Início » Brasil » Câmera de hotel pode complicar Cabral na Lava-Jato
Caixa dois

Câmera de hotel pode complicar Cabral na Lava-Jato

Imagens de câmeras de segurança podem implicar o ex-governador fluminense nas investigações sobre corrupção envolvendo a Petrobras

Câmera de hotel pode complicar Cabral na Lava-Jato
A vice-procuradora-geral da República determinou que a PF interrogue Cabral em até 60 dias (Fonte: Reprodução/Folhapress)

A Polícia Federal vai requisitar ao Hotel Caeser Park, em Ipanema, Zona Sul do Rio de Janeiro, as imagens de câmeras de segurança que podem implicar o ex-governador fluminense Sergio Cabral nas investigações sobre corrupção envolvendo a Petrobras.

Isso acontecerá se as imagens do circuito de segurança do hotel confirmarem uma acusação contra Cabral feita pelo ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto da Costa em depoimento no âmbito da operação Lava-Jato.

Paulo Roberto Costa disse à Polícia Federal que no primeiro semestre de 2010 se encontrou no Caeser Park com o então secretário estadual da Casa Civil do Rio de Janeiro, Régis Fichtner, para tratar da arrecadação de R$ 30 milhões destinados a caixa dois da campanha de reeleição de Cabral naquele ano.

Os recursos teriam sigo angariados em forma de propina paga por empresas contratadas para a construção do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj). A vice-procuradora-geral da República, Ela Wiecko, determinou que a PF interrogue Cabral e Fichtner em até 60 dias.

O Superior Tribunal de Justiça autorizou nesta quarta-feira, 11, a abertura de inquérito contra dois governadores em exercício: o governador do Rio de Janeiro, Fernando Pezão (PMDB), e do Acre, Tião Viana (PT), citados por delatores da operação Lava Jato.

Fontes:
Veja - PF vai exigir imagens de hotel para investigar caixa dois de Cabral

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *