Início » Brasil » Como os bancos têm resultados financeiros tão positivos no Brasil?
Economia

Como os bancos têm resultados financeiros tão positivos no Brasil?

Segundo levantamento, apenas o Banco do Brasil teve queda de rentabilidade em 2014 na comparação com 2013, enquanto o Itaú, o Bradesco e o Santander tiveram alta

Como os bancos têm resultados financeiros tão positivos no Brasil?
Os bancos Itaú, o Bradesco e o Santander tiveram alta de rentabilidade em 2014 na comparação com 2013 (Reprodução/Internet)

Apesar da desaceleração econômica, a rentabilidade sobre patrimônio dos grandes bancos de capital aberto no Brasil foi de 18,23% em 2014 – mais que o dobro da rentabilidade dos bancos americanos (7,68%). A informação é de um levantamento feito pela consultoria Economatica para a BBC Brasil.

A pesquisa levou em consideração apenas os bancos com ativos acima de US$ 100 bilhões. Entre eles, só o Banco do Brasil teve queda de rentabilidade em 2014 em relação a 2013 (de 24% para 16,6%), enquanto o Itaú, o Bradesco e o Santander tiveram alta. O Itaú aumentou de 20% para 22,6%. O Bradesco, de 17% para 19,8%. E o Santander, por sua vez, passou de 3,61% para 3,9%.

O Itaú e o Bradesco também tiveram aumento de lucros. O Itaú contou com um aumento de 30,2% em 2014, registrando o maior lucro da história dos bancos brasileiros de capital aberto de acordo com a Economatica (R$ 20,6 bilhões). Já o lucro do Bradesco também se expandiu bastante – 25,6%. E isso em um momento em que consultorias econômicas estimam um crescimento próximo de zero para o PIB de 2014.

Por que isso ocorre?

Analistas e entidades ligadas ao setor explicam essa resiliência com fatores de duas ordens. De um lado, há os que enfatizam a solidez do sistema financeiro brasileiro, os ganhos de eficiência e avanços tecnológicos promovidos pelas empresas. Uma das explicações para o lucro do Itaú, por exemplo, é que o banco teria conseguido melhorar a qualidade de sua carteira, cortando custos com inadimplência. Os avanços tecnológicos também estariam tornando as empresas mais competitivas e ajudando a reduzir despesas.

“É uma boa notícia que os bancos estejam apresentando bons resultados e demonstrem solidez em tempos de estagnação econômica, porque ninguém ganha com uma crise bancária”, diz Ricardo Rocha, professor do Insper.

De outro lado, porém, há quem tenha uma visão mais crítica, ressaltando a importância de fatores como a alta dos juros e do spread bancário nesses bons resultados. O spread é, basicamente, a diferença entre o que banco cobra para emprestar recursos e o que paga para tomá-los emprestado. É dele que a empresa tira o lucro, depois de pagar os impostos e cobrir os custos administrativos e ligados ao risco de inadimplência.

“Parte dos retornos dos bancos é garantida com aplicações financeiras que não são empréstimos a pessoas físicas ou empresas”, diz o economista e professor da USP, Fernando Rugitsky. “Se a Selic [taxa de juros básicas da economia] sobe, como tem acontecido, temos um aumento do piso de rendimento do mercado financeiro. Em última instância, se os bancos não conseguem emprestar seus recursos, podem aplicá-los em títulos do tesouro. Então quanto maior os juros pagos por esses títulos, mais os bancos ganham nesse tipo de operação”.

 

Fontes:
BBC-Por que os bancos brasileiros lucram tanto?

1 Opinião

  1. André Luiz D. Queiroz disse:

    Parte dos retornos dos bancos é garantida com aplicações financeiras que não são empréstimos a pessoas físicas ou empresas (…) Se a Selic [taxa de juros básicas da economia] sobe, como tem acontecido, temos um aumento do piso de rendimento do mercado financeiro. Em última instância, se os bancos não conseguem emprestar seus recursos, podem aplicá-los em títulos do tesouro. Então quanto maior os juros pagos por esses títulos, mais os bancos ganham nesse tipo de operação” — ou seja: os bancos brasileiros lucram muito ‘emprestando’ ao governo, através dos títulos do tesouro! A incapacidade dos sucessivos governos — notórios perdulários — de dar estabilidade à economia do país, acaba por tornar a pura e simples especulação financeira muito mais atraente do que as atividades produtivas.
    Eu me lembro de ter ouvido há muito tempo (há bem uns 15 anos!) de um amigo, funcionário de um banco estrangeiro de investimentos, que, para os bancos, a chegada de Lula e PT ao poder no Brasil seria, na verdade, o melhor dos mundos!, porque eles já sabiam que Lula e cia., por mais bravatas esquerdistas que fizessem, iriam acabar beneficiando os bancos indiretamente, graças à mais que prevista incompetência do então futuro governo de manter as contas públicas enxutas, o que levaria a aumentar os juros pagos nos títulos do tesouro…
    É, né!…

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *