Início » Brasil » Brasil mantém 79ª posição no ranking do IDH
RELATÓRIO GLOBAL

Brasil mantém 79ª posição no ranking do IDH

Essa é a primeira estagnação do Brasil pelo menos desde 2010, quando os dados passaram a ser disponibilizados a cada ano

Brasil mantém 79ª posição no ranking do IDH
O Índice de Desenvolvimento Humano avalia saúde, educação e rendimento (Foto: Kenia Ribeiro/CNM/PNUD Brasil)

Nesta terça-feira, 21, um relatório das Nações Unidas revelou que o Brasil ficou estagnado no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) em 2015. Na escala que varia de 0 a 1, o Brasil ficou com 0,754, se mantendo na 79ª posição assim como no ano anterior. O país empatou com a ilha caribenha de Granada. Quanto mais próximo de 1, melhor a situação do país. O índice avalia saúde, educação e rendimento.  Essa é a primeira estagnação do Brasil pelo menos desde 2010, quando os dados passaram a ser disponibilizados a cada ano.

O primeiro lugar ficou com a Noruega com 0,949. Já o último ficou com a República Centro-Africana, com 0,352. Ao todo, 188 países e territórios estavam no relatório.

“São poucos os países que ficam estagnados ou caem no desempenho do IDH. A tendência é de todos avançarem de um ano para o outro”, afirma a coordenadora do Relatório de Desenvolvimento Humano Nacional, Andréa Bolzon. O Brasil está entre os 16 países que continuaram na mesma posição do ano anterior. Outros 159 aumentaram o índice e os demais 13 diminuíram.

A coordenadora acredita que não haja melhora no índice em 2016. “Esses dados são de 2015 e os dados de 2016 já sabemos que são ruins, devido à retração econômica. É difícil prever, mas certamente uma melhora significativa está fora de questão”. Ela acredita que a estagnação brasileira foi consequência da crise econômica que o país já enfrentava em 2015, ano dos dados da coleta.

Entre 2014 e 2015, o desemprego cresceu de forma expressiva. Os mais afetados foram os jovens. A taxa de desemprego entre 15 e 24 anos subiu de 17% para 23,1%. O nível de desemprego entre mulheres também aumentou de 8,9% para 11,8%, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD). Em comparação com os países da América do Sul, o Brasil está em 5° lugar, atrás do Chile, da Argentina, do Uruguai e da Venezuela.

Fontes:
Estadão-Brasil se mantém na 79ª posição em ranking de IDH
Folha de S.Paulo-IDH brasileiro para de avançar, e país mantém 79ª posição em ranking
G1-Para ONU, IDH do Brasil mostra país 'estagnado' e acende 'luz amarela'

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. laercio disse:

    Nossos números quanto ao IDH são lamentáveis pois, pela quantidade de recursos diversos que temos, era para estarmos entre os 10 primeiros.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *