Início » Brasil » Brasil ainda vive uma cultura autoritária, diz ONU
Justiça ineficiente

Brasil ainda vive uma cultura autoritária, diz ONU

Para entidade, a ineficiência do judiciário somada ao‘legado do colonialismo’ e os ‘21 anos de ditadura militar’, desenham o atual panorama do país

Brasil ainda vive uma cultura autoritária, diz ONU
Os técnicos da ONU acusaram diretamente o sistema Judicial Brasileiro pela atual situação dos presídios nacionais (Reprodução/internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A Organização das Nações Unidas (ONU) criticou nesta quarta-feira, 10, o sistema carcerário brasileiro e apontou que o país ainda vive “uma cultura autoritária”. As declarações foram feitas pelo Grupo de Trabalho sobre Detenção Arbitraria da ONU, em Genebra.

“O Grupo de Trabalho reconhece que as autoridades brasileiras estão confrontando uma cultura autoritária, legado do colonialismo e dos 21 anos de ditadura militar”.

Em seu informe, a entidade apontou que metade da população carcerária do país ainda não foi julgada e que as prisões reúnem 200 mil detentos a mais que a capacidade dos presídios. Além disso, a ONU classificou o judiciário brasileiro como “ineficiente” e alertou para a “superlotação endêmica” das unidades carcerárias do país.

Para a embaixadora do Brasil, Regina Dunlop, a organização estabeleceu “generalizações inapropriadas” e ocultou as fontes em seu informe. “O Brasil é uma democracia plural e participativa”, afirmou Regina. O Itamaraty também criticou o documento, destacando que os números mencionados no estudo “não têm fundamentos”.

Por outro lado, os técnicos da ONU acusaram diretamente o sistema Judicial Brasileiro pela atual situação dos presídios nacionais; os presos podem esperar “meses e até anos” para serem julgados. “Durante esse período, os detentos frequentemente nem sabem o status de seu caso”.

Fontes:
O Estado de S. Paulo-Para ONU, Brasil ainda vive 'uma cultura autoritaria'

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *