Início » Brasil » Camburão na pista
COLUNA ESPLANADA

Camburão na pista

Após a revelação do assédio sexual de deputado de São Paulo a uma jovem, apareceram mais duas mulheres vítimas. Uma engravidou dele e está fora do país

Camburão na pista
O partido já sabe do caso e o recesso nunca foi tão tenso para todos (Foto: SD Victims Criminal)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Após a revelação do assédio sexual de deputado federal de São Paulo a uma jovem militante de Brasília – a Coluna tem as provas – apareceram mais duas mulheres vítimas – uma delas engravidou dele e está fora do País. O partido já sabe do caso e o recesso nunca foi tão tenso para todos. Segue a novela da vida real. Aguardem detalhes.

Outra novela

A ex de Valdemar da Costa Neto entrega documentos ao FBI em 15 de agosto, nos Estados Unidos. Eles estão em litígio de separação no Brasil.

Saudade do Poder

Estão muitos lá, mas ele chamou a atenção. Hélio Costa, ex-senador e ex-ministro, almoçou ontem num ‘pé sujo’ de US$ 9,90 o quilo em Miami, onde passa férias.

Dançou

Eduardo Cunha encomendou levantamento informal a aliados para saber quantos votos teria contra sua cassação: “Menos de 120”, contabilizou um fiel parlamentar.

Vem operação

Ex-servidores de carreira da Petrobras aposentados acharam uma brecha malandra para abocanhar milhões de forma fraudulenta da estatal. Abriram consultorias de todas as naturezas – inclusive de comunicação – e ofereceram serviços sem licitações e notas geladas. A PF faz um pente fino em todos os contratos.

Esperança

Os bem pagos advogados recomendam ao deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) que não renuncie ao mandato. Para a junta de defensores do peemedebista, o “tempo de renúncia” passou.

Tatame

O ministro do Esporte, Leonardo Picciani, convidou o patriarca da família Gracie, Robson, para compor o Conselho Nacional do Esporte. O veterano topou. E vai entregar a Jorge Picciani, pai do ministro, uma faixa preta em homenagem pelo apoio ao Jiu Jitsu

Tatame 2

O ministro Picciani faz campanha junto ao COI para a inclusão do Jiu Jitsu como modalidade olímpica.

Livro na caixa

Câmara Brasileira do Livro anuncia na sexta, em São Paulo, os Correios como operador logístico da Bienal do Livro. A projeção é que a estatal transporte 1,6 milhão de livros.

Turbulência.. 

Já que o cidadão paga e não sabe, e as aéreas se fazem de cegas, a Associação dos Empregados da Infraero denunciou e o MP Federal abriu inquérito (Despacho 1282/16) para investigar a venda casada de bilhetes com taxa de embarque.

..no bilhete

A taxa deve ser paga só no ato da viagem. Como muita gente às vezes perde avião ou ocorre no-show, as companhias embolsam a grana. Aliás, muitas delas não repassam os valores para a Infraero.

Garoto-propaganda

O primeiro-secretário da Câmara, Beto Mansur (PRB-SP), escudeiro de Eduardo Cunha, virou garoto-propaganda de uma transportadora de mudanças, sobre a saída do aliado da residência. Citou em entrevista o nome da empresa quatro vezes.

Palanque

O ex-senador Eduardo Suplicy, candidato a vereador em SP, nada poderia fazer contra ordem judicial na desocupação da segunda. Ganha o Troféu Palanqueiro do Mês.

Ponto Final

“Nós permitimos que o PT chegasse ao poder. Eu fui um desses. Fantasiado por um discurso de acabar com a pobreza.
Fomos atraídos como imã para dentro de um chiqueiro”

Do arrependido senador Magno Malta (PR-ES), em mais um de seus ferozes ataques ao partido e governo do qual foi aliado anos e anos.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Beraldo disse:

    A ferocidade teatral do Magno Malta é incompatível com a sua suposta fé cristã, tão decantada em seus berros no Senado.

    Nunca fez pronunciamento qualquer que merecesse atenção e reflexão.

    Só sabe mesmo grunhir.

    É um estrupício!

  2. Markut disse:

    Enfim e em resumo , a classe política anda com o índice de credibilidade, próximo de zero.

    Não se vê ninguém pensando , a não ser no seu próprio interesse.

    Urge a reforma política e eleitoral.

    Como está,o princípio da representatividade democrática justifica o clamor: “eles não nos representam”.

    Gramscianamente, o voto é o trampolim necessário para a conquista do poder, se possível, per omnia secula seculorum.

    E o povo, depois de comparecer às urnas, que se lixe….

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *