Início » Brasil » Brasileiro desconhece de onde vêm e como são produzidos seus alimentos
Rastreio de alimentos

Brasileiro desconhece de onde vêm e como são produzidos seus alimentos

Saber de onde vem os alimentos é importante para o consumidor verificar se o produto está de acordo com suas preferências ou se foi utilizado agrotóxico

Brasileiro desconhece de onde vêm e como são produzidos seus alimentos
No país, essa função não é obrigatória (Reprodução/Breno Salvador/ Agência O Globo)

No Brasil, uma prática pouco conhecida e utilizada é a da rastreabilidade de alimentos. Saber de onde o produto vem e como ele é produzido é importante para o consumidor verificar se o alimento está de acordo com suas preferências, se foi utilizado agrotóxico, se agrediu o ambiente ou gerou menos consumo de CO². Mas, no Brasil, essa função não é obrigatória.

Uma pesquisa realizada pelo Instituto de Defesa do Consumidor (Idec), revelou que no Brasil o acesso às informações dependem de um QR Code (código que é lido pela câmera do celular). O que acaba acontecendo é que a internet restringe o potencial de alcance das informações. Para o Idec, o ideal é que as informações estejam disponíveis nas prateleiras.

“O rastreamento dá informações valiosas: ele indica se o item foi produzido por agricultura familiar ou de grande propriedade, se a produção é local ou se vem de longe, por exemplo”  afirma Renata Renata Amaral, pesquisador do Idec responsável pelo estudo. Ainda segundo Renata, os produtos locais diminuem os impactos na natureza, porque geram menos emissão de CO² por percorrer menos distâncias.

Saber de onde vem os alimentos também agiliza no caso de um recall no caso de algum produto trazer risco à saúde do consumidor. O Idec espera que a Anvisa e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) abram uma consulta pública sobre as futuras regras de rastreabilidade de alimentos ainda este ano.

Fontes:
O Globo-Brasileiro desconhece de onde vêm e como são produzidos seus alimentos

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *