Início » Brasil » Brasil tem maior número de cidades em ranking de violência
ONG MEXICANA

Brasil tem maior número de cidades em ranking de violência

Natal é a cidade mais violenta do Brasil, segundo o ranking elaborado por uma ONG mexicana

Brasil tem maior número de cidades em ranking de violência
Ranking de violência inclui 19 cidades brasileiras (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

Um levantamento feito por uma ONG mexicana revelou que o Brasil é o país o que tem o maior número de cidades em um ranking mundial de violência. Os dados são referentes a 2016.

De acordo com a ONG Conselho Cidadão para Segurança Pública e Justiça Penal, a lista, que tem um total de 50 cidades, inclui 19 municípios brasileiros.

Natal é a cidade mais violenta do Brasil, segundo o ranking. A capital potiguar aparece na 10° posição da lista, com 69,56 homicídios para cada 100 mil habitantes. Em seguida, aparecem Belém e Aracaju, em 11º e 12º lugares.

A ONG, que analisa municípios com mais de 300 mil habitantes, informou que “das 50 cidades da lista, 19 estão no Brasil, 8 no México, 7 na Venezuela, 4 nos EUA, 4 na Colômbia, 3 na África do Sul, 2 em Honduras, 1 em El Salvador, 1 na Guatemala e 1 na Jamaica”.

As outras cidades brasileiras incluídas no ranking são: Feira de Santana (15º), Vitória da Conquista (16º), Campos dos Goytacazes (19º), Salvador (20º), Maceió (25º), Recife (28º), João Pessoa (29º), São Luís (33º), Fortaleza (35º), Teresina (38º), Cuiabá (39º), Goiânia (42º), Macapá (45º), Manaus (46º), Vitória (47º) e Curitiba (49º).

O primeiro lugar do ranking das cidades mais violentas do mundo é ocupado por Caracas, na Venezuela, com 130,35 homicídios para cada 100 mil habitantes. Em seguida, aparecem Acapulco, no México, e San Pedro Sula, em Honduras.

Duas cidades brasileiras deixaram o ranking em relação a 2015: Porto Alegre e Campina Grande.

Confira abaixo o ranking completo:
Caracas (Venezuela) – 130,35 homicídios/100 mil habitantes
Acapulco (México) – 113,24
San Pedro Sula (Honduras) – 112,09
Distrito Central (Honduras) – 85,09
Victoria (México) – 84,67
Maturín (Venezuela) – 84,21
San Salvador (El Salvador) – 83,39
Ciudad Guayana (Venezuela) – 82,84
Valencia (Venezuela) – 72,02
Natal (Brasil) – 69,56
Belém (Brasil) – 67,41
Aracaju (Brasil) – 62,76
Cape Town (África do Sul) – 60,77
St. Louis (EUA) – 60,37
Feira de Santana (Brasil) – 60,23
Vitória da Conquista (Brasil) – 60,10
Barquisimeto (Venezuela) – 59,38
Cumaná (Venezuela) – 59,31
Campos dos Goytacazes (Brasil) – 56,45
Salvador e RMS (Brasil) – 54,71
Cali (Colômbia) – 54,00
Tijuana (México) – 53,06
Guatemala (Guatemala) – 52,73
Culiacán (México) – 51,81
Maceió (Brasil) – 51,78
Baltimore (EUA) – 51,14
Mazatlán (México) – 48,75
Recife (Brasil) – 47,89
João Pessoa (Brasil) – 47,57
Gran Barcelona (Venezuela) – 46,86
Palmira (Colômbia) – 46,30
Kingston (Jamaica) – 45,43
São Luís (Brasil) – 45,41
New Orleans (EUA) – 45,17
Fortaleza (Brasil) – 44,98
Detroit (EUA) – 44,60
Juárez (México) – 43,63
Teresina (Brasil) – 42,84
Cuiabá (Brasil) – 42,61
Chihuahua (México) – 42,02
Obregón (México) – 40,95
Goiânia e Aparecida de Goiânia (Brasil) – 39,48
Nelson Mandela Bay (África do Sul) – 39,19
Armenia (Colômbia) – 38,54
Macapá (Brasil) – 38,45
Manaus (Brasil) – 38,25
Vitória (Brasil) – 37,54
Cúcuta (Colômbia) – 37,00
Curitiba (Brasil) – 34,92
Durban (África do Sul) – 34,43

Fontes:
G1 - Natal é a cidade mais violenta do Brasil, diz ranking mundial

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

6 Opiniões

  1. Yuri Vieira disse:

    Seria cômico, não fosse simplesmente idiota, atribuir a violência ao fato de serem cidades supostamente católicas. (A Igreja Católica na América Latina está tão infiltrada pela Teologia da Libertação, uma perversão comunista, que mal dá para saber quem é e quem não é realmente católico.) E vale perguntar: as coisas não estariam piores sem a presença da Igreja? O interessante é que, quando um cristão se torna um assassino, é porque não foi cristão o bastante, uma vez que faz parte dos mandamentos o “não matarás”; já o islâmico, se comete atentados terroristas ou se assassina infiéis, está apenas sendo um islâmico ao pé da letra, um “bom” muçulmano, já que o Corão defende tais atos. O que não parece passar pela cabeça de ninguém é que, em nossos países, o porte de arma é proibido para o cidadão comum, o qual se torna incapaz de defender-se. Aqui, apenas bandidos se armam. “Ah, mas há na lista quatro cidades dos EUA, país onde as pessoas andam armadas!” Sim, mas notou que são todas cidades administradas por prefeitos do Partido Democrata? E o Partido Democrata é aquele que defende o desarmamento, fecha os olhos para o tráfico de drogas (Baltimore) e assim por diante. Sir Richard Francis Burton, um dos primeiros ocidentais a peregrinar até Meca no século XIX, dizia que o cristianismo não poderia crescer na África e no oriente porque é uma religião com pensamentos demasiado sutis para a mentalidade dos povos dessas regiões e que, portanto, só uma religião para gente bruta, como o islamismo, poderia se espalhar por ali. Se vocês pensam que ele tem razão (eu discordo), então eis sua opinião explicitada: nós, latino americanos, somos brutos, estúpidos demais para o cristianismo.

  2. Gelson Barcellos disse:

    A cidade mais turística do Brasil e também uma das mais violentas não aparece neste ranking. Por que será??????

  3. laercio disse:

    É verdade, a mídia massacrar o islamismo mais não divulga os dados dos locais onde ela mesma ganha milhões!
    Somos enganados todos os dias, misturam verdades com mentiras para confundir a opinião pública e, assim, com a ajuda de alguns legisladores, mantém o povo na miséria e ganham muito dinheiro com isso.

    Na verdade estamos sendo constantemente atacados em nossos direitos mas a mídia foi tão voraz que conseguiu tomar nossa consciência, de forma que, nem sabemos se defender quanto a vários assuntos.

    A solução está na frente de todos nós:
    Para latrocidas, pena de morte!
    Para traficantes: prisão perpétua com trabalhos forçados para assistir o desgraçado viciado.
    Para condenados o cárcere deve ser individual e sem visitas.

    Certamente aparecerão aquele que acham isso um absurdo, dá mesma forma que eu acho um absurdo alguém condenado há 20 anos sob regime fechado ganhar a liberdade em seis anos

  4. Rogerio Faria disse:

    As 12 primeiras cidades são de religião católica. Interessante.

  5. Natanael Ferraz disse:

    Adoro “levantamentos”:
    Com esse aí é possível concluir que os países mais violentos são todos cristãos e a maioria católicos. E a mídia fica batendo no Islã.

  6. Marlene Simarelli disse:

    Rio de Janeiro e São Paulo não constam? muito estranho…

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *