Início » Brasil » Comercial polêmico do Boticário recebe reclamações no Conar
Polêmica nas redes

Comercial polêmico do Boticário recebe reclamações no Conar

Comercial do Dia dos Namorados que mostra casais gays e heterossexuais gerou discórdia em parte da população, que considera a peça 'desrespeitosa à família e à sociedade'

Comercial polêmico do Boticário recebe reclamações no Conar
Vídeo no youtube já tem mais de 1,8 milhão de visualizações e causa disputa entre apoiadores e contestadores (Foto: Reprodução/Youtube)

A polêmica do comercial da empresa de cosméticos O Boticário, que mostra casais heterossexuais e homossexuais se presenteando no dia dos namorados, chegou ao Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (CONAR). Denúncias foram feitas e o órgão informou que abriu inquérito para investigar o caso.

A campanha gerou discórdia em parte da população que considera a peça “desrespeitosa à família e à sociedade brasileira”. Pelo menos 20 reclamações foram registradas no Conar, mas ainda não há data para o julgamento.

O Boticário informou que não recebeu nenhuma notificação da entidade ainda em relação à campanha “Casais”. No Youtube, o vídeo já tem mais de 1,8 milhão de visualizações e divide opiniões. Enxurradas de comentários, atacando e elogiando, lotam as páginas da marca no site e nas redes sociais.

Em uma das reclamações realizadas no site Reclame aqui, a empresa respondeu a uma internauta que afirmou estar “insatisfeita, apesar de não ter preconceito” e que não quer que seus filhos vejam o comercial.

“O Boticário acredita na beleza das relações, presente em toda sua comunicação. A proposta da campanha ‘Casais’, que estreou na TV aberta no dia 24 de maio, é abordar, com respeito e sensibilidade, a ressonância atual sobre as mais diferentes formas de amor, independente de idade, raça, gênero ou orientação sexual – representados pelo prazer em presentear a pessoa amada no Dia dos Namorados. O Boticário reitera, ainda, que valoriza a tolerância e respeita a diversidade de escolhas e pontos de vista”, argumentou a marca.

Confira o polêmico comercial:

Fontes:
G1-Propaganda de O Boticário com gays gera polêmica e chega ao Conar

2 Opiniões

  1. ALAMIR disse:

    A PROPAGANDA É DE MAU E MAL GOSTO POIS FAZ APOLOGIA AO HOMOSSEXUALISMO, UTILIZANDO OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO PARA NOS ENFIAR GARGANTA ABAIXO ABOMINAÇÕES OU DISFUNCÕES DA NATUREZA COMO SE FOSSEM NORMAIS. NUNCA MAIS USAREI PRODUTOS DO BOTICÁRIO DEVIDO AO RISCO DE SER ASSOCIADO A ESTA SITUAÇÃO ALÉM DE FAZER PROPAGANDA NEGATIVA. DA MARCA. NÃO VEREI, NÃO COMPRAREI E NÃO ACEITAREI.

  2. Guilherme disse:

    O comercial pega de surpresa quem está acostumado com os anúncios tradicionais, onde apenas relações heterossexuais são mostradas. Mas não dá motivos para recorrer ao CONAR. É um direito dar marca escolher o conteúdo de seus comerciais. Assim com é direito do consumidor escolher se compra dessa marca ou não.

    Acusar o comercial de desrespeito à família e à sociedade é absurdo, não faz o menor sentido. É desconsiderar a existência de casais gays na sociedade. E mostrar casais gays não é desrespeito com casais héteros.

    Vai entender. Talvez os primeiros anúncios que mostravam casais formados por uma pessoa negra e outra branca tenhas sidos considerados polêmicos.

    Não quer que o filho veja, mude de canal! Não quer comprar os produtos da marca, não compre!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *