Início » Brasil » Brasil perde direito de voto em tribunal da ONU por falta de pagamento
ONU

Brasil perde direito de voto em tribunal da ONU por falta de pagamento

A diplomacia brasileira vive uma situação embaraçosa. Após acumular uma dívida de US$ 6 milhões na ONU, a segunda maior da entidade, o Brasil perdeu o direito de votar no Tribunal Penal Internacional

Brasil perde direito de voto em tribunal da ONU por falta de pagamento
Tribunal Penal Internacional fica na cidade de Haia, na Holanda (Reprodução/ Internet)

Após acumular mais de US$ 6 milhões em dívidas com a ONU, o Brasil perdeu o direito de voto no Tribunal Penal Internacional (TPI). Localizado em Haia, na Holanda, o tribunal representou o maior avanço no direito internacional desde o fim da Guerra Fria. A diplomacia brasileira vive uma situação embaraçosa, com a segunda maior dívida de um país nas Nações Unidas.

“O Artigo 112 (8), do Estatuto de Roma, dispõe que o Estado em atraso no pagamento de sua contribuição financeira não poderá votar, se o total de suas contribuições em atraso igualar ou exceder a soma das contribuições correspondentes aos dois anos anteriormente completos por ele devidos”, explicou uma nota emitida pelo Ministério das Relações Exteriores.

Tamanho da dívida

Os atrasos do Brasil com a ONU continuaram apesar da mudança na chefia do ministério e da nomeação de um novo chanceler para o segundo mandato da presidente Dilma Rousseff. Segundo o jornal Estado de S. Paulo, a dívida do Planalto com o orçamento regular da ONU superava em 2014 pela primeira vez a marca de US$ 100 milhões. Apenas os Estados Unidos mantinham uma dívida superior.

Uma semana antes do discurso de Dilma na Assembléia Geral da ONU, em Nova York, o governo decidiu enviar um cheque de US$ 36 milhões para a organização. A ONU agradeceu, mas avisou que mesmo com o pagamento, o Brasil ainda devia quase meio bilhão de reais.

Documentos da ONU indicam que, até 3 de dezembro, o Brasil devia US$ 170 milhões à entidade. Isso sem contar outra dívida de US$ 14 milhões com a Unesco, que deu o título ao Brasil de segundo maior devedor da entidade cultural da ONU, e outros US$ 87,3 milhões para as operações de paz dos capacetes azuis, forças de manutenção da paz da ONU.

Fontes:
Estado de S. Paulo-Brasil perde direito de votar em Tribunal da ONU por falta de pagamento

3 Opiniões

  1. André Luiz D. Queiroz disse:

    jovelino,
    Até onde eu saiba, o Fórum Econômico Mundial, em Davos, Suíça, não é um evento realizado pela ONU, mas sim uma iniciativa privada (http://www.weforum.org/world-economic-forum), embora eu também ache que Dilma Rousseff deu outra ‘bola fora’ ao o prestigiar Evo Morales ao invés do Fórum de Davos (ou não!, como mencionei em outro comentário — prefiro Joaquim Levy falando sobre os rumos da economia brasileira no exterior do que Dilma Rousseff; diminuem as chances de passarmos vergonha!)

    Independente do contexto geral da matéria, fiquei confuso com os valores da dívida. No início do artigo é dito a dívida atual é de US$ 6 milhões; depois é falado que a dívida do Planalto com o orçamento regular da ONU (não especificamente o Tribunal de Haia) superava em 2014 pela primeira vez a marca de US$ 100 milhões… e depois é mencionado que mesmo com o pagamento de US$ 36 milhões — Uma semana antes do discurso de Dilma na Assembleia Geral da ONU, em Nova York —, o Brasil ainda devia quase meio bilhão de reais (?!…). Ué?, quanto afinal o governo está devendo à ONU e ao Tribunal?…

  2. jovelino bispo vieira disse:

    As atitudes do Brasil são totalmente incoerentes com as de um pais que almeja um lugar de mais importancia na ONU, ja nao bastasse essa divida monstruosa com a entidade ainda tem a vergonhosa desfeita da presidente Dilma, ela ao inves de ir a uma reuniao importantissima para o Brasil na ONU ela preferiu “prestigiar” o indio ditador traficante, foi ENOJANTE para o brasileiro ,lembrando que as drogas e armas pesadas que abastecem as quadrilhas daqui vem justamente da bolivia, e acham que esse indio safado se importa com isso? pelo jeito NEM essa RATAZANA que o povo erroneamente elegeu como presidente do Brasil

  3. jovelino bispo vieira disse:

    MAIS UM “LEGADO” NEGATIVO DEIXADO POR ESSA ORGANIZACAO CRIMINOSA CHAMADA “PT”, ELES JA DERAM UM FIM A LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL, ESTAO DEPREDANDO AQUELA QUE UM DIA FOI A ESTATAL MAIS PODEROSA DO BRASIL E UMA DAS MAIS IMPORTANTES DO MUNDO…A PETROBRAS, REVIVERAM A INFLACAO, E TUDO INDICA PELAS INVESTIGACOES DA LAVAJATO E PELA DELACAO DO PAULO ROBERTO COSTA O MESMO ESQUEMA DE CURRUPCAO IMPLANTADO PELO CARTEL DE PARTIDOS (PP,PT,PMDB) NA PETROBRAS TAMBEM FUNCIONA EM TODA OBRA E INSTITUICAO DO GOVERNO FEDERAL, ( OBRAS DO PAC E INSTITUICOES FEDERAIS : BNDES,CAIXA,CORREIOS), FICA DIFICIL O BRASIL ATRAIR INVESTIDORES SE NAO DEMONSTRAR O MINIMO DE COMPETENCIA E IDONEIDADE

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *