Início » Brasil » Caravana de Lula é alvo de tiros no sul do país
BRASIL

Caravana de Lula é alvo de tiros no sul do país

Lula não estava em nenhum dos dois veículos e ninguém ficou ferido

Caravana de Lula é alvo de tiros no sul do país
De acordo com a Polícia Civil, três tiros acertaram os ônibus (Foto: Ricardo Stuckert)

Na última terça-feira, 27, a caravana do ex-presidente Lula foi alvo de tiros no sul do Brasil. Ele está viajando em busca de apoio para sua nova tentativa de concorrer à presidência. A caravana tem sido alvo de protestos pelos locais por onde passa.

Os tiros foram disparados quando os ônibus saíam de Quedas do Iguaçu para a Universidade Federal da Fronteira Sul, em Laranjeiras do Sul (PR).  De acordo com o PT, os tiros atingiram dois dos três ônibus da comitiva, no quais estavam jornalistas e convidados. Lula não estava em nenhum dos dois veículos e ninguém ficou ferido.

“A nossa caravana foi atacada por grupos fascistas. Já tinham atirado ovos e pedras e hoje dispararam um tiro contra um ônibus”, escreveu Lula no Twitter. “Poderiam ter matado o presidente Lula”, disse a presidente do PT, Gleisi Hoffmann.

PT X Secretaria de Segurança Pública do Paraná

De acordo com a Polícia Civil, três tiros acertaram os ônibus. O PT registrou um boletim de ocorrência e pediu perícia nos veículos.

“Importante ressaltar que o ex-presidente não estava no ônibus. Ele chegou de helicóptero no local. A Polícia Militar do Paraná reforçou o policiamento nos locais de manifestação pré-determinados junto à comitiva do ex-presidente. Não houve, por parte do ex-presidente, o pedido de escolta”, diz nota da secretaria do governo paranaense.

“A Secretaria de Segurança Pública do Paraná mente para omitir sua responsabilidade no atentado sofrido pela caravana do presidente Lula. O ex-presidente não usou helicóptero no percurso entre Quedas do Iguaçu e a Universidade Fronteira do Sul, no município de Laranjeiras do Sul. Esse percurso foi feito em um dos três ônibus da caravana. Centenas presenciaram Lula descendo do ônibus na universidade. O PT pediu, sim, ao governo do estado que providenciasse toda a segurança para a caravana.”

“Sabemos que foram, pelo menos, duas pessoas envolvidas na ação, porque um dos ônibus tem disparos dos dois lados”, disse o delegado Fabiano Oliveira. Ainda não há um prazo para a conclusão da perícia. Apesar de o delegado dizer que o caso seria investigado como tentativa de homicídio, a Secretaria de Segurança Pública informou nesta quarta-feira, 28, por meio de nota, que é muito precipitado falar sobre essa hipótese. “Não há por ora indícios de uma tentativa de homicídio como chegou a ser comentado”. A nota também diz que o inquérito será presidido pelo delegado Helder Andrade Lauria, superior hierárquico de Oliveira.

“Vou pedir [ao governo do Paraná] que existam cuidados adicionais. Nós não podemos admitir confrontos. É absolutamente anti-democrático. É preciso ter respeito”, disse o ministro da Segurança Pública, Raul Jungman.

Nesta quarta-feira, 28, Lula vai estar em Curitiba, onde vai encerrar sua caravana. Jair Bolsonaro, seu principal adversário na corrida eleitoral, também vai estar na capital nesta quarta-feira.

Em 24 de janeiro, Lula foi condenado em segunda instância a 12 anos e um mês de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Fontes:
O Globo-Ônibus da caravana de Lula no sul do país são alvos de tiros
DW-Caravana de Lula no Sul é alvo de tiros

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Nilson Bennoti disse:

    Lula causa insegurança para ele mesmo e para as pessoas à sua volta, deveria ser contido pela Justiça imediatamente. Isso já passou dos limites. Não se trata de liberdade de ir e vir porque ele é um condenado. Senão numa jaula, deveria ficar preso ao menos em casa.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *