Início » Brasil » Brasil: um país fechado para imigrantes
IMIGRANTES NO BRASIL

Brasil: um país fechado para imigrantes

Políticas proibitivas têm dificultado a entrada de imigrantes no país. A baixa taxa pode apresentar resultados ruins na economia

Brasil: um país fechado para imigrantes
Imigrantes não são atraídos para o Brasil devido às dificuldades e barreiras desnecessárias para a entrada no país (Foto: Eduardo Ogata/São Paulo Carinhosa)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O Brasil tem a quinta média mais baixa de população imigrante da América Latina, segundo a revista americana Economist. A crise econômica vivida no país, a falta de políticas voltadas para facilitar a entrada de imigrantes e o idioma que não é amplamente falado no mundo são os principais motivos da baixa taxa apresentada. De uma população de 204 milhões, apenas 600 mil nasceram fora do país.

Após registrar um pico populacional de estrangeiros no início do século XX (7,3% do total), o número vem diminuindo desde então. A Argentina, ainda que tenha uma população cinco vezes menor que a do Brasil e com uma economia igualmente conturbada, atrai mais que o dobro de trabalhadores estrangeiros – cerce de 280 mil pessoas por ano. A maioria é de trabalhadores pobres vindo de outros países falantes do espanhol.

Burocracia na imigração 

De acordo com o Secretário Nacional de Justiça, Beto Vasconcelos, os imigrantes não são atraídos para o Brasil devido às dificuldades e barreiras desnecessárias para a entrada no país. Ao contrário das generosas políticas de concessão de asilo para refugiados, que oferecem aos requerentes  uma autorização de trabalho gratuita dentro de uma semana, a legislação para imigração no Brasil é “anacrônica”, diz Vasconcelos.

A principal lei de imigração, promulgada pelo governo militar entre 1964 e 1985, trata os imigrantes como uma ameaça à segurança nacional e para os trabalhadores brasileiros. Ela proíbe os estrangeiros de participar de comícios políticos, ter participação acionária em jornais e terem função ativa em sindicatos.

Mesmo com a queda na economia e o desemprego crescente, a falta de receptividade para talentos estrangeiros tem um preço alto. A consultoria de recursos humanos Manpower recentemente descobriu que 61% dos empregadores brasileiros estão tendo dificuldades para preencher vagas. Dentre 42 países, apenas Japão, Peru e Hong Kong apresentam índices piores.

Em um ranking anual das habilidades de países em desenvolver e atrair talentos, da escola de negócios IMD, o Brasil caiu para a 57ª posição de 61 países listados este ano. Segurança, qualidade de vida e educação foram levadas em conta no ranking.

Fontes:
The Economist-No golden door

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

3 Opiniões

  1. fernando disse:

    Quem escreveu esta reportagem só pode estar brincando!Passeie pela capital de São Paulo, Curitiba ou Sorocaba (cidade onde moro) e verá centenas de chineses para todos os lados! Quase todas as lanchonetes, e lojas de variedades, aqui da minha cidade, são de chineses!

  2. Roberto1776 disse:

    Então os 20.000 haitianos que supostamente chegaram no Brasil não existem? Se isso é verdade então é uma boa notícia, pois os poucos que se encontram em Porto Alegre já estão fazendo concorrência com os camelôs, vendendo óculos de grau (não exigem receita médica), óculos de sombra (provavelmente sem proteção contra raios ultra-violeta) e a prefeitura parece não se importar com isso. Os camelôs brasileiros estão confinados em um centro de compras onde precisam pagar alugueis que lhes subtraem boa parte da renda. Esse centro de compras foi construído para retirar todos os camelôs das ruas.

  3. Áureo Ramos de Souza disse:

    O Brasil desde sua descoberta foi invadido por imigrantes de todos os países, italianos, africanos (pobres sofredores) franceses e muitos outros e vejam que temos uma das maiores colonias ou melhor de imigrantes Japoneses no caso Jardim Japão.Deixa estes povos sofridos ter um final de vida feliz e para ser feliz nada melhor que o Brasil.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *