Início » Brasil » ‘Black Friday’ no Brasil é confiável?
'Black Fraude'

‘Black Friday’ no Brasil é confiável?

Pesquisa mostra que 41% dos brasileiros não acreditam que encontrarão descontos reais

‘Black Friday’ no Brasil é confiável?
'Brack Friday' no Brasil: imagem arranhada por promoções enganosas (Fonte: Reprodução/Thinkstock)

Promoções enganosas nas últimas edições da versão brasileira da “Black Friday” — tradicionalmente um dia de descontos no varejo norte-americano — arranharam a imagem do evento no Brasil.

Uma pesquisa feita no país pelo site de comparação de preços Zoom com 10 mil pessoas revelou que 99% dos entrevistados pretendem ir às compras na próxima sexta-feira, 28, mas 41% não acreditam que encontrarão descontos reais.

São comuns no Brasil as reclamações por promoções enganosas e problemas técnicos dos sites participantes.

A “Black Friday” surgiu no Brasil em 2010, movimentando R$ 3 milhões em vendas, segundo levantamento da consultoria ClearSale. As vendas cresceram de forma significativa desde então. Em 2013, o valor chegou a R$ 424 milhões — quase o dobro do registrado em 2012.

Além do aumento das vendas, multiplicaram-se também os problemas. No ano passado, o site Reclame Aqui recebeu 8,5 mil reclamações por causa da versão brasileira da “Black Friday”. O número de reclamações foi 6,2% maior do que o de 2012.

A maquiagem de preços, isto é, a prática de aumentar o preço de um produto poucos dias antes da data da promoção para então oferecer um “desconto”, foi criticada por 27% dos consumidores que fizeram uma notificação no site Reclame Aqui.

Devido a esses problemas, a data foi apelidada pelos brasileiros nas redes sociais de “Black Fraude”, quando os produtos “custam a metade do dobro”.

Em uma tentativa de combater a maquiagem de preços e o clima de desconfiança, a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico lançou em 2013 um selo para dar credibilidade às promoções realizadas na “Black Friday”. As lojas virtuais participantes tiveram que aderir a um código de ética e se comprometer a não maquiar preços. Caso descumpram o acordo, as empresas não receberão o selo de credibilidade na próxima edição do evento. Neste ano, um total de 500 lojas exibirão o selo da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico.

Fontes:
BBC Brasil - Dá para confiar na Black Friday no Brasil?

2 Opiniões

  1. DJALMA P BENTES disse:

    Empresa, no Brasil, que oferece desconto a qualquer tempo de 40/50% É DESONESTA. Durante o “Black Friday” você tem 50% de desconto nas mercadorias com o dobro do preço.

  2. PC disse:

    Ano passado, comprei uma máquina fotográfica digital Cannon PowerShot A2500 por R$ 100,00 no Ponto Frio – Centro do Rio de Janeiro (seu preço era de R$ 300,00). Fui na loja, paguei… e levei para casa. Funciona ate hoje.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *