Início » Brasil » ‘Brasil é um dos países onde mais se mata no mundo’, diz Anistia Internacional
Direitos humanos

‘Brasil é um dos países onde mais se mata no mundo’, diz Anistia Internacional

Relatório da entidade destaca dez violações dos direitos humanos no país

‘Brasil é um dos países onde mais se mata no mundo’, diz Anistia Internacional
Brasil vive um quadro de crise da segurança pública, diz Anistia Internacional (Fonte: Reprodução/Thinkstock)

O relatório “O Estado dos Direitos Humanos no Mundo”, divulgado nesta terça-feira, 24, pela Anistia Internacional afirma que o Brasil é um país extremamente violento e tem “graves violações dos direitos humanos”.

De acordo com o relatório, o Brasil vive um quadro de crise da segurança pública que se agravou nos últimos anos. A Anistia Internacional ressalta que já está mais do que na hora de o poder público tomar uma atitude — referindo-se aos casos de violência no país.

O documento, que foi encaminhado ao governo federal, destaca dez violações dos direitos humanos no país. São elas: número de mortes, repressão a protestos, violência policial, condições carcerárias, tortura e maus-tratos, impunidade dos crimes do governo militar, direitos dos povos indígenas, direitos LGBT, criminalização do aborto e comércio de armas.

Ainda segundo a Anistia Internacional, o Brasil tem cerca de 56 mil vítimas de homicídio por ano, sendo “um dos países onde mais se mata no mundo”, superando “situações onde existem conflitos armados e guerras”.

A entidade ressalta também que as polícias brasileiras ainda não estão preparadas para assegurar os direitos à liberdade de expressão e à manifestação pacífica, e que a sua lógica militarizada contribui para manter os altos índices de mortes violentas.

Fontes:
Portal Exame - 10 coisas que tornam o Brasil um dos mais violentos do mundo

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *