Início » Brasil » Aumenta a violência entre índios isolados e moradores de povoados na Amazônia
Brasil e Peru

Aumenta a violência entre índios isolados e moradores de povoados na Amazônia

Por fome ou desespero, índios isolados se aproximam cada vez mais de vilarejos ou lutam entre si por recursos escassos, revela o 'New York Times'

Aumenta a violência entre índios isolados e moradores de povoados na Amazônia
Futuro das últimas tribos isoladas da Amazônia é incerto, diz 'NYT' (Foto: CHRISTIAN WILKINSON/National Geographic Creative)

Ao longo do último ano, na região da Amazônia, indígenas de tribos que viviam isoladas até então começaram a surgir em áreas habitadas de forma imprevisível e ocasionalmente violenta, devido à fome ou ao desespero.

Em outubro do ano passado, os moradores de um vilarejo ao longo do rio Curanja, que flui por algumas das mais densas florestas tropicais da vasta região amazônica peruana, atravessaram o rio para votar em eleições locais. Quando voltaram, uma cabana tinha sido queimada e muitos dos facões, roupas, panelas e frigideiras, mosquiteiros, redes, frutas e nozes das aldeias haviam sumido. Os moradores culparam povos indígenas pelo ataque.

Em outras partes da floresta tropical, a violência por e contra povos indígenas aumentou de repente. Em maio, perto do Parque Nacional de Manú, ao sul do Curanja, um homem da tribo Mashco Piro flechou e matou um morador indígena de um vilarejo, de 20 anos. No ano passado, vários membros da tribo Xinane, do Peru, cruzaram um rio para procurar ajuda em um povoado brasileiro. Alguns de seus parentes, eles disseram, tinham morrido quando foram atacados, possivelmente por traficantes de drogas.

Há outros grupos que vivem fora do alcance da economia global, em lugares como as Ilhas Andaman, no Oceano Índico e nas montanhas da Nova Guiné. Mas as maiores e mais diversas culturas isoladas do planeta estão centradas na Amazônia, principalmente no Brasil e no Peru. Esses povos não têm imunidade contra muitas doenças ocidentais, armas modernas para se defender de intrusos armados ou uma voz na política nacional.

Antropólogos e organizações não governamentais advertem que o tráfico, a exploração madeireira, a mineração e a extração de petróleo, juntamente com as mudanças climáticas, espécies ameaçadas e o encolhimento da floresta colocam essas tribos em risco. Até mesmo equipes de TV procurando nativos “não contatados” representam uma ameaça; de acordo com um relatório de 2008 feito por um antropólogo peruano, uma equipe de TV que ultrapassou uma área não permitida foi implicada na morte de cerca de 20 pessoas nativas devida à gripe. Os povos indígenas que permanecem parecem estar lutando entre si por recursos escassos.

 

Fontes:
The New York Times - Do the Amazon´s Last Isolated Tribes Have a Future?

1 Opinião

  1. Roberto1776 disse:

    Deve ser extremamente difícil viver no século 21 em uma cultura extinta há 10.000 anos (fim do neolítico).
    Que futuro resta a esses indígenas exceto como espécimes em fase de extinção do Homo sapiens, em Jardins Antropológicos? Isso se ainda houver interesse por parte do público pagante.
    No RS o Zoológico de Sapucaia deverá ser assumido pela iniciativa privada (e gerar lucro) ou fechar.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *