Início » Brasil » Cid Gomes pode escolher Educação, ou o que ele quiser
Coluna Esplanada

Cid Gomes pode escolher Educação, ou o que ele quiser

Em alta cota com a presidente, Cid pode escolher o ministério que quiser ou até passar o benefício para seu irmão, Ciro

Cid Gomes pode escolher Educação, ou o que ele quiser
Dilma quer conquistar a bancada do recém-nascido PROS, que paquerou a oposição (Reprodução/Internet)

O governador do Ceará, Cid Gomes (PROS), está em alta cota com a presidente Dilma. Ela o recebeu na terça-feira (4) e ofereceu a Cid o Ministério da Educação. Ou a pasta que ele escolher. O movimento político de Dilma tem motivações puramente eleitorais. Cid derrotou Eunício Oliveira (PMDB), favorito ao governo, e emplacou Camilo Santana (PT). O Estado é um dos colégios eleitorais mais importantes do Nordeste. Dilma quer conquistar a bancada do recém-nascido PROS, que paquerou a oposição.

Na conta

O PROS terá 15 deputados e um senador. O partido nasceu da articulação do deputado Givaldo Carimbão (AL), ex-PSB, com as bênçãos dos irmãos Cid e Ciro Gomes.

Cid ou Ciro?

Com o potencial eleitoral do PROS e o domínio do Ceará, os irmãos saíram lucrando. Se Cid não quiser ministério, uma pasta vai para Ciro.

Dançou

Quem saiu perdendo no PT, mesmo com a vitória de Camilo, foi a ex-prefeita de Fortaleza Luizianne Lins. De grupo interno rival, ela ficou praticamente neutra.

Frevo pré-eleitoral

Mais um pouco da já eletrizante pré-disputa para a prefeitura do Recife, que já rola nas rodinhas da capital: Isabela de Roldão (PDT) se coloca no páreo. O PSDB terá disputa interna entre Daniel Coelho e o deputado federal Bruno Araújo. E o DEM pode lançar o ex-governador Mendonça Filho ou a estadual Priscilla Krause.

Recado de Janot

 

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ordenou à assessoria parlamentar que visite líderes da base e oposição no Congresso para que votem contra a MP 657, a que beneficia os delegados federais e aumenta o poder da categoria nos inquéritos policiais.

 

Disputa de forças

 

Os delegados ficaram furiosos e partiram para o contra-ataque nos salões verde e azul. É mais um capítulo da briga entre promotores e delegados pelo poder sobre inquéritos. A assessoria de Janot nega que ele tenha ligado para os líderes, mas informa que a assessoria parlamentar tem liberdade para atuar pelos benefícios à classe.

 

Os Trouxinhas

 

Agentes da PF que prenderam ontem os executivos das empreiteiras surpreenderam-se com a previsibilidade dos alvos. Alguns deles tinham mala pronta para a ocasião.

 

Faltam 198

 

Com a limpa na prefeitura de Florianópolis e a nova fase da Lava Jato deflagrada ontem, faltam 198 operações. O diretor da PF contou à Coluna 200 em andamento.

 

Tão perto

 

Wagner é o único político que ‘participa’ das férias dela na Base de Aratu, no litoral baiano. Para ficar ao holofote, Wagner será alçado a um ministério de boa vitrine. Petistas cogitam o Desenvolvimento Social, que cuida do Bolsa Família.

Cuidando dos seus

Após a saída do deputado André Vargas do partido, a derrota de Dilma Rousseff no Paraná e de Gleisi Hoffmann na capital e Estado, pelo governo, a corrente Construindo um Novo Brasil, do PT, está sem chão em Curitiba (PR).

Olho aberto

A corrente se agarra a cargos de confiança na Secretaria de Trabalho do prefeito aliado Gustavo Fruet (PDT); a madrinha do grupo é a vice-prefeita Miriam Gonçalves. Mas todos de olho aberto. Fruet é grato ao PT pela eleição, mas é um ex-tucano.

Arrumação

Em Pernambuco, Paulo Câmara deve convidar três deputados federais para secretários. Assim, resolve a vida dos suplentes Augusto Coutinho (DEM), Cadoca (PCdoB) e Fernando Monteiro (PP), que já desfila como ‘deputado’ por Brasília.

Quero voltar

O processo pré-eleitoral municipal também foi deflagrado em Olinda (PE). A deputada federal reeleita Luciana Santos (PCdoB) é candidatíssima para suceder o atual prefeito Renildo Calheiros, colega de partido. Ela já administrou a bela cidade.

 

Demanda

 

Luciana Santos pediu ao governador eleito Paulo Câmara (PSB) um cargo no governo para ficar mais perto dos olindenses. Aguarda resposta.

 

Ponto Final

Faltam 24 meses para as eleições municipais. E o circo já monta a lona.

2 Opiniões

  1. Inácio Soares disse:

    Com esta força toda da pra dar um bom passeio com Ciro Gomes e família as custa dos brasileiros. Isso é o que sempre no Ceara.

  2. Joma Bastos disse:

    Esta escolha de ministros é um verdadeiro circo!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *