Início » Brasil » Brasil tem dois presos para cada vaga no sistema carcerário
SISTEMA CARCERÁRIO

Brasil tem dois presos para cada vaga no sistema carcerário

País atingiu a marca de 726.712 presos em junho do ano passado

Brasil tem dois presos para cada vaga no sistema carcerário
Número de presos no país aumentou oito vezes desde 1990 (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

A população carcerária no Brasil atingiu a marca de 726.712 presos em junho do ano passado para um total de 368.049 vagas. Os números constam no Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias (Infopen) divulgado nesta sexta-feira, 8, pelo Ministério da Justiça.

O Brasil tem hoje uma taxa de ocupação nos presídios de 197,4%. Há, portanto, cerca de dois presos para cada vaga no sistema carcerário do país. O percentual máximo de excedente de detentos nas prisões estabelecido pelo Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária é de 137,5%.

“O que nós temos é um aumento da população carcerária e, praticamente, uma estabilidade no que se refere à oferta de vagas e oferta de estabelecimentos prisionais”, explicou o diretor-geral do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), Jefferson de Almeida.

Ainda de acordo com o Ministério da Justiça, o número de presos no país aumentou oito vezes desde 1990.

O levantamento mostra também que, do total da população encarcerada, 40% são presos provisórios, ou seja, ainda sem julgamento. A maior população carcerária do país está em São Paulo, que tem 240.061 presos. Em seguida, aparece Minas Gerais, com 68.354, e Paraná, com 51.700. Já a menor população carcerária está em Roraima, com 2.399 presos.

Em entrevista ao portal UOL, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, afirmou que “a superlotação dos presídios ofende a dignidade humana”.

Fontes:
Uol - Cadeias brasileiras superam limite de superlotação estipulado pelo Ministério da Justiça
G1 - Brasil dobra número de presos em 11 anos, diz levantamento; de 726 mil detentos, 40% não foram julgados

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

3 Opiniões

  1. Adib Farid disse:

    O q ofende a dignidade humana é soltar um corrupto 3 vezes, como ele fez com o seu amigo Barata!

  2. carlos alberto martins disse:

    avisem Gilmar Mendes que ofendem a dignidade humana,são os bandidos.se estão presos é porque quérem.pelo visto estão gostando,afinal tem direito a casa,comida,segurança ,saúde e salário.tudo pago por nossos impostos.estamos pagando hoje os nóssos assaltantes e estupradores de amanhâ.direitos humanos a vontade em defesa dos canalhas,enquanto para quem trabalha o olho da rua,sem nenhum direito.

  3. Daniela Villa disse:

    Pensem no lado bom: Se não existisse a população carcerária, as taxas de desemprego seriam maiores.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *