Início » Brasil » Câmara divulga guia de termos políticos em Libras
INCLUSÃO

Câmara divulga guia de termos políticos em Libras

Objetivo é facilitar o entendimento dos surdos de termos políticos e legais usados durante as decisões judiciais e legislativas

Câmara divulga guia de termos políticos em Libras
Dicionário animado conta com 1,2 mil sinais em Libras (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)

A Câmara dos Deputados disponibilizou, através do seu site, o Dicionário de Termos Político-Legislativos em Libras, que conta com mais de 1,2 mil movimentos na Língua Brasileira de Sinais (Libras). Para cada uma das expressões mais famosas, um vídeo em animação fica disponível com o movimento a ser feito.

O objetivo da Câmara é facilitar o entendimento dos surdos de termos políticos e legais usados durante as decisões judiciais e legislativas. Os intérpretes brasileiros também podem se beneficiar do conteúdo, usando os vídeos como uma forma de estudo para se comunicar melhor com deficientes auditivos.

No dicionário, o interessado pode procurar pelo termo específico através de uma ferramenta de busca disponível logo no topo da tela. Além da animação, o dicionário também conta com uma descrição para o usuário poder entender o seu significado.

Para a criação da base de dados, os termos foram reaproveitados diretamente de comissões, textos do site da Câmara, sessões plenárias e glossários de órgãos públicos. Ao contrário de dicionários mais voltados para a língua portuguesa, a ferramenta conta também com gírias usadas em discursos parlamentares e em outros meios de comunicação oficiais.

O material foi desenvolvido em uma parceria entre a Câmara dos Deputados, a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e o Departamento de Governo Eletrônico do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG). Há alguns anos os órgãos já trabalhavam em um projeto chamado de Suíte VLibras – um conjunto de ferramentas de tradução automática para Libras.

No Suíte VLibras, os movimentos são interpretados por humanos e captados em vídeo, sendo digitalizados posteriormente para a formação de um dicionário. No vídeo disponibilizado, os sinais são feitos por uma animação tridimensional semelhante a um ser humano. Com o incremento dos 1,2 mil novos sinais animados, o banco de dados do VLibras chegou a 13 mil sinais armazenados.

 

Leia também: O desafio da educação dos surdos no Brasil
Leia também: Senado aprova exames gratuitos para alunos da rede pública

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. carlos alberto martins disse:

    pobre dos surdos,agóra terão que saber todas as cretinices ditas por nossos legisladores.os coitados não sabem do que estávam se livrando. alguns momentos de minha vida sinto que os politicos só dizem porcarias,porque então atormentar os mesmos?

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *