Início » Brasil » Brasil registra mais de mil casos de sarampo em 2018
SAÚDE

Brasil registra mais de mil casos de sarampo em 2018

A Unicef anunciou que dez países foram responsáveis por 74% do aumento dos casos

Brasil registra mais de mil casos de sarampo em 2018
A verdadeira infecção é a falta de informação (Foto: Pixabay)

O Fundo Internacional de Emergência para a Infância das Nações Unidas (Unicef) chamou a atenção para o aumento dos números de infecção por sarampo em todo o mundo. Em média, dez países foram os responsáveis por 74% do aumento dos casos da doença entre 2017 e 2018, tendo Ucrânia, Filipinas e Brasil entre os líderes, respectivamente.

Aproximadamente 98 países confirmaram mais casos da doença em 2018 do que no ano anterior. Dez dos países correspondem a três quartos do crescimento da doença. A Ucrânia, que registrou mais de 35 mil casos no ano passado, já registra 24.042 novas infecções nos dois primeiros meses de 2019. Nas Filipinas ocorre a mesma situação: já são 12.736 casos neste ano, contra 13.192 em 2018.

“Esses casos não apareceram da noite para o dia. Assim como os sérios surtos que estamos no momento tiveram início em 2018, a falta de ações hoje trará consequências desastrosas para as crianças amanhã”, afirmou a diretora-executiva do Unicef, Henrietta H. Fore.

A Ucrânia está recebendo um forte apoio do Unicef e da Organização Mundial da Saúde (OMS), com o objetivo de acelerar a vacinação para combater o medo da população com relação à imunização. O Ministério da Saúde do país criou uma iniciativa em escolas e clínicas da região de Lviv. Desde 2017, a Ucrânia registrou, ao todo, 30 mortes.

Em meio a “consequências desastrosas”, a doença continua a se espalhar sem controle. A Unicef afirmou que 98 países ao redor do mundo relataram um aumento nos casos de sarampo, comparado a 2017. O total inclui diversos países que erradicaram anteriormente a doença.

Os aumentos não foram somente observados em países onde a vacinação foi interrompida, mas também em nações nas quais informações equivocadas ou falsas foram disseminadas por movimentos antivacinas. O sarampo é contagioso e se espalha tão facilmente quanto o ebola, a tuberculose ou a gripe. Além de ser fatal para as crianças desnutridas e bebês. Uma vez infectados, não existe um tratamento específico para o sarampo.

“Este é um alerta”, disse Fore. “Temos uma vacina segura, eficaz e barata contra uma doença altamente contagiosa. Uma vacina que salvou quase um milhão de vidas todos os anos nas últimas duas décadas”.

Países altamente afetados estão envolvidos diretamente em conflitos ou crises políticas, como Iêmen e Venezula. Apesar disso, a presença da França está correlacionada ao movimento dos grupos antivacinas. A França tem uma das taxas mais baixas de confiança das vacinas no mundo.

“O sarampo pode ser a doença, mas, com muita frequência, a verdadeira infecção é a falta de informação, a desconfiança e a complacência. Precisamos fazer mais para informar com precisão todos os pais, para nos ajudar a vacinar com segurança todas as crianças”, acrescentou Fore.

Fontes:
The Guardian-Shock rise in global measles outbreaks 'disastrous' for children, UN warns
G1-Brasil já tem mais de mil casos de sarampo em 2018, segundo Ministério da Saúde

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *