Início » Brasil » Cármen Lúcia vai a Goiás visitar presídio
REBELIÕES EM GOIÂNIA

Cármen Lúcia vai a Goiás visitar presídio

Presidente do STF e do Conselho Nacional de Justiça vai visitar o complexo penitenciário palco de três rebeliões na semana passada

Cármen Lúcia vai a Goiás visitar presídio
Na semana passada, Cármen Lúcia ordenou uma vistoria do TJ-GO ao complexo (Foto: Abr)

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a ministra Cármen Lúcia, vai a Goiás nesta segunda-feira, 8, visitar o Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, em Goiânia, palco de três rebeliões na semana passada, uma delas com nove mortos e 14 feridos.

Na agenda da ministra na visita ao estado também consta uma reunião no Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO) com o presidente do órgão, o desembargador Gilberto Marques Filho.

Na semana passada, Cármen Lúcia ordenou uma vistoria do TJ-GO à Colônia Agroindustrial do Regime Semiaberto, unidade do complexo onde ocorreram as duas primeiras rebeliões. O relatório fruto da vistoria apontou inúmeras irregularidades na unidade. No parecer, o TJ-GO destacou, além do conflito entre dois grupos rivais relatado pelos presos, a falta de ações preventivas e a demora no julgamento de processos contribuíram para o motim.

Além do relatório do TJ-GO, uma vistoria do CNJ na Colônia Agroindustrial e na Penitenciária Coronel Odenir Guimarães, onde ocorreu a última rebelião, apontou que as unidades estavam em “péssimas” condições e que o Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia abriga quase três vezes mais detentos do que a capacidade para a qual foi projetada.

Leia mais: Presídio de Goiás tem a 3ª rebelião em cinco dias

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Daniela Villa disse:

    Arregou e não quis visitar o presídio. Se é para ficar de reuniãozinha poderia ter feito pelo “uatisápi” que é mais barato.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *