Início » Brasil » Chavista ataca parlamentares brasileiros
Em defesa de Maduro

Chavista ataca parlamentares brasileiros

Tarek Willian Saab, que tem o cargo de 'defensor do povo' na Venezuela, veio ao Brasil para defender o governo de Nicolás Maduro

Chavista ataca parlamentares brasileiros
Saab durante audiência no Senado (Fonte: Reprodução/Agência Senado)

Em discurso na Comissão de Direitos Humanos do Senado, o chavista Tarek Willian Saab atacou nesta quinta-feira, 7, parlamentares brasileiros, chamando-os de covardes e antidemocráticos.

Tarek Willian Saab, que tem o cargo de “defensor do povo” na Venezuela, veio ao Brasil a convite do senador petista Lindberg Farias para fazer propaganda do governo de Nicolás Maduro.

Saab criticou a condenação — por parte do plenário do Senado — de prisões políticas de líderes críticos ao governo chavista. “Quem fala de democracia tem que demonstrar”, afirmou o venezuelano.

“Fizeram um voto contra a Venezuela. E não ouviram o representante do Estado Venezuelano, que sou eu. Alguns poderiam qualificar essa atitude de covarde, mas eu qualificaria como antidemocrática e contra os direitos humanos”, ressaltou Saab.

O chavista esperava ofuscar a passagem das venezuelanas Lilian Tintori, mulher do ex-prefeito de Chacao Leopoldo López, e Mitzy Capriles, mulher do prefeito de Caracas, Antonio Ledezma, que vieram ao país em busca de apoio pela libertação de seus maridos, que estão presos sem julgamento por fazerem oposição ao governo de Nicolás Maduro. O discurso de Saab no Congresso, no entanto, não surtiu o efeito esperado.

Em entrevista à Veja, um embaixador brasileiro disse que Saab não pode ficar sem uma resposta oficial. “Essa fala do Saad é reveladora e mostra como o governo chavista lida com as instituições”, afirmou.

Fontes:
Veja - Representante do governo da Venezuela chama senadores brasileiros de covardes

2 Opiniões

  1. Brazilino Esperanza disse:

    Deixa ver se entendi bem; o parlamentar venezuelano disse o que disse perante a Comissão de Direitos Humanos do Senado Federal da República e ninguém o desancou de imediato? Vai ver que concordam que são covardes e antidemocráticos, mesmo. É preciso que um embaixador, um profissional da diplomacia e do consenso, clame por pingos nos ii. Tem algo de errado nisto tudo, ou não?

  2. olbe disse:

    Quem é este senhor pra falar em DEMOCRACIA? Ainda bem que não foi aplaudido. Olha a petulância dele: “Fizeram um voto contra a Venezuela. E não ouviram o representante do Estado Venezuelano, que sou eu ” pode? O que a Presidente Dilma fez foi uma extrema grosseria não recebendo estas mulheres para não desagradar Maduro e mostra bem de que lado ela está…infelizmente É uma vergonha que estas pessoas estão sofrendo, colocados em isolamento muitas vezes impedindo a visita das mulheres e nada está sendo feito,que vergonha! Temos que gritar muito porque o Governo da Venezuela em sua tremenda ignorância , está agindo como o Nazismo e ainda fala em democracia..

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *