Início » Brasil » Brasil dá início a exercício militar para defender a Amazônia
Operação Machifaro

Brasil dá início a exercício militar para defender a Amazônia

Objetivo do treinamento iniciado nesta segunda-feira é preparar soldados para responder a uma força militar estrangeira com efetivo superior ao brasileiro

Brasil dá início a exercício militar para defender a Amazônia
Treinamento consiste na simulação de invasão de território (Divulgação/Ministério da Defesa)

O exército brasileiro enviou tropas para os confins da Amazônia nesta segunda-feira, 10, como parte de um exercício militar que simulará uma invasão estrangeira da floresta tropical. O treinamento chama a atenção para preocupações sobre soberania em uma região de crescente importância, considerada um pilar estratégico para país. Ao todo 550 homens da Força Terrestre participarão do treinamento.

A mobilização, chamada de Operação Machifaro, aponta para um aprofundamento de um elemento central da doutrina militar brasileira, que mantém a defesa da Amazônia como uma prioridade. A riqueza mineral da Amazônia e suas vastas reservas de água doce põem a região “no contexto de ameaças potenciais”, afirmaram as autoridades militares em um comunicado.

“A operação irá fornecer maneiras para otimizar a estratégia de resistência na região”, disse o general Guilherme Cals Theophilo Gaspar de Oliveira, chefe do Comando Militar da Amazônia. Ele também enfatizou que o exercício tem como objetivo “consolidar uma doutrina de combate na selva”.

A ameaça são os EUA?

A proposta do exercício é preparar os soldados para responder a uma força militar estrangeira maior do que as Forças Armadas brasileiras. Embora o Brasil mantenha relações pacíficas com seus vizinhos na Amazônia e nenhum país tenha sido explicitamente apontado como ameaça nos preparativos para o exercício, alguns estrategistas militares brasileiros veem os Estados Unidos como um potencial invasor.

Autoridades no Brasil e nos Estados Unidos rejeitaram a possibilidade de qualquer confronto militar entre os dois países na Amazônia, e a relação entre Brasília e Washington é cordial. Ainda assim, o exercício reflete um pensamento generalizado no Brasil de que as potências estrangeiras cobiçam a Amazônia, 60% da qual pertence ao Brasil. Metade dos brasileiros acredita que o país vai ser invadido em um esforço para pegar os recursos da Amazônia, de acordo com uma pesquisa de opinião realizada por uma agência do governo em 2011.

 

Fontes:
The New York Times - Brazil Military Drills to Defend Amazon

1 Opinião

  1. Luiz disse:

    A Amazônia é estratégica e deveria há muito ser monitorada e defendida pelo exército, mas no momento a grande ameaça encontra-se em Brasília. É lá que o nosso valoroso exército deveria também concentrar sua atenção e preocupação !!!!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *