Início » Brasil » Brasil pode ter a 6ª maior reserva de gás natural do mundo
exploração de gás natural

Brasil pode ter a 6ª maior reserva de gás natural do mundo

Esta semana, a ANP realizará leilão em sete bacias, cujo volume de recursos pode ultrapassar o do pré-sal

Brasil pode ter a 6ª maior reserva de gás natural do mundo
Para ter uma ideia do salto, em 2012 o Brasil tinha a 32ª maior reserva do mundo (Reprodução/Internet)

Esta semana, a Agência Nacional do Petróleo (ANP) realizará o leilão de 240 blocos exploratórios terrestres, em sete bacias sedimentares, com potencial para gás natural convencional e de folhelho (shale gas em inglês). A maioria dos brasileiros tem chamado erradamente shale gas de xisto, quando o termo correto é gás de folhelho.

A ANP estima que o volume de recursos da região é grande e pode ultrapassar até o do pré-sal. Se for confirmado, o Brasil está a caminho de ficar entre as seis maiores reservas do mundo. Para ter uma ideia do salto, em 2012 o Brasil tinha a 32ª maior reserva do mundo.

De acordo com a ANP, o volume de recursos a ser explorado em cinco das sete bacias que serão ofertadas tem potencial de 10,1 trilhões de metros cúbicos de gás natural convencional, número que fica abaixo apenas das reservas da Rússia, Irã, Qatar, Turcomenistão e Estados Unidos. Já o gás de folhelho, que se tornou uma febre nos EUA, tem possibilidade de ser encontrado em apenas três das sete bacias ofertadas: Recôncavo, na Bahia, Sergipe-Alagoas e São Francisco, em Minas Gerais.

Apesar do otimismo, a falta de conhecimento geológico da região e a precária infraestrutura para o escoamento do gás explorado afasta o interesse dos investidores do setor. O risco de contaminação dos lençóis freáticos da região e a falta de políticas de incentivo para a exploração também contribuem para o desinteresse dos investidores.

A ANP espera que o leilão seja o primeiro passo para desenvolver um grande setor de exploração e produção de gás natural. Os leilões estão marcados para a próxima quinta-feira, 28, e sexta-feira, 29. Ao todo, 21 empresas, das quais 11 são estrangeiras, participarão do leilão.

Diferença entre gás de xisto e gás de folhelho

O termo gás de xisto ficou conhecido por conta de uma tradução errada do termo americano “shale gas”. De acordo com o geólogo  Pedro Zalán, da ZAG Consultoria em Exploração de Petróleo, não existe gás de xisto. O termo correto para designar o gás não convencional conhecido nos EUA como shale é gás de folhelho, rochas cujos poros estão praticamente fechados.

Fontes:
O Globo-Entre os maiores do mundo em gás
O Globo-Exploração ainda é restrita a campos marítimos

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *