Início » Brasil » Como estamos no combate à corrupção?
Política

Como estamos no combate à corrupção?

Especialistas acreditam que o Brasil está evoluindo, mas que ainda há muito a avançar

Como estamos no combate à corrupção?
Brasileiros têm sensação que corrupção piorou no país (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O discurso foi inspirador. Em sua vinda ao Brasil, em meados de abril, a secretária de Estado dos Estados Unidos, Hillary Clinton, disse que a presidente Dilma Rousseff está estabelecendo um “padrão mundial” na luta contra a corrupção. Dilma, por sua vez, cobrou mais transparência do setor privado. Porém, as declarações aconteceram em meio a uma série de denúncias envolvendo o contraventor Carlinhos Cachoeira, políticos, servidores e empresários. Estamos tão bem assim no combate à corrupção como defende a secretária do governo Obama? A população brasileira tem esse sentimento de que as coisas estão melhorando? Ela ainda se choca diante de escândalos de corrupção?

Para o professor de Ciência Política e diretor do Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (Iuperj), Geraldo Tadeu Moreira Monteiro, “nós não estamos tão bem quanto pensa Hillary Clinton, mas também não estamos tão mal quanto nós mesmos acreditamos”. Se considerarmos, por exemplo, o Corruption Perception Index 2011, ranking da corrupção mundial calculado pela ONG Transparency International, veremos que o Brasil é o 73º numa lista de 187 países, o que nos coloca como uma nação de corrupção mediana. Entre os países da América Latina, o Brasil é considerado um dos menos corruptos, só perdendo para Uruguai e Chile. E entre os Brics (grupo de países emergentes formado por Brasil, Índia, China, Rússia e África do Sul), o resultado também é positivo na avaliação do especialista: só perdemos para a África do Sul. Monteiro considera, no entanto, que apesar disso, o país ainda perde muito por conta da corrupção:

“Um estudo realizado em 2009 pelo Departamento de Competitividade e Tecnologia da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp) calculou os prejuízos econômicos e sociais que a corrupção causa ao país. O valor estimado é de R$ 69 bilhões por ano, o que representa 1,07% do PIB de 2009”.

O professor de Ciência Política e consultor do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) Marcelo Suano também acredita que estamos começando a combater a corrupção: “No discurso da secretária norte-americana fica nítido a crença em valores que são sagrados e claros para os estadunidenses, mas ainda não são completamente entendidos pelos brasileiros. Um deles é o papel da sociedade civil no combate à corrupção e no trabalho pela transparência. Lá, a sociedade se organiza, reivindica, pressiona os partidos e o governo. É isso que significa a retórica de Hillary de que a sociedade civil deve estar no controle da transparência dos governos. Ela, infelizmente, não consegue dimensionar que há grandes diferenças entre a sociedade civil norte-americana, que pode entender o que ela pede, e a brasileira, que não consegue entender sua declaração completamente”, diz ele, referindo-se à fala da secretária sobre a necessidade de participação da sociedade civil no controle da transparência dos governos.

Suano acredita que nossa sociedade ainda está em gestação e reduz sua participação no combate à corrupção na denúncia dos atos criminosos dos políticos, jogando a execução da fiscalização para a imprensa. “Mais incrível ainda é atribuir ao governo também este papel, esperando que ele crie leis e órgãos para tanto, esquecendo que o governo é composto por pessoas investigáveis, que trabalham tanto pela transparência quanto para impedir que ela se dirija a elas”, afirma o professor. Para Suano, as descobertas feitas pela mídia servem apenas para afastar o acusado de um cargo, mas não da política e também não são capazes de obrigar os políticos a restituírem o que eles desviaram.

“Estão ocorrendo investigações, afastamentos de cargos e punições políticas, mas raramente jurídicas e criminais. Os que estão no poder e querem a manutenção do status quo em que vivem acabam aceitando que se mude alguma coisa pontualmente, mas não estruturalmente, para que tudo permaneça como está. As perguntas-chaves são: quanto do que foi desviado e descoberto já foi devolvido? E, quantos dos envolvidos estão presos? Como se pode ver, não estamos tão bem quanto entende a secretária de Estado dos EUA”, diz Suano.

A transparência propagada por Dilma no encontro com Hillary deve ser elogiada, na opinião de Monteiro, que cita como exemplo a adoção de pregões eletrônicos virtuais ou presenciais e a disponibilização de informações ao contribuinte via Internet. “O Portal da Transparência tem recebido vários prêmios por seu trabalho. Evidentemente, muita coisa ainda tem de ser feita, especialmente para abrir as caixas-pretas das licitações públicas”, pondera ele.

Suano é mais cauteloso. Ele também elogia a aprovação da Lei de acesso a informações públicas, de novembro de 2011, mas defende que ainda há distorções a serem corrigidas: “A discussão em torno do sigilo acabou sendo borrada pelas questões de direitos humanos, passado recente, etc. Não será surpresa que aconteça o que é tradição no Brasil: faz-se uma lei; com ela aplaca-se a cólera do povo, ou acalma-se a oposição e não se dá recursos (materiais, financeiros, humanos e tecnológicos) para a sua aplicação. Com isso, temos mais uma lei que se desgasta e cai no ridículo, apesar de ser essencial para a vida do povo e o crescimento da sociedade”.

Suano acredita ainda que os afastamentos que ocorreram no governo foram por necessidade política e por sobrevivência, e não por defesa da transparência. “Deve-se, contudo, ressaltar que Dilma herdou um governo praticamente montado e tem uma enorme tarefa de reorganizá-lo, dando-lhe sua configuração específica sem incorrer no rompimento com sua base, partido e consequente isolamento, gerando ingovernabilidade. Não concordo com a alegação de transparência, mas não se pode discordar que ela (Dilma) tem tentado fazer neste aspecto mais do que foi feito nos últimos 20 anos, independentemente de isso ser consciente, ou não, voluntário, ou como último recurso”.

Apesar das declarações de Hillary e Dilma, Monteiro diz que pesquisas mostram que, entre a população brasileira, há um sentimento de que as coisas estão piorando. “Os inúmeros casos de corrupção denunciados pela imprensa com base em investigações da Polícia Federal e do Ministério Público fazem com que a população tenha esse sentimento. Embora os governantes aleguem que agora a corrupção está sendo combatida, o que é um argumento plausível, a percepção generalizada é de aumento da corrupção”.

Suano também acredita que, diante dos resultados recentes de escândalos e afastamentos de políticos, mas não de punição ou restituição dos bens expropriados, fica a sensação de que as coisas estão mais difíceis, mas continua a impunidade. “No limite, as pessoas veem que os corruptos sabem que terão de trabalhar mais para não serem pegos, mas, se forem, não serão punidos, por isso não deixarão de se arriscar. Os mais esclarecidos percebem que o problema é estrutural e não adiantará muito medidas pontuais se reformas estruturais não forem realizadas”.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

16 Opiniões

  1. Mariana Wamser disse:

    O texto é ótimo, esclarece alguns pontos, mas discordo plenamente quando se diz que estamos evoluindo em relação ao combate a corrupção. Como o próprio texto cita, nada de fato é feito com os corruptos de nosso país, e seu afastamento não visa a transparência, apenas zela pela imagem do mesmo. Só estamos ciente do que está acontecendo no país e talvez isso seja ainda pior. Ver que as coisas erradas estão acontecendo e que não há punição. Talvez seja até pior viver assim. Como podemos querer combater os pequenos infratores, combater o tráfico, quando há coisas tão absurdas em nosso próprio governo? Se não há punição para quem rouba 10 milhões, como iremos conscientizar o povo de que roubar é errado?

  2. João Cirino Gomes disse:

    Enquanto não acabarmos com alei de imunidade estaremos na estaca zero!

    Abaixo-assinado Fim da imunidade e impunidade! Ou voto Nulo, em quem promete, só visando vantagens!

    Para:Senado Federal

    ESTE É O PRIMEIRO PASSO PARA TERMOS UM PAÍS DEMOCRÁTICO, COM DIREITOS IGUAIS E JUSTIÇA SOCIAL!

    E quem quiser ser candidato que seja, pode até mentir, mas se roubar será preso e terá que devolver aos cofres públicos os produtos de suas falcatruas!

    Pois é a oportunidade e impunidade, que esta fazendo o ladrão neste país indiferente de partido,raça,cor ou credo!

    E que adianta criticar generalizando; se os políticos desonestos continuam aprovando leis e emendas só visando seus benefícios?

    Vamos deixar bem claro> Enquanto houver IMUNIDADE PARLAMENTAR,
    ou FÓRUM PRIVILEGIADO, não haverá justiça social, nem democracia; pois em
    uma democracia, os direitos são iguais, e sempre predomina a vontade da maioria.

    Se analisarmos corretamente; somos nós mesmos; “esta população inocente”, que lhes da à chave do cofre e o poder de semi deuses, deixando que desfrutem da lei de imunidade parlamentar!

    “ESTE PROCEDIMENTO” é o mesmo que dar um cheque assinado em branco a um estranho! E quem acaba sem ação, sendo malhados e pagando contas indevidas, são os políticos bem intencionados, se é que ainda existem, os cofres públicos e o povo em geral.

    Mas com boa vontade, poderemos esclarecer boa parte da população!

    Vamos deixar claro Lista das corrupções no Brasil

    http:// www. peticaopublica .com.br/?pi=Janciron

    Caso esteja de acordo, divulgue; pois uma andorinha sozinha não faz verão!

    Os signatários

  3. Robson Mothé disse:

    No Brasil a corrupção impera, os políticos usam os seus cargos para se beneficiar, enriquecer, e mais nada.
    No país a uma rede de interesses e subordinação muito ampla, ou seja, quem fiscaliza os poderes públicos, na maioria das vezes ou foi indicado, ou esta comprometido com o poder que deve ser fiscalizado.
    A prova mais concreta desse comprometimento foi o aconteceu com o deputado federal do PT, Vacarezza, e o seu amigo polítco o governador do RJ, Cabral, onde a indícios de ligação do governador com o esquema da Delta, e com isso nada é investigado neste país.

  4. Silvia disse:

    O maior problema da corrupção hoje é exatamente a questão de descobrirmos os corruptos e elem saírem ilesos das várias situações de corrupção em que estão envolvidos, principalmente porque tem excelentes advogados os protegendo.
    Um bom exemplo está nas operações ilícitas realizadas por Carlinhos Cachoeira. É fato que existe muito político envolvido, é fato que houve desvio de dinheiro público e lavagem de dinheiro, é fato que o Carlinhos Cachoeira é um BANDIDO… E quem é o advogado dele? MÁRCIO THOMAS BASTOS, que foi MINISTRO DA JUSTIÇA DO BRASIL durante todo o primeiro mandato de Luís Inácio LULA da Silva.
    A corrupção está cada vez mais descarada, porque aqueles deviam combatê-la, já não tem a menor vergonha de lutar a seu favor.
    A Hillary tem razão a sociedade civil tem que fazer alguma coisa! Poder nós temos, precisamos colocá-lo em prática o quanto antes!

  5. Carlos U. Pozzobon disse:

    O depoimento de Cachoeira na CPI de ontem, aliás, seu direito e insistência em permanecer calado, sugere que esta estratégia está fazendo mais mal ao país do que se não houvesse a CPI. Ou a CPI muda de rumo ou a corrupção termina vitoriosa. Vitoriosa no sentido de que a articulação entre o seu advogado e ex-ministro da Justiça do governo Lula e o PT permite fazer com que o abafamento ao conhecimento da atuação da rede de Cachoeira em todo o país e a abertura de dados apenas de políticos indesejáveis ao governo, politize a corrupção, fazendo com que a polícia federal trabalhe como polícia política e não como órgão de estado, e os corruptos escorados no partido governante tenham total liberdade de ação, como aparenta ser a operação montada para afastar Cavendish e Sergio Cabral das investigações. Em tal situação podemos ironicamente testemunhar que a entrada em vigor da Lei de Acesso a Informações corresponde, paradoxalmente, a entrada em ação da corrupção garantida por órgãos de estado aparelhados para impedir investigações. Doravante, poderemos saber que houve superfaturamento em obras do governo, e que isto se deve a corrupção, mas não teremos investigação, como aliás já vem ocorrendo há muito tempo.

  6. João Cirino Gomes disse:

    Abaixo-assinado Fim da imunidade e impunidade! Ou voto Nulo, em quem promete, só visando vantagens!

    Para:Senado Federal

    ESTE É O PRIMEIRO PASSO PARA TERMOS UM PAÍS DEMOCRÁTICO, COM DIREITOS IGUAIS E JUSTIÇA SOCIAL!

    E quem quiser ser candidato que seja, pode até mentir, mas se roubar será preso e terá que devolver aos cofres públicos os produtos de suas falcatruas!

    Pois é a oportunidade e impunidade, que esta fazendo o ladrão neste país indiferente de partido,raça,cor ou credo!

    E que adianta criticar generalizando; se os políticos desonestos continuam aprovando leis e emendas só visando seus benefícios?

    Vamos deixar bem claro> Enquanto houver IMUNIDADE PARLAMENTAR,
    ou FÓRUM PRIVILEGIADO, não haverá justiça social, nem democracia; pois em
    uma democracia, os direitos são iguais, e sempre predomina a vontade da maioria.

    Se analisarmos corretamente; somos nós mesmos; “esta população inocente”, que lhes da à chave do cofre e o poder de semi deuses, deixando que desfrutem da lei de imunidade parlamentar!

    “ESTE PROCEDIMENTO” é o mesmo que dar um cheque assinado em branco a um estranho! E quem acaba sem ação, sendo malhados e pagando contas indevidas, são os políticos bem intencionados, se é que ainda existem, os cofres públicos e o povo em geral.

    Mas com boa vontade, poderemos esclarecer boa parte da população!

    Vamos deixar claro Lista das corrupções no Brasil

    Caso esteja de acordo, divulgue; pois uma andorinha sozinha não faz verão!

    http://www.peticaopublica.com.br/?pi=Janciron

    Os signatários

  7. Eduardo Calixto disse:

    Enquanto alguns aspéctos estruturais de nossa sociedade não foram alterados em sua essência, com mudanças corajosas, nada mudará em relação a motivação e fome pelo dinheiro sujo, que levam o sistema como um todo a se retro abastecer e entrar em círculos viciosos, o Estado para ele mesmo:
    Sistema Eleitoral:
    Para cidadãos comuns se elegerem é praticamente impossível porque uma eleição custa muito dinheiro. Ficam os que aí estão, elegendo seus filhos, netos, e seus feudos, assim por diante (vejam quantos exemplos: Sarneys, Maiais, ACMs, etc, tão afrontantes que seus herdeiros têm seus mesmos nomes).
    É um sistema que se retro abastece, inclusive passando o know how de pai para filho…
    Quando investigamos algum novo político melhorzinho vemos que por trás há um padrinho político, não há mérito, mas oportunidade.
    Vejam quantos novos aparecem que nem tiraram as fraldas e concorrem a altos cargos por causa de seus padrinhos políticos – sem nehuma esperiência ou se quer DOM!
    O resultado final é o retrato que temos na cúpula do comando de nosso país e sem novas lideranças ou pessas de bem (que como eu), adoraria entrar para a política, mas não tem condições financeiras nem tempo para se dedicarem para tal.
    Sistema Administrativo Caduco:
    Se o Brasil fosse uma empresa privada, estaria perdido, e com certeza já falido não fosse a estúpida carga tributária que de mãos beijadas recebe todos os dias. Gastasse mal e service pior ainda.
    Sistema Educacional:
    Aí estamos em pleno apagão de mão de obra qualificada.
    Não é nem dizermos tecnicamente desqualificada, pois a iniciativa privada qualifica muito bem a curto prazo quando tem interesse, mas desqualificada de berço ou seja, de educação familiar e de educação básica (português, matemática, geografia, conhecimentos gerais, saber escrever, saber entender, regra de três, etc).
    Sistema Judiciário:
    Este o pior de todos, pois é completamente ineficiente em função de sua lentidão. É a velha máxima, um dia se faz justiça, e até que seja feita, desanima qualquer um a exigir seus direitos, mesmo os mais relacionados ao dia a dia como p.e. reclamar de uma multa de trânsito indevida (lógico uma ótima fonte de arrecadação para as prefeituras…)
    Sistema de combate ao tráfico de drogas:
    O mais perverso de todos é a associação de todos estes agentes do Estado com a marginalidade: traficantes de droga! O Crack está invadindo nossa sociedade e destruíndo a camada mais baixa da mesma, gerando bandidos que matam e assaltam cidadãos comuns, suas próprias empresas empregadoras, seus próprios parentes, para retro abastecer os traficantes e a próprio sistema que os deveria reprimir – CORRUPÇÃO.
    Aí está o sistema pelo sistema! Se retro abastecendo da desgraça dos cidadãos que não participam e são sugados por todo o Sistema se retro abastecendo…O Estado para o próprio Estado (Fisiologismo puro!).
    Eduardo Calixto

  8. Luiz Bouchardet Júnior disse:

    Não me façam gargalhar, sim, gargalhar. O que esta Hillary sabe sobre o Brasil para ficar dando palpites, que vá dar palpites no país dela. Este país chamado Brasil é sim, corrupto até na cerne, os três poderes estão corruptos e não vai ter mais jeito de concertá-lo se não houver mudanças drásticas. Não tem desculpas, antes da ex-guerrilheira tomar posse já sabia o que estava pegando, o abacaxi que teria de descascar, herança deste maldito partido político chamado PT e seu guru chamado Lula. Nós temos corrupção desde o descobrimento, mas desde quando o Lula subiu no poder, ultrapassou os limites. Mas, de qualquer maneira, o grande culpado é o povo, que vota nestes bandidos a troco de dentaduras, pneus para carro, tijolos, cimentos etc. Será que este mesmo povo é corrupto?
    “Diga-me o povo que tens, e eu te direi que governo terás”.
    Estamos evoluindo igual rabo de cavalo, cresce para baixo.

  9. henrique eduardo disse:

    vejo que sabemos mais ,´porem não vejo punição exemplar , a justiça é lenta, vejo muitas greves em vários fatores, todos reivindicando aumento de salario, o governo alega, a lei de responsabilidade fiscal, quando vejo que + ou – 69 bilhões de . reais é desviados, não sei o que pensar.

  10. Viko Cesar disse:

    Nao fosse a midia, nao haveria combate algum!

  11. Francisco R Nascimento disse:

    O texto tem muita semântica e nada de concreto. A corrupção no Brasil é endêmica. Só quem não é corrupto, é quem não pode. O assalariado por exemplo. Ontem recebi um e-mail que vasou na internet, onde são relacionadas as 82 pessoas beneficiárias da PROPINA DO CACHOEIRA. Os nomes fazem tremer qualquer Nação democrática. A lista relaciona dois mandatários e membros da mais alta corte do país, governadores, políticos etc. Como o processo é sigiloso não posso numerá-los aqui. Mas acredito que, ou mais cedo ou mais tarde a VEJA os publicará pois, afinal, a verdade precisa ser de conhecimento público.

  12. Antônio Edmilson de Castro Lima disse:

    O que se tem visto é verdadeiramente uma afronta a sociedade brasileira, agora é preciso que esta mesma sociedade se posicione, a disponibilidade de instrumentos legais é imensa, agora como usá-las se 80% dos nossos habitantes são ignorantes por consequência, pois, não há interesse por parte das autoridades atuais, dar aos brasileiros melhor educação, saúde preventiva, coisas que gere dentro de cada um de nós, motivação para acreditar. Só vejo uma oportunidade que só chega de quatro em quatro anos, as eleições e mesmo assim temos que deixar de ser covardes no momento de votar, NULO é a melhor opção então vamos apertar a tecla.

  13. Joao Oswaldo Lemos disse:

    Preparado para fazer um comentário.Mas ao ler o que disseram abaixo Mariana Wamser,Robson Mothé, Joao Cirino Gomes.,Silvia, Carlos V.Pozzolon,Eduardo Calixto,Luiz Bouchardet Jr.,Henrique Eduardo,Francisco R.Nascimento e Antonio Edmilson de Castro Lima ví que nada mais precisa comentar,pois ficou estampado nos comentários a triste realidade deste nosso querido Brasil.Com grande tristeza nos vamos transferindo para a próxima geração o legado que não soubemos administras,ou seja que instalasse em todos os níveis da sociedade brasileira,a ideia de levar vantagem desonestamente em tudo,principalmente entre a classe mais desclassificada entre outras ou seja os politicos de Brasilia os quais mereciam estar todos presos e incomunicáveis naspiores dependencia prisionais e seus bens confiscados para a Nação.

  14. JOAQUIM VIEIRA disse:

    o maior problema é o povo achar que tá bom do jeito que tá–segundo o povo tem medo denunciar–o terceiro o sistema é assim mesmo? se na verdade o povo tivesse uma educação, este malandrão já era.

  15. João Cirino Gomes disse:

    Falar que luta contra as injustiças sociais é fácil, mas só confirmamos quem é quem, na hora de dar exemplos e assumir posições!

    Muitos dos atos que acham secretos, não são tão secretos assim!

    Vamos divulgar as patifarias dos espertalhões, pois o povo precisa saber de onde vem a miséria, a violência e os maus exemplos.

    E perceber, como funciona a política na Brasil!

    Pagamos impostos, para ter direito a Educação e Segurança; mas desde o descobrimento do Brasil, somos obrigados a conviver e confiar em gente hipócrita, mentirosa, oportunista e mesquinha, que pouco, ou nada se importa com a Pátria, ou, com seu semelhante!

    Se não fosse desta maneira, há muito seriamos o País mais rico do planeta, em todos os sentidos!

    Existem desvios de verbas, que debilita e desacredita a educação estadual e municipal, e os políticos tiram vantagens desta situação; pois, tanto abrem escolas particulares, como tomam parte nos lucros de outras, induzindo os que têm melhor poder aquisitivo, a procurar tais escolas!
    Desta maneira, parte da população sem poder aquisitivo, continuara mal formada, e mal informada como sempre foi!
    Bom esquema não é mesmo?

    E esta mesma formula é usada na área de segurança publica.
    Desviam-se verbas da segurança, montam-se, ou apóiam empresas de seguranças particulares! E além de nos explorar com impostos, para manterem seus salários principescos, suas mordomias e as varias aposentadorias, ainda superfaturam, desde as construções dos presídios, até os custos dos presos; informando que cada um dos presos, que estão embolados em pequenos cubículos, custa para o governo, ou seja, para o povo que paga imposto, em torno de quatro mil e quinhentos reais, mensais!

    Será que eles não sabem que no Brasil muitos pais de famílias, trabalham de sol, a sol, a troco de salário de quinhentos e poucos reais, e com este salário irrisório é obrigado a se manter e sustentar sua família?

    Será que eles não sabem que uma faculdade em período integral, não custa tanto, quanto dizem custar à estadia de um preso?
    Será que, eles acham que a cadeia é mais instrutiva que uma faculdade?

    Ai esta a conveniência em manter as cadeias superlotadas, por estas vitimas marginalizadas, deste sistema injusto e enganoso, criado por uma corja corrupta e oportunista que só visa obter lucros!

    E na área de saúde, tanto os políticos desviam verbas, deixando o povo em desespero em filas de INSS, como aproveitam para fazer sociedades em hospitais e planos de saúde particular; que lhes proporciona mais renda, pois com a saúde abandonada, estão induzindo o cidadão com melhor poder aquisitivo, a pagar plano da saúde particular!

    Sem contar que continuam nos cobrando taxas de IPVA, e muitos outros impostos, para construir e melhorar as estradas!
    Mas acontece que; depois de construir tais estradas com nossos impostos, eles, os políticos as privatizam para se favorecerem, ou favorecer seus amiguinhos, ou seus familiares; e somos obrigados a pagar absurdos, para rodar nas mesmas estradas, que foram construídas com nossos impostos!

    E o mais estranho, é que nunca tem verbas para dar o aumento garantido por ‘’lei’’ ao trabalhador aposentado: e a ‘’lei’’ é bem clara; quando cita que; > cada aposentado deve receber de acordo com sua contribuição! Sinal que não temos justiça, pois a ‘’lei’’, não vem sendo cumprida ou respeitada por aqueles, que a criaram, a aprovaram, e a representam!

    E os desfalques, a corrupção, e a injusta distribuição de renda, além de deixar a população sem opção de vida digna, ainda é a maior responsável pelo aumento da criminalidade, da violência e injustiça social!

    No final, o pobre é quem mais paga imposto no Brasil; pois paga; e não debita o que gasta, do imposto de renda!

    E para aumentar minha revolta, eu ajudei a eleger mais um salvador da pátria, que criticava os corruptos e ladrões; e se dizia defensor de uma justa distribuição de renda! Mas aconteceu que; depois de eleito, tanto ele se tornou milionário, como tornou seus amiguinhos e seus familiares, gênios, empresários, fazendeiros, bilionários da noite para o dia! Passou a defender os mesmos bandidos, que ele mesmo antes tanto criticava, e com eles, passou a comer caviar, e beber champanhe importado a ponto de urinar nas calças!

    E devido ao interesse, em assumir cargos na ONU, passou a doar o sangue e suor dos trabalhadores e dos oprimidos, até aos países de primeiro mundo!

    E as verbas que deveriam ser usadas para incentivo a cultura acabaram sendo usadas para publicar livros e filmes, com intuito de promover e jogar confetes nos que se julgam semideuses; enquanto a educação e a cultura permanecem abandonadas por falta de verbas!

    Mas isso não é tudo; com intuito de se perpetuar no poder, usou dinheiro dos cofres públicos para fazer campanha, apoiando uma de seus iguais para representar a população, e esconder suas imbecilidades, imundices e enriquecimentos ilícitos!

    Mas como uma pessoa, que exerce vários cargos ao mesmo tempo, todos com salários principescos, pode dizer que defende a justiça social e uma justa distribuição de renda?
    Quem consegue estar em dois, ou três lugares ao mesmo tempo?
    É o caso da Dilma, que só da Petrobras, recebia mais de um milhão por ano sem ir ao emprego!

    Com tanto desemprego no País, isso é justo?

    E não venha dizer que o povo é dono do petróleo; pois o cidadão em Países vizinhos, onde nem um poço de petróleo tem, está comprando combustível puro pela metade do valor, que pagamos por um combustível adulterado, ou pelo gás de cozinha, que é gênero de primeira necessidade!

    Enquanto poucos ganham muito, sem fazer nada; boa parte da população continua na miséria, sem trabalho e sem dignidade, presos em currais eleitorais!

    E falar em projetos felicidades neste país de miseráveis! “Vamos ser realistas” Isso é inocência e simplicidade, ou muita demagogia e hipocrisia!

    Veja qual político, que se diz honesto, abre mão de seus privilégios!

    Abaixo-assinado > Fim da imunidade e impunidade!
    Ou voto Nulo, em quem promete só visando vantagens pessoais…

    http://www.peticaopublica.com.br/?pi=Janciron
    Se estiver de acordo assine e ajude a divulgar, pois uma andorinha sozinha não faz verão!

  16. kleber disse:

    Nada mudou,e nada vai mudar. É do jeito que o PT vai. Com certeza, não vai mudar mudar. Se dentro do próprio partido estão os corruptos. O que faze então? Fica a pergunta

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *