Início » Brasil » Brasileiros fazem ‘panelaço’ durante pronunciamento de Dilma
Protestos

Brasileiros fazem ‘panelaço’ durante pronunciamento de Dilma

O 'Panelaço nas Janelas' foi convocado durante todo o final de semana nas redes sociais

Brasileiros fazem ‘panelaço’ durante pronunciamento de Dilma
Panelaço em Belo Horizonte durante o pronunciamento da presidente (Fonte: Reprodução/Estado de Minas)

Moradores de várias cidades do país participaram de um “panelaço”, acompanhado de vaias, na noite deste domingo, 8, durante o pronunciamento da presidente Dilma Rousseff em rede nacional de rádio e TV.

O “Panelaço nas Janelas” foi convocado durante todo o final de semana nas redes sociais e em mensagens no aplicativo Whatsapp.

Há relatos de protestos em várias capitais, como Porto Alegre, Curitiba, Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro, Goiânia, Belém, Recife, Maceió e Fortaleza.

Em seu pronunciamento, Dilma admitiu que o Brasil passa por dificuldades, consequências da crise econômica mundial e da “maior seca da história”, e pediu paciência aos brasileiros.

“Você tem todo direito de se irritar e de se preocupar. Mas lhe peço paciência e compreensão porque esta situação é passageira […] Absorvemos a carga negativa até onde podíamos e agora temos que dividir parte deste esforço com todos os setores da sociedade. É por isso que estamos fazendo correções e ajustes na economia”, declarou a presidente.

Fontes:
G1 - Dilma pede 'paciência' e diz que sociedade precisa dividir esforço

10 Opiniões

  1. olbe disse:

    A voz do povo é a voz de DEUS. Todos reclamam pelas mesmas coisas, hoje todos sabem de tudo mas a nossa presidenta acha que pode rebuscar as palavras e todos vão aplaudir..Só aplaude quem está lucrando com esta situação os outros ou seja toda a população está conferindo o que acontece no dia a dia e o que estão vendo não é nada bonito e a Presidenta ainda vem querer dourar a pílula para o povo, ninguém disse a ela que isto só faz piorar as coisas e aumenta o ódio das pessoas contra ela?

  2. Jorge Armani disse:

    Não participei do panelaço porque as minhas panelas são de vidro, vou comprar duas de aluminio para esperar o próximo.

  3. Carlos Chacal disse:

    Vamos salvar urgente o BNDES, que é lá que o rombo é grande.

  4. Áureo Ramos de Souza disse:

    É muita cara de pau, verdadeiro óleo de peroba, utilizar nosso dinheiro com a propaganda que nós pagamos e ainda descaradamente vem dizer que tudo é consequência da crise mundial e o ASSALTO A PETROBRAS, E O DINHEIRO QUE MANDOU PARA CUBA E VENEZUELA e os aumentos de preços, assim como o aumento dos deputados nas caladas por unanimidade e os trabalhadores, isto não significa nada. Esperem brasileiros e brasileiras pois vem ai DELEÇÃO PREMIADA DOS 49 CONVOCADOS ai a VACA VAI TOSSIR. PANELAÇO É SÓ O COMEÇO MUITA COISA AINDA VAI ACONTECER. ASSIM FOI DITO E ASSIM SERÁ FEITO.

  5. Honorio Tonial disse:

    Como simples aposentado, ao 89 anos de idade, pouco entendo em economia,
    O que me causou estranheza, todavia, foi a afirmação da presidente, de que o Brasil tem um reserva de mais de 800 bilhões de dolares
    E a despesa? Por que não foi mencionada?. Ou ele não existe?
    Na nossa vida familiar temos por habito cotejar as duas..

  6. joaquim vieira disse:

    MANDA CHAMAR SUPER LULA! QUEM SABE ELE AUMENTAR MAIS A DÍVIDA DO PAÍS, DESVIA MAIS UM POUQUINHO, AUMENTAS O PATRIMÔNIO DOS SEUS FILHOS. ENQUANTO OS FILHO DO BRASIL CARREGA ESTES TRANQUEIRA NAS COSTA E AINDA PAGA CONTA!

  7. Vitafer disse:

    Não há mal que sempre dure nem tristeza que nunca acabe.

  8. Fábio Nascimento disse:

    Interessante é que a Presidenta não mencionou como causas: sua gestão incompetente, o rombo na Petrobras, irresponsabilidade fiscal, gastos com Cuba, corrupção, o nanismo diplomático e outros. Presidenta, seria mais digno se a senhora pegasse seu boné e fosse para Havana passar um tempo – eterno – por lá. Faça-nos esse GRANDE FAVOR, e leve o PT junto. o Brasil receberia isso como a maior e melhor medida do seu governo.

  9. André Luiz D. Queiroz disse:

    Algum dos ‘viventes’ se lembra de como se deu a queda do ditador romeno, Nicolae Ceaușescu, em 1989? Pois vou recordar; conforme a Wikipedia (sempre ela…): “O regime de Ceauşescu veio por terra após o início de manifestações na cidade de Timişoara a 16 de dezembro de 1989. Os protestos começaram pacíficos, mas logo se tornaram mais intensos, (…) Em 21 de dezembro Ceauşescu fez um comício na praça principal de Bucareste, conhecida então como Pieta Republica (hoje chamada de Pieta Revolutiei) para 80 mil pessoas, evento que foi televisionado para todo o país, e os presentes passaram a fazer perguntas difíceis, constrangendo o ditador em público. A rebelião alastrou-se pelo país inteiro, chegando a Bucareste, e a 22 de dezembro as forças armadas fraternizaram com os manifestantes. Nesse mesmo dia, Ceauşescu foge da capital de helicóptero com sua mulher, enquanto um ajudante apontava uma pistola à cabeça do piloto, que aterra ao simular uma falha mecânica e Ceauşescu é capturado pelas forças armadas num bloqueio de estrada e levado para uma base militar em Târgovişte (distante 15 Km de Bucareste) junto de sua esposa.” (http://pt.wikipedia.org/wiki/Nicolae_Ceau%C8%99escu) O que aconteceu, daí em diante, prefiro nem comentar…! Que é pra não dar ideia aos mais exaltados com a situação em nosso país!

  10. WILLIANS RODRIGUES GOMES disse:

    Ulisses utilizou cera nos ouvidos, e não se deixou levar pelo canto da sereia.
    Neste caso não há necessidade de tal prática já que, em se tratando de uma Coragyps atratus (vá ao google), não será sua beleza que atrairá alguém.
    A democracia nos dá o direito de errar mas, insistir no erro nos custará mais caro do que já está custando.
    Não deixemos nosso País se tornar uma Argentina, uma Venezuela ou Cuba. Apesar de nossas escolhas momentâneas, ainda temos a força para reverter tudo o que por aí está.
    Todo poder emana do povo, Art. 1º, § único, CF/88

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *