Início » Brasil » Brasil corre risco de voltar ao ‘mapa da fome’, alerta FAO
POBREZA

Brasil corre risco de voltar ao ‘mapa da fome’, alerta FAO

País tem 7 milhões de pessoas extremamente pobres que não recebem qualquer tipo de assistência social

Brasil corre risco de voltar ao ‘mapa da fome’, alerta FAO
Brasil deixou o 'Mapa da Fome Mundial' em 2014 (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O Brasil tem atualmente 7 milhões de pessoas extremamente pobres que não recebem qualquer tipo de assistência social. O alerta foi feito pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

De acordo com a organização, o país corre sério risco de voltar a integrar o “Mapa da Fome Mundial”, que é divulgado desde 1990.

Em entrevista ao Valor Econômico, o diretor-geral da FAO, José Graziano da Silva, afirmou que, “se o Brasil não voltar a crescer de forma sustentada e não tiver um revigoramento do mercado de trabalho, simultaneamente a uma correção nos valores de transferência de renda, corremos um risco importante de voltarmos ao mapa da fome”.

O Brasil deixou o “Mapa da Fome Mundial” em 2014. Na ocasião, menos de 5% dos brasileiros não consumiam o número de calorias mínimo para uma nutrição adequada, segundo a ONU.

Ainda de acordo com a organização, cerca de 2 milhões de famílias brasileiras sobreviviam em 2016 com menos de R$ 133,72 mensais por pessoa. Apesar disso, essas pessoas não recebiam o Bolsa Família, nem o Benefício da Prestação Continuada (BPC).

A taxa de famílias extremamente pobres e sem assistência social aumentou de 2,9% no primeiro trimestre de 2016 para 3,3% no quarto trimestre de 2016.

O Ministério do Desenvolvimento Social argumenta que o número de famílias desassistidas é menor, uma vez que o número de beneficiários tanto do Bolsa Família quanto do BPC seria subestimado.

O diretor-geral da FAO ressalta que o aumento do desemprego e da pobreza extrema no país podem ter levado milhões de famílias a piorar sua segurança alimentar.

Fontes:
Valor Econômico - País tem 7 milhões de pobres sem assistência social, diz FAO

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Laércio disse:

    O Brasil já está no mapa da fome e, o pior, também está no mapa da desnutrição!
    Nosso solo trabalhado com monocultura é tratado com fertilizantes baratos estão ajudando a gerar alimentos vazios, ou seja, com pouco ou faltando nutrientes! Você compra grãos, verduras e legumes acreditando que está repondo minerais, vitaminas, etc.,na verdade só está sendo enganado, consumindo alimentos que não contém o esperado mais tem muito agrotóxico; estamos falando de um gigante gerador de doenças potencializados pelos produtos alimentícios, que garantem longevidade doentia para manter a máquina da arrecadação viva. O Brasil é uma grande armadilha para seu próprio povo, estamos sendo traídos todos os dias, há muitos traidores no Brasil recebendo tratamento de rei, já passou da hora de um exacerbalismo patriótico que eleja pena de morte para traidores bem informados que usam tal qualificação para afundar a nação! Entre estes temos políticos, magistrados, empresários e população, está última sendo usada mas acredita que está no controle devido sua profunda ignorância.

  2. Markut disse:

    Profunda ignorância!.
    Eis o campo fertil para o populismo predador.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *