Início » Brasil » Camburão na porta
COLUNA ESPLANADA

Camburão na porta

Estão no prelo e em cima da mesa de Rodrigo Janot os pedidos de prisão de Joesley Batista, Ricardo Saud e do ex-procurador Marcelo Miller

Camburão na porta
Janot tem repetido internamente que se sentiu usado e traído (Foto: EBC)

Estão no prelo e em cima da mesa do Procurador Geral da República os pedidos de prisão dos delatores Joesley Batista e Ricardo Saud, e do ex-procurador do MP Federal Marcelo Miller, que foi ‘braço direito’ de Rodrigo Janot na PGR. O caso é tão sério que um processo administrativo sobre Miller, por atuação como advogado da JBS sem quarentena após sair do MPF, foi enviado ontem à noite para uma instância criminal.

‘Usado’

Após passar grande constrangimento em rede nacional ao revelar as traquinagens verbais de Joesley e Saud, Janot tem repetido internamente que se sentiu usado e traído.

Fura-fila

As denúncias contra a cúpula do PT ficariam a cargo da futura PGR Raquel Dodge. A flechada de Janot nos petistas foi antecipada para tentar salvar a imagem de sua gestão.

Sem fronteiras

O doleiro Jader Kalid, acusado no esquema do Mensalão, foi condenado a 4 anos e 1 mês de prisão. Desta vez por evasão de divisas em Minas Gerais.

Advogados & presos

Raul Jungmann, ministro da Defesa, quer propor lei federal para monitoramento de voz em conversas de advogados com presos e condenados nos parlatórios em presídios, para estancar qualquer suspeita de que os defensores sejam mensageiros de ações criminosas. O deputado Pr Eurico (PHS-PE) saiu na frente para melar. Acaba de protocolar o PL 8527/17, que dá livre acesso aos advogados nas penitenciárias.

Coach & Coldre

A Polícia Federal contratou uma empresa de coaching (técnico) executivo para treinar diretores e integrantes de cargos de confiança na gestão de equipes, diante do encolhimento das categorias, sem perspectiva de abertura de concursos.

Gestão de RH

Segundo a PF, a contratação “faz parte de uma ação implementada pela Academia Nacional de Polícia na área de desenvolvimento humano que será replicada para toda a Instituição”, visando disponibilizar “arcabouço de conhecimento teóricos e práticos”.

Som na caixa

Ex-governador do Rio ganhou ira de prefeitos ao pressioná-los para patrocínios oficiais em seu projeto de comunicação, relatam os alcaides. Já teria sido gravado por um deles.

Sem resposta

A Coluna aguarda há seis dias posição do CNJ sobre quando e como serão divulgados os salários dos juízes conforme determinação da presidente Cármen Lúcia.

LEC em alta

Na esteira do filme “Policia Federal – A Lei É Para Todos”, o combate à corrupção inspira executivos para cursos do tema. O número de alunos no curso Compliance Anticorrupção da LEC (Legal, Ethics & Compliance) ultrapassa o de 2016 em 114%.

Tudo segurado

Consultorias de seguros registraram alta de 70% na produção no 1º semestre. A meta em 2017 da Associação das Empresas de Assessoria e Consultoria de Seguros do Rio de Janeiro é bater a arrecadação de prêmios registrado em 2016, de R$ 1,5 bilhão.

Paraísos fiscais

Desde a primeira cúpula dos países que integram o BRICs, em 2009 na Rússia, discute-se a criação de mecanismos para quebrar sigilos, combater a sonegação internacional e a circulação de dinheiro sujo que lavado em paraísos fiscais. Nada avançou.

No papel

Na cúpula 2017, os presidentes voltaram a criticar a “riqueza ilícita escondida” nos paraísos. Dados do Instituto de Estudos Socioeconômicos e organizações internacionais apontam que os países em desenvolvimento perderam, nos últimos anos, US$ 1,1 trilhão em transferências registradas e US$ 10,6 trilhões em não-registradas.

Dia de Responsa

Como o povo continua a beber e dirigir, a Ambev, maior fabricante de bebidas alcoólicas do País, dá exemplo. Cerca de 16 mil colaboradores da cervejaria no Rio de Janeiro, SP e DF visitarão, dia 15, alguns bares para promover o consumo inteligente.

Ponto final

Circula em Brasília: Depois da descoberta das ‘malas de Geddel’, a de Rocha Loures é chamada agora de necessaire.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

3 Opiniões

  1. CR7 disse:

    Queria ver esse colunista preso ou alguns dos seus peixes de forma incomunicável, para ver se ele não mudava esse “melô” ao qual se refere. Não apoio corrupção, mas, não acredito que é o cidadão mais honesto do Brasil. Até porque a grande maioria dos jornalista na condição de formadores de opinião sempre dão noticias que melhor lhe convém e a serviço de seus interesses.

  2. Áureo Ramos de Souza disse:

    Sabemos que nosso país já vem sendo roubado a muitos anos e antigamente o povo mesmo sabendo diziam: ele roubou mais fez alguma coisa. Hoje é diferente roubam e não fazem nada e as promessas de campanha fica no esquecimento. No caso de Raul Jugman solicitar uma lei para que sejam ouvidas ou grampeado os celulares de advogado defensores de presos é correta, só quem não gosto foi Pedro Eurico, será que ele é advogado? sei que ele pertence a SDS de PE.

  3. Natanael Ferraz disse:

    Ponto Final.
    As pessoas se impressionam com os 51 milhões sem se dar conta que muito mais já pode ter sido “lavado”.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *