Início » Brasil » Cabral se torna réu pela 26ª vez
EX-GOVERNADOR DO RIO

Cabral se torna réu pela 26ª vez

Ex-governador do Rio é acusado de lavar dinheiro através da rede de restaurantes japoneses Manekineko

Cabral se torna réu pela 26ª vez
A nova denúncia contra Cabral foi aceita pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral virou nesta terça-feira, 30, réu pela 26ª vez acusado de lavar dinheiro por meio da rede de restaurantes japoneses Manekineko.

O Ministério Público Federal também denunciou a mulher de Cabral, Adriana Ancelmo, e outras duas pessoas que, segundo o MPF, também participavam do esquema, Thiago de Aragão Gonçalves Pereira e Silva e Ítalo Garritano Barros.

A denúncia foi aceita pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio. De acordo com Bretas, o crime de lavagem de ativos foi verificado em 16 oportunidades diferentes, tendo sido ocultado durante quase dois anos e dissimulada a origem, natureza, disposição, movimentação e a propriedade de pelo menos R$ 3,1 milhões.

O juiz Marcelo Bretas ressaltou que o propósito era “distanciar ainda mais o dinheiro de sua origem ilícita, derivado de crimes de corrupção praticados pela organização criminosa chefiada por Sérgio Cabral, mediante a emissão de notas fiscais falsas, relativas à prestação de serviços advocatícios inexistentes do escritório Ancelmo Advogados para o restaurante Manekineko”.

A denúncia, ainda segundo o MPF, é resultado do desdobramento das operações Calicute e Eficiência.

Fontes:
EBC - Ex-governador Sérgio Cabral vira réu pela 26ª vez

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *