Início » Brasil » Brasil lança satélite que ficará mudo
COLUNA ESPLANADA

Brasil lança satélite que ficará mudo

As bases terrestres e sistemas terra/ar -- para receber e mandar sinais -- não foram comprados

Brasil lança satélite que ficará mudo
O Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicação (SGDC) entra em órbita no próximo dia 21 de março (Fonte: Reprodução/Divulgação/AEB)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O Brasil comprou um satélite de vigilância por R$ 2,1 bilhões, mas o equipamento de última geração ficará inoperante no espaço por um ano. O Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicação (SGDC) entra em órbita no próximo dia 21 de março, mas as bases terrestres e sistemas terra/ar — para receber e mandar sinais — não foram comprados. A aquisição emperrou por conta de um impasse que dividiu grupos de militares do Ministério da Defesa. A discussão ocorreu por um detalhe da hegemonia do grupo francês Thales. Alguns queriam sistemas russo, alemão, chinês ou americano.

No espaço

O satélite foi concluído pelo consórcio Telebras/Embraer a tempo. Ontem, o Ministério da Defesa admitiu que o SGDC “passará por um período de testes”, sem precisar o tempo necessário.

Na terra

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, disse na semana passada que o satélite iria apoiar, imediatamente, o esforço do governo no combate ao tráfico de drogas nas fronteiras.

No caixa

Sem o SGDC operante, o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras ficará prejudicado. O governo deverá investir no Sisfron, somente neste ano, R$ 450 milhões.

Três anos de atraso

A Penitenciária Federal de Brasília (DF) permanece sem data para ser entregue. A inauguração estava prevista para 2014, mas até o momento não há previsão de conclusão das obras. A estimativa de gastos da obra é de R$ 35,9 milhões, dos quais R$ 19,4 milhões já foram desembolsados.

Dois no páreo

A disputa pela presidência da Câmara tende a ser polarizada com Jovair Arantes (PTB-GO) e Rodrigo Maia (Dem-RJ), que ontem centraram fogo em encontros com os tucanos.

No Sul

Jovair se encontrou com o prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior (PSDB), e com a governadora em exercício do RS, Silvana Covatti (PP). À noite falou com Luís Fernando Pezão (PMDB), do Rio.

No Sudeste

Rodrigo centrou fogo com Geraldo Alckmin e parte da bancada do PSDB em São Paulo. Não desgrudou do telefone.

PSD na Mesa

Com o recuo de Rogério Rosso (DF), o ministro Gilberto Kassab negocia o PSD com Rodrigo Maia. Quer a quarta Secretaria para Rômulo Gouveia (PB) e a Secretaria de Relações Internacionais para Átila Lins (AM).

Poucos dias

Está próximo o julgamento da ADPF 402 sobre réus na linha de substituição e sucessória da Presidência da República. Mês provável é fevereiro, avisa o advogado Marlon Reis.

Decisão

Dependerá do ministro Dias Toffoli — no retorno das férias forenses — a decisão do Supremo Tribunal Federal sobre a soltura de presos da penitenciária de Manaus. A Defensoria Pública pede que os juízes soltem os presos por conta da falta de vagas. A reclamação acabou nas mãos da ministra Cármen Lúcia, que repassou a relatoria a Tóffoli.

Sem pressa

A questão é polêmica, pois a decisão do Supremo Tribunal Federal poderá se constituir numa jurisprudência. É por isso que a presidente da Suprema Corte quer uma decisão do plenário. O defensor público-geral federal, Carlos Eduardo Paz, concorda que não pode haver pressa e nem promessa de data para o julgamento da ação.

Obstáculos digitais

Nas contas do Ministério da Ciência e Comunicação, 566 emissoras AM foram autorizadas a operar na faixa FM. Até que isso aconteça de fato, é preciso vencer uma burocracia gigantesca.

Ponto Final

Do maluco beleza Carlos Minc sobre o outro maluco beleza, o Raul Seixas: “Ela tinha fortes lampejos de lucidez, que anda tão escassa”.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. CARLOS ROBERTO SILVEIRA disse:

    ESTE SATILITE, VOCES NAO AENTENDEM DE SATELITE É SO PARA O PESSOAL QUE TEM DEFICIENCIA, PARA OS MUDOS, vocês nao sabem nem brincar

  2. Eng. Paulo Bancovsky Pioneiro fundador da ANE ACADEMIA NACIONAL DE ENGENHARIA e ex Presidente disse:

    PODE-SE CONSTRUIR RAPIDAMENTE OBRAS, HOSPITAIS, ESCOLAS, PRESÍDIOS, ETC, MAS NÃO SE PODE FORMAR E CAPACITAR NA MESMA VELOCIDADE OS CONTINGENTES DE PROFISSIONAIS QUE PRESTARÃO OS SERVIÇOS. NO BRASIL, PARECE QUE AS AUTORIDADES, DESDE HÁ MUITO TEMPO, PROVOCAM DELIBERADAMENTE OS PROBLEMAS COMO ESSE, DESENTROSANDO O PLANEJAMENTO INTEGRADO DE SUAS NATURAIS E LEGÍTIMAS REPERCUSSÕES , INFRINGEM EM RESPONSABILIDADE OBJETIVA E PORTANTO EM CUSTOS NÃO CONSIDERADOS . PELO ANDAR DA CARRUAGEM PODE-SE IDENTIFICAR OS CONDUTORES, CARRUAGENS NUMA PISTA, CAVALOS NOUTRA E PASSAGEIROS, POBRES MORTAIS SUJEITOS AOS DESCALABROS DAS INCOMPETÊNCIAS GENERALIZADAS. QUE SE DANEM . MEDICOS, PROFESSORES, ENGENHEIROS,PROFISSIONAIS DE TODAS AS GAMAS E MATIZES , POVO EM GERAL…

  3. Markut disse:

    A síndrome dos três I :
    Incompetência, Irresponsabilidade, Impunidade.

  4. Carlos U Pozzobon disse:

    A notícia me parece absurda porque um satélite geoestacionário precisa ser constantemente reposicionado na órbita uma vez que ele sempre fica em uma posição flutuante no espaço, tal como um barco sem cordas em um ancoradouro. Isto só pode ser feito a partir da estação terrena através de transponders adaptados para acionar os mecanismos de propulsão da órbita. Ou o exército alugou os serviços de terceiros, onerando assim as despesas, ou o satélite não vai se manter muito tempo e antes da estação terrena ficar pronta, vai sair de órbita e despencar. O Congresso deveria providenciar uma CPI para investigar as trapalhadas.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *