Início » Brasil » Chapa de Pezão no Rio faz aliança com César Maia para fortalecer Aécio
Eleições 2014

Chapa de Pezão no Rio faz aliança com César Maia para fortalecer Aécio

Ex-prefeito do Rio, César Maia será candidato do DEM ao Senado e apoiará a candidatura de Pezão, do PMDB, ao governo do estado. Novas alianças obrigam Dilma 'dividir' palanques no Rio

Chapa de Pezão no Rio faz aliança com César Maia para fortalecer Aécio
César Maia apoiará a candidatura de Pezão ao governo do estado e de Aécio à presidência (Foto:Reprodução/Internet)

O PMDB apoiará a candidatura do ex-prefeito César Maia (DEM) ao Senado, que será anunciada nesta segunda-feira, 23. A aliança com o DEM colocando na mesma chapa Luiz Fernando Pezão, sucessor de Sérgio Cabral ao governo do estado, e Maia servirá para fortalecer Pezão e Aécio Neves nas eleições no Rio.

César Maia desistiu da corrida pelo governo do estado e o PMDB ajustou a polêmica coligação em detrimento de Sérgio Cabral, que abrirá mão da disputa pela vaga única no Senado. Maia é inimigo político de ícones do PMDB, como Sérgio Cabral e Eduardo Paes.

Embora ala expressiva do PMDB tenha lançado a chapa Aezão (Aécio e Pezão),  Pezão e Cabral prometem apoio à candidatura de Dilma. O PSDB também anuncia nesta segunda a entrada oficial na coligação de apoio a Pezão no Rio.

A aliança do PMDB com PSDB e DEM, principais oposições de Cabral e Pezão, foi definida na manhã deste domingo, 22, em um encontro entre Aécio, Cabral, Pezão, Maia e o presidente do PMDB-RJ, Jorge Picciani, líder da dissidência peemedebista. A coligação é apresentada como uma reação à aliança PT e PSB.

Os principais oponentes de Lindbergh (PT) e Pezão (PMDB) ao governo do estado do Rio são Anthony Garotinho (PR), que ainda não anunciou quem apoiará para presidente, e Marcelo Crivella (PRB), que apoia a reeleição de Dilma.

Segundo o jornal O Globo, a tendência é de que Cabral não dispute as eleições este ano e assuma a coordenação da campanha de Pezão.

Dilma terá que “dividir” palanques com adversários

Com o novo desenho das alianças políticas, Dilma terá que “dividir palanques” no Rio com Aécio (PSDB) e Eduardo Campos (PSB). Já que o candidato do PT ao governo do estado, Lindbergh Farias, tem como aliado o ex-jogador e deputado Romário (PSB) ao Senado.

Com a aliança Maia e Pezão (PMDB), Dilma terá que dividir o palanque com a chapa Aezão, já que Maia fará campanha para Aécio.

Fontes:
Estadão - DEM entra na chapa de Pezão e fortalece Aécio no Rio de Janeiro
O Globo - Cesar Maia será candidato ao Senado na chapa de Pezão

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

4 Opiniões

  1. helo disse:

    A única preocupação do Rio deveria ser a de não re-editar o Garotinho. O Rio não merece.

  2. Vitafer disse:

    Que saco de gatos!

  3. kalil Saliba disse:

    As coligações são mesmo um Zoologico, animais de todas as especies. No palanque de ontem um apontava o outro e dizia aquele ladrão corrupto e filho da ****, hoje juntos juram loas para o apontado e trocam beijinhos. Como diz o ditado são farinhas do mesmo saco. Por isso o boicote as eleições deve começar ja, mesmo antes da copa acabar. Não votar, abaixo a farsa eleitoral. Organizar para derrubar esse sistema podre.

  4. Amanda Nogueira disse:

    Pezão é o meu governador, e tenho certeza que o povo do Rio vai perceber que ele é a melhor opção para o estado!!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *