Início » Brasil » Cidade aprova lei contra doutrinação política na escola
Coluna Esplanada

Cidade aprova lei contra doutrinação política na escola

Santa Cruz do Monte Castelo, no Paraná, será o primeiro município do País a adotar a Lei Contra Doutrinação Política e Ideológica nas escolas

Cidade aprova lei contra doutrinação política na escola
A tutela é da ONG Escola sem Partido (Fonte: Reprodução/Escola Sem Partido)

Santa Cruz do Monte Castelo, no Paraná, será o primeiro município do País a adotar a Lei Contra Doutrinação Política e Ideológica nas escolas. A Câmara de Vereadores aprovou semana passada, por unanimidade, o Projeto de Lei Complementar nº 2/14, do vereador Armando Meira Garcia. O movimento é uma blindagem contra possíveis intervenções de secretarias municipais, estaduais ou até mesmo do Ministério da Educação que possam sugerir a ideologia de gênero ou política (socialismo, comunismo, bolivarianismo, contam os envolvidos) na grade curricular.

Embrião

O pontapé surgiu no Rio com um PL (2974/14) do deputado Flávio Bolsonaro — filho do federal Jair Bolsonaro — que proíbe a ideologização em materiais didáticos.

Endosso

A tutela é da ONG Escola sem Partido, e há meses a minuta é oferecida a centenas de prefeituras do Brasil.

Conservadores

Na esteira, o grupo quer barrar a volta do polêmico ‘Kit Gay’, um projeto do MEC que esbarrou na força da bancada cristã e fez a presidente Dilma enquadrar o ministério.

Cadê os outros?

Causa estranheza nas hostes e entre altos e bons funcionários da Petrobras que somente os diretores sejam alvo da Polícia Federal no esquema de corrupção. É notório na estatal que todos os processos licitatórios têm ‘planilha de custos’, pela qual a área contratante especifica cada item e o valor máximo que a petroleira poderia pagar.

Detalhe$

Em suma, essa planilha é definida pelos gerentes e funcionários de carreira da Petrobras. Eles seriam o embrião do esquema de superfaturamentos, por exemplo, que são alguns dos focos da investigação. Mas ninguém foi preso ou citado até agora.

Há solução

A solução para amenizar o impacto de 6 mil cargos comissionados que o governador eleito do DF, Rodrigo Rollemberg (PSB), quer extirpar: convocação geral dos servidores do Governo que foram requisitados por outros órgãos.

Aperta, mas não muito

Em meio à transição, no Governo Federal não se ouve um pio sobre enxugar a folha. Em 2003 era de 17,6 mil comissionados na Esplanada. Em 2013, 22,6 mil.

Vitória sem brilho

No embate entre a oposição e o governo pela manobra fiscal para que Dilma feche o ano sem ser processada, os governistas não comemoraram. Sentiram a vergonha.

É dando que…

O PMDB ficou otimista com a satisfação da presidente Dilma, ao ajudar a livrá-la do crime de responsabilidade fiscal (LRF). Subiram as chances de o partido emplacar Eliseu Padilha no Ministério da Integração e Henrique Alves na Previdência.

Encosto

O irmão Eduardo tornou-se um encosto para o novo ministro do Desenvolvimento e Comércio, Armando Monteiro Neto. Seu grupo já foi alvo de quatro operações contra trabalho escravo numa usina, e é acusado de não pagar INSS e FGTS de funcionários.

Fiat lux!

A base afinou o discurso com o Planalto para aprovar a LDO: o investimento de R$ 3 bilhões no setor elétrico. Aos trancos e barrancos, petistas e base seguem o script contra a oposição: ‘O Brasil não pode ficar sem energia’ será o mote.

Reciclar é preciso

A Polícia do Senado faz questão de se classificar Polícia Legislativa Federal nos uniformes. A da Câmara desfila de terno e gravata. Ambas fazem pressão por uso de armas dentro do Congresso, ainda não autorizadas. Por muito pouco, semana passada, uma senhorinha não foi esganada numa chave de braço por um agente.

Carrão

A Polícia do Senado desfila de Captiva, da GM, para rondar o minúsculo perímetro do Congresso Nacional. Ao fim do ano, o aluguel de cada sai o preço de um novo.

É fe$ta

Nos corredores da Petrobras e da subsidiária Transpetro não se fala em outra festa: as empresas devem gastar, por baixo, R$ 8 milhões para confraternizações dos servidores.

Ponto Final

O Petrolão vai chegar ao segundo escalão da estatal.

Com Maurício Nogueira e equipe DF, SP e Nordeste

8 Opiniões

  1. Marduk disse:

    Tudo isso por culpa de um ignorante chamado Paulo Freire, o peidagogo. Infelizmente esta iniciativa é uma gota no oceano. Por décadas as novas gerações ficaram à mercê deste desgraçado.

  2. Ludwig Von Drake disse:

    Eliseu Padilha tem seu nome relacionado a muitos “malfeitos”; se for escolhido, vai se sentir à-vontade no governo de madame.
    Em tempo: há uma ideologia na base de tudo. A visão que vai contra as ideologias é também ideológica.

  3. Joma Bastos disse:

    Que tal criar uma Lei Federal, para não permitir doutrinação política em todas as Escolas e Universidades.

  4. Dinarte da Costa Passos disse:

    É uma Lei inconstitucional, pois proíbe a livre expressão de pensamento. Politizar a juventude é coisa da democracia. Mas se esta lei pegar vão ser bom porque vai acabar com o ensino religioso nas escolas. Afinal escola deve ser um lugar unicode para o desenvolvimento da “Ciência”. Religião está ultrapassada, cinco mil anos pregando a mesma coisa, dizendo que vão mudar a maneira de viver no mundo e o mundo só piora. Inquisição, intolerância, guerra santa, ódio e racismo tudo está ligada as religiões quer seja judaica, cristã, muçulmana ou outras, todas sem exceção prega a intolerância com os chamados infiéis. Temos que pregar abertamente o fim das religiões e o avança da “Ciência”.

  5. Henrique de Almeida Lara disse:

    Graças a Deus! (Creio n’Ele) e sei que ele pode usar os seres humanos como instrumentos para realizar a Sua vontade, de acordo com os seus propósitos. Até que enfim, surgiu uma luz no fim do túnel: Essa lei municipal contra doutrinação política e ideológica na escola, vinda lá da cidade de Santa Cruz Monte Castelo. A minha convicção é que a Educação, numa democracia robusta, jamais deve estar voltada para a doutrinação política, ideológica e/ou de gênero (qualquer conteúdo que fracione a sociedade). A Educação (isso mesmo: com letra maiúscula) deve estar sempre voltada para as ciências que contribuem para o desenvolvimento da humanidade, para a formação de cidadãos(ãs), de caráter e da ética e, (por que não dizer?), autênticos patriótas. É! Um dos grandes vazios que se encontram em nosso País é formado pela imensa ausência de patriotismo. É! Quando milhão de corruptos fazem fluirem pelo ralo da corrupção somas bilhonárias do dinheiro público, permitindo, assim, que milhares de pessoas carentes morrem nos corredores dos hospitais, sem atendimento, sem médico, sem enfermeiros, remédios, materiais hospitalres, é falta de patriotismo! É! Quando milhares de cidadãos de bem estão tombandos nas calçadas das ruas asassinados, assltados, sequestrados, violentados de toda forma, sem que as autoridades lhes proporcionam segurança eficiente, é falta de patriotismo. É! Quando as nossas crianças, cidadãos do futuro, estudam em escolas sucateadas, sem material e e equipamentos adequados para a aprendizagem, professores em número insuficiente, ganhando miséria, é falta de patriotismo, sim!
    Portanto, usar esse espaço chamado “educação” para ensinar ideologia é crime! A nossa sociedade está arruinando cada vez mais. Está muito claro que a miséria só aumenta, apesar de nossos governantes camuflarem as informações. Negar iformações verídicas deveria ser criminalizado.

  6. DJALMA P BENTES disse:

    Esse governo(sic) petralha que aí está, tem que entender que, NÃO PODE TUDO, mesmo tendo a chave do cofre. Parabéns ao Vereador Armando Meira Garcia e também ao Dep. Flávio Bolsonaro(que puxa aos seus não degenera). Ainda chegaremos um dia a extirpar esse câncer que ‘trabalha’ para acabar com a Família. Feliz 2015, se deixarem !

  7. Renato Cesar De Oliveira Moreira [APnig211] disse:

    A educação deve ser isenta de ideologias politicas e religiosas. Esta é uma atitude inteligente e uma barreira para técnicas de doutrinação de direita ou esquerda, que geralmente utilizam a educação para incutir suas ideologias absolutistas. Os vereadores deste município estão de parabéns!

  8. Dimas disse:

    Não pode bolivarianismo, não pode politicas sociais e também não vai poder capitalismo democracia, é o fim do mundo, e tanto se fala em liberdade neste pais, como assim? Liberdade de expressão só pra quem acha que pode!? Que instituição é essa olha a discriminação institucionalisando e sendo difundida, sem conhecimento, sem ensino o caminho fica aberto para o fascismo , nazismo, e exploração, que qui é isso? Absurdo sendo difundido!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *