Início » Brasil » Brasileiro vindo da Guiné pode ter contraído ebola
MINISTÉRIO DA SAÚDE

Brasileiro vindo da Guiné pode ter contraído ebola

Paciente ficará isolado até passar pelo primeiro exame de confirmação ou não da doença

Brasileiro vindo da Guiné pode ter contraído ebola
paciente foi transportado de BH para o Rio em um avião da FAB (Fonte: Reprodução/FAB TV)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Um brasileiro de 46 anos que chegou em Belo Horizonte (MG) na última sexta-feira, 6, vindo da Guiné apresentou sintomas compatíveis com o vírus ebola.

O homem foi transferido para o Rio de Janeiro no fim da noite desta quarta-feira, 11, para ser examinado no Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, na Fiocruz.

O paciente ficará isolado até passar pelo primeiro exame de confirmação ou não do ebola.

O primeiro resultado deve ser divulgado ainda nesta quinta-feira, 12. Caso seja negativo para o ebola, o exame será repetido após 48h.

O brasileiro apresentou no último domingo, 8, sintomas como febre alta, dor muscular e dor de cabeça. Ele foi atendido em uma UPA de Belo Horizonte nesta terça-feira, 10.

O Ministério da Saúde informou que o paciente está estável e não apresenta quadro de gravidade. Ainda de acordo com a pasta, ele se enquadrou na definição de ebola por apresentar febre e por ter vindo de um país com transmissão da doença. O governo federal já informou o caso suspeito à Organização Panamericana de Saúde.

A UPA da capital mineira onde o paciente foi atendido está “isolada”. Os funcionários que trabalhavam no local estão em quarentena.

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, “o ebola só é transmitido através do contato com o sangue, tecidos ou fluidos corporais de indivíduos doentes”, e “o vírus somente é transmitido quando surgem os sintomas”.

Fontes:
G1 - Paciente com suspeita de ebola chega ao Rio para exames na Fiocruz

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *