio de Janeiro, junto com seu motorista, Anderson Gomes.

Em um dos áudios, o vereador e um miliciano chamam um ao outro de “irmão”. Além disso, o homem solicita ao vereador para acionar o 31º BPM para pegar o suposto assassino de um “amigo”.

Em uma outra ligação telefônica, o vereador teria pedido ajuda para inaugurar um projeto social na área da milícia.

Em nota, o vereador Marcello Siciliano ressaltou que nunca teve qualquer envolvimento com milícias e que está à disposição da polícia para esclarecimentos. Eleito com 13,5 mil votos, sendo a maioria dos votos obtidos na Zona Oeste do Rio, o vereador não responde a nenhum processo criminal.

A testemunha citada na semana passada pelo jornal O Globo afirmou que o motivo do assassinato de Marielle Franco foi o avanço de suas ações comunitárias em áreas de interesse da milícia na Zona Oeste da cidade.

Fontes:
G1 - Caso Marielle: gravações mostram que vereador conversou com miliciano por telefone

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Áureo Ramos de souza disse:

    Entrega ele a Moro que só assim ele se abre e diz as verdades.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *