Início » Brasil » Bolsonaro encerra entrevista ao ser questionado sobre situação de Moro
COLETIVA EM SÃO PAULO

Bolsonaro encerra entrevista ao ser questionado sobre situação de Moro

Presidente deixou coletiva após pergunta de repórter

Bolsonaro encerra entrevista ao ser questionado sobre situação de Moro
Bolsonaro e Moro se reuniram nesta terça, em Brasília (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro encerrou uma entrevista coletiva nesta terça-feira, 11, em São Paulo, após ser questionado por um jornalista sobre a situação do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, em função do vazamento de conversas entre o ex-juiz federal e procuradores da Operação Lava Jato.

Um dos repórteres presentes na coletiva perguntou a Bolsonaro como ele “avaliou as questões envolvendo o ministro Sérgio Moro”. O presidente disse imediatamente: “está encerrada a entrevista, viu? Obrigado”. O repórter ainda tentou replicar: “o senhor não pode falar sobre isso presidente?”, porém Bolsonaro já estava deixando o local.

Bolsonaro, que já havia respondido algumas perguntas sobre a reforma da Previdência, estava ao lado do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), durante a entrevista coletiva.

O presidente e o ministro se reuniram, também nesta terça, no Palácio da Alvorada, em Brasília. Após o encontro, o ministério da Justiça divulgou nota ressaltando que Moro e Bolsonaro “falaram sobe a invasão criminosa de celulares de juízes, procuradores e jornalistas. O ministro rechaçou a divulgação de possíveis conversas privadas obtidas por meio ilegal e explicou que a Polícia Federal está investigando a invasão criminosa. A conversa foi bastante tranquila. O ministro fez todas as ponderações ao presidente, que entendeu as questões que envolvem o caso”.

No último domingo, 9, o site “The Intercept” divulgou mensagens atribuídas a Moro, ao coordenador da Lava Jato no Paraná, Deltan Dallagnol, e a outros procuradores da operação. O site afirma que Moro orientou a atuação dos procuradores. O atual ministro nega as acusações e afirmou que não viu “nada demais” nas mensagens divulgadas.

Leia também: OAB recomenda afastamento de Moro e procuradores da Lava Jato

Fontes:
G1 - Bolsonaro encerra entrevista coletiva em SP após ser questionado sobre Moro

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. DINARTE DA COSTA PASSOS disse:

    Se este Canalha que se chama Presidente do Brasil não quer ser questionado pela imprensa, então que renuncie o cargo. A final o cargo de Presidente é para pessoas preparadas e não para um psicopata que foi aposentado por insanidade mental. Aprenda a conviver com a imprensa livre!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *