Início » Brasil » Barragem de Brumadinho estava em ‘atenção’
MINISTÉRIO PÚBLICO

Barragem de Brumadinho estava em ‘atenção’

Segundo diretor da Vale, expressão 'zona de atenção' não representa risco iminente

Barragem de Brumadinho estava em ‘atenção’
Estrago provocado pelo rompimento da barragem I da Mina do Feijão, em Brumadinho (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Documentos da Vale acessados pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) apontam que a barragem que rompeu em Brumadinho (MG) estava classificada internamente em “zona de atenção”.

De acordo com o MPMG, outras nove estruturas estavam na mesma situação em 2018. O ministério agora cobra da mineradora a elaboração de um plano de emergência e a adoção de medidas imediatas para evitar novas tragédias em barragens.

“Os documentos apresentados demonstram que, em outubro de 2018, a requerida tinha ciência de que, dentre 57 barragens de sua responsabilidade avaliadas, 10 estavam em zona de atenção”, diz a ação ação civil pública movida pelo MPMG.

A Vale informou, em nota, que “o documento citado é um estudo realizado com base em metodologia interna, na qual os geotécnicos da própria Vale reavaliam as estruturas já certificadas por auditorias externas como seguras e estáveis. Essa metodologia utiliza um padrão mais rígido que a legislação nacional e internacional vigente e, por isso, tem por objetivo prospectar medidas adicionais de prevenção”.

O diretor  de Planejamento e Desenvolvimento de Ferrosos e Carvão, Lucio Cavalli, ressaltou que a expressão “zona de atenção” não representa risco iminente. “Significa que devemos cumprir as recomendações feitas”, disse.

Fontes:
EBC - MP: Vale tinha ciência que barragem de Brumadinho estava em "atenção"

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. carlos alberto martins disse:

    quando a barragem deu sinais de fadiga,ninguem se importou com o fato de que deveriam tomar providencias urgentes para evitar a tragédia.agora fato ocorrido,aparecem as mentes brilhantes que dizem saber do perigo.meu DEUS quantos assassinos deram seu aval para que fosse ocorrer a tragédia ,o pior é ficarão impunes tal qual MARIANA.qualquer ato de revolta,será como malhar em férro frio.nóssas autoridades se comportarão como a figura dos 3 macacos:NÂO VI,NÂO OUVI,NADA FALO.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *